Campeão e MVP das finais, Durant desabafa: “Ninguém ama mais esse jogo do que eu”

Kevin Durant chegou ao seu objetivo. Depois de viver uma temporada de críticas por ter trocado o Oklahoma City Thunder pelo Golden State Warriors, o astro conquistou o primeiro título da carreira e foi eleito MVP das finais deste ano. Uma jornada que terminou com o final perfeito, mas, para o ala, nada teve a ver com afirmação ou provar que os críticos estavam errados.

“O maior desafio foi descobrir como poderia fazer todos melhores. Isso sempre foi o mais importante para mim. Provar que uma ou outra pessoa estavam erradas pode ser legal, mas a minha preocupação era notar como poderíamos ser o melhor time que pudéssemos e, eu, ser o melhor jogador que pudesse”, contou o craque, na entrevista coletiva após a vitória por 129 a 120.

Os críticos de Durant não perdoaram – e, provavelmente, seguirão sem perdoar – a escolha de deixar uma equipe que quase venceu o Warriors na temporada anterior para finalizar a montagem de um supertime em Oakland. O ala garante não ter se abatido com a repercussão e sabe que, diferente dos comentários negativos, os dois troféus são algo a ser aproveitado coletivamente.

“O mais importante é que vencemos juntos. Não teria acontecido sem cada um dos atletas que estão aqui. O que dizer de Patrick McCaw, Zaza Pachulia hoje? Foram fantásticos. As pessoas chamam-nos de supertime, mas há vários supertimes que não deram certo. Viemos aqui, jogamos tudo, fizemos sacrifícios e agora somos campeões”, disse o astro, exaltando os companheiros de elenco.

As críticas também passaram longe da preocupação de Durant porque, no fim das contas, seu foco sempre esteve em atingir o topo. “Você pode falar o que quiser, mas ninguém se importa, trabalha em quadra ou ama esse jogo mais do que eu. Digam o que quiserem no lado de fora, mas, dentro das quadras, eu dou o meu melhor sempre. Sempre trabalhei duro, acreditei em mim mesmo, tive respeito pelo basquete. E sabia que, um dia, essa dedicação traria uma recompensa para mim”, concluiu Durant, finalmente com sua recompensa.