Carmelo Anthony continua sendo um perdedor

Em 2014, aqui no Jumper, escrevi um artigo intitulado “Carmelo Anthony, o perdedor”. Na época eu criticava as seguidas campanhas ridículas que ele acumulava com o Knicks desde que foi trocado para o time de New York, em 2011.

Os últimos parágrafos daquele texto diziam assim:

“Carmelo vem nos enganando há mais de uma década. Ele é um jogador sensacional. Possui um arsenal técnico ofensivo que pouquíssimos jogadores na história demonstraram, mas falta algo maior do que habilidade ou talento. Ele simplesmente parece não querer vencer. Não faz os sacrifícios que a equipe precisa faça em prol de um projeto maior. Por algumas vezes, ficou a impressão de que ele poderia ter amadurecido. No entanto, agora, quase em 2015 e com 11 anos de carreira, o ala parece mostrar uma vez mais que ainda é o menino imaturo que entrou na NBA em 2003.

É difícil acreditar que ele possa reverter esse cenário e tornar-se um campeão. Ocorre que a NBA já nos mostrou de tudo e o fator surpresa é somente mais um daqueles que compõem uma das ligas esportivas mais fascinantes do mundo. Se me perguntassem hoje se acredito que Carmelo ainda pode se tornar um vencedor, porém, minha resposta seria fácil: não. Ele já é um perdedor comprovado.”

É incrível como três anos depois, isso se mantém verdadeiro e o debate em torno de Carmelo Anthony ainda é o mesmo.

O ala já se mostrou, obviamente, um grande jogador ofensivo e um nome com poder de estrela. Mas falta a ele aquilo que separa as estrelas dos campeões: o espírito vencedor. A vontade de vencer acima de tudo. A disposição em sacrificar o próprio jogo em prol da melhora do time, na forma mais pura e instintiva de liderança que existe.

Com o sucesso de Kristaps Porzingis após sua campanha de estreia e a chegada de Derrick Rose e Joakim Noah a New York, muito se falou no “super time” que o Knicks estava montando antes da temporada. O próprio Rose chegou a abraçar publicamente este rótulo. Seria um time de veteranos alicerçado no jovem talento de Porzingis e no poder ofensivo de Anthony.

Agora, com pouco mais de metade da temporada já no retrovisor, o Knicks patina. Com pouco mais de 44% de aproveitamento nas partidas disputadas, a franquia está num grupo que inclui Chicago Bulls, Milwaukee Bucks e Detroit Pistons que lutam pela oitava vaga do Leste. Pessoalmente, apostaria em todos esses antes de apostar no Knicks.

Os sinais de frustração crescem e a cada dia ficam mais evidentes. Recentemente, Anthony surtou no vestiário após uma partida perdida para o Philadelphia 76ers na última bola, depois que o Knicks entregou uma vantagem de 10 pontos nos últimos 2 minutos e 30 segundos. Apesar da reclamação, não dá pra deixar de notar que Anthony estava próximo a T.J McConnell, do 76ers, que converteu o arremesso decisivo, e poderia ter ajudado na marcação.

A controvérsia gerou um encontro entre o atleta e Phil Jackson, diretor executivo da franquia. Apesar de, segundo relatos, a pauta ter incluído conversas sobre uma possível troca, isso é improvável no momento, pois Anthony possui uma cláusula em seu contrato de que ele deve dar o aval para qualquer transação.

Isso não significa, no entanto, que ele não aprovaria uma troca para um destino que pudesse lhe garantir uma disputa de título. Obviamente que nesta outra hipotética franquia ele não precisaria ser o líder e poderia jogar melhor sem a pressão de ser o principal atleta da equipe. Já vimos como isso funciona nas participações de Anthony com a Seleção de basquete dos EUA, em Olimpíadas e Campeonatos Mundiais. É mais um indício muito claro de que ele não nasceu para ser um líder, mas pode ser um excelente ativo para um time que precisa apenas de um pontuador.

Pessoalmente, não acho que Anthony seja trocado durante a temporada, mas durante a offseason isso pode mudar. Phil Jackson e o atleta nunca tiveram boa relação, e ela piora a cada dia. Pode ser que, num esforço de mostrar serviço e resultados que não conseguiu desde que assumiu o cargo, o executivo resolva trocar Anthony numa tentativa de obter jogadores que melhor se encaixem com o perfil de Porzingis, o grande nome para o futuro da franquia. Vale lembrar que Derrick Rose será agente livre, e que o desmanche do “super time” que não aconteceu pode estar mais próximo do que pensamos.

  • Vince Mendes

    Pior que o Melo antes da ultima renovação dele, visitou varios times, e mesmo sabendo que o time dos Knicks era limitado resolveu continuar, agora ele vai fazer 33 em março, e o tempo dele esta acabando, eu acho que é a hora dele forçar uma troca com algum contender, eu acho que ele encaixaria perfeitamente no Clippers mas o Paul machucou ai fudeu td

    • PierceCeltics#17

      Vai fazer o que no Clippers? Um cara sem mentalidade vencedora pra uma franquia que segue o msm dilema. Além disso já disseram que esse seria o último ano de tentar algo a mais com esse Clippers, se der o óbvio e fracassarem outra vez, mudanças acontecerão. Eu msm duvido que o Griffin fique, Chris Paul tb deve ta cansado de nadar nadar e morrer na praia.

  • Jaspion Dunkador

    Ja ta na hora de assumir que precisa de alguem pra carregar o time, ele nunca vai ser esse cara.
    Que mais leio aqui é…Tem o melhor arsenal ofensivo da liga, é o segundo melhor SF da liga quando quer(como se isso fosse verdade), ele sabe defender.
    Acho que os argumentos pra defende-lo ja estao chegando ao fim.

    • paulo hamk

      MELO nunca foi melhor que Durant, nem em arsenal ofensivo.

      • PierceCeltics#17

        Sempre teve um arsenal ofensivo superior, só n soube usar nem desenvolver.

        • Gustavo

          uah?? entao adianta muito msm…

          • PierceCeltics#17

            E a questão aqui foi se adiantou ou n?? Lol

        • paulo hamk

          durant tem melhor arremesso de media distancia , de 3 e infiltra melhor melo só é superior ao durant dentro do garrafão.

    • Diego Alexsander

      Ninguém diz que Carmelo sabe defender.

  • Damon

    carmelo anthony nunca foi um FP.
    se ele fosse um 2° jogador de time com um verdadeiro FP, ele teria ido bem mais longe na carreira.

    Ainda bem que o heat pegou o wade no draft de 2003

    • Felipe Rodrigues

      Ué mas de qualquer forma não dava pra vcs escolherem o Melo em 2003, ele saiu antes do Wade.

      • Diego Alexsander

        HAAHAHAHAHAHA
        Vdd.

  • Rodrigo SMC

    Realmente, o cara já jogou playoffs em 10 temporadas diferentes, foi eliminado no primeiro round 8x e chegou a 1 final de conferência quando ainda tinha Nenê, Chauncey Billups, Kenyon Martin e J.R. Smith saindo do banco, ainda no Denver.

  • Thiago25-NBA

    É um texto bem interessante, o título é polemico, mas vou deixar aqui o outro lado da moeda.

    Fica a cargo do jogador escolher para onde ir etc…LeBron na época fez a sua escolha, Durant fez a sua recentemente, assim como Garnet, Ray Allen, podemos citar inúmeros jogadores. Eu fui dar uma olhada no elenco do Knicks desde o ano que o Carmelo chegou até agora, e desculpa, nunca que aqueles times montados chegariam em uma final de conferência com chances reais de ganhar e tbm final de NBA, analisando a força que eram as outras franquias – e eu fui pesquisar – como Spurs, OKC, Dallas, Heat, o próprio Lakers, Celtics. Opinião é opinião, mas vamos ser justos e analisar o contexto. Carmelo nunca foi LeBron, e se o LeBron que é o LeBron precisou sair de Cleveland para realmente brigar de igual para igual com os outros por alguma coisa, o Carmelo iria conseguir? Talvez o maior erro tenha sido ir para Nova Iorque, que não tinha merda de jogador nenhum para ajuda-lo. Diferente do Heat que já tinha Wade e Bosh, GSW com Curry, Green e KP.

    Se ele nunca fez questão de ter um time a altura para brigar por algo a mais ok, aí entra tudo isso que foi citado no texto. Agora tem que ver se realmente foi dado um time para ele brigar por isso em Nova York, se ele bateu o pé com a direção por melhores jogadores. Os times que foram montados em volta dele foram ridículos, talvez o com maior chance de um passo a mais tenha sido o deste ano.

    • Damon

      Uma coisa é verdade. Carmelo tá aonde ele decidiu estar.
      Ele teve 2 boas chances de sair do knicks e mesmo assim preferiu ficar, mesmo sabendo que o time tava em total reconstrução.

    • HUMota

      É algo bem difícil de se discutir. Se o jogador joga em um time, como o Carmelo, e não faz panela, abre esse precedente de ser um perdedor. Quando o jogador sai e se junta a um time bom, é paneleiro. Como vc disse, LeBron precisou sair pra ser campeão, e quando voltou pra Cleveland, tinha mais dois all star do lado. Carmelo tá naquela idade em que se pergunta: mais dinheiro ou se submeter a receber menos pra ser campeão.

      • Diego Alexsander

        Pois é, Lebron só foi campeão em supertimes. Por isso caras como Curry e Dirk vão ser sempre melhores lembrados.

        • Pedro Ferreira

          Curry???

      • Thiago25-NBA

        Sinceramente, de tanto de money que o Carmelo já ganhou…vai buscar o título. Mas, tudo depende do pensamento do cara, né. Com os times de hoje na liga, o Carmelo não vai ser campeão no Knicks, a não ser que contratem grandes caras nas melhores formas físicas.

        • HUMota

          Pois é… Eu não tenho coragem de chamar alguém que já ganhou as milhões de doletas q ele ganhou de perdedor kkkkk. Mas vai dá forma que a pessoa vê.

    • Bruno Araujo

      Concordo com você, só lembraria que quando ele foi para NY, o time tinha um garrafão que prometia muito. Chandler, recém campeão e destruindo nos playoffs, e Stoudemire, que na época era um dos melhores jogadores da liga. Ou seja, ele fez uma ótima escolha, o problema foi os problemas de contusão do Stoudemire. Depois disso, NY só montou times tristes mesmo…

      • Diego Alexsander

        Eu ia comentar isso agora… “… em volta dele foram ridículos” com Chander e Stou (cotado pouco tempo atrás para ser MVP) do lado dele. Até concordo que Knicks talvez não tivesse grupo para ganhar um título. Mas vencer o Pacers em 2013 era obrigação. Fazer uma final de conferência COMPETITIVA com o Heat era obrigação. Nem isso Carmelo conseguiu.

        • Thiago25-NBA

          Mas aí entra o fato do Stou ter se machucado, aí acabou. Se formos por no papel, Carmelo e Chandler iriam carregar o time, se você for analisar os adversários e o elenco dos adversários? Não tinha como.

          • Diego Alexsander

            Mas aí é uma variável. Talvez cavs não ganhou ano retrasado porque Kevin Love se machucou. Meu ponto é que não foram só times ridículos. Quando Knicks teve um bom time (2º no leste) Melo também não correspondeu e foi eliminado por um time tecnicamente inferior.

      • Thiago25-NBA

        Pois é, o Stoude se machucando, Carmelo e Chardler iriam carregar? Já que o Carmelo nunca teve um perfil de líder, não seria naquele momento que ele faria por onde.

      • Guilherme Prates

        Mas era o time do D’Antonni. Carmelo e run’n’gun não rola. É impossível! Tanto que o time melhorou muito sem ele (e o Amare – pq o garrafão não é grande o bastante pra Amare + Chandler) e nasceu a tal Linsanity, com o Lin…

    • Marcelo Desoxi

      NYK contrata uma cambada de refugos bichados, e os caras já chamam de ”super time”.

      • Thiago25-NBA

        Marcelo, até pensei que esse atual elenco tivesse condições de ir além, afinal tem um Rose, que mesmo não sendo aquele e não vai mais ser, é o Rose. Tem o Noah, que tornou-se um ótimo defensor, as lesões atrapalharam. Agora eu vejo mtos criticando esse time, mas na teoria era um time forte sim, mas agora é fácil meter o pau como mtos fazem.

        • Marcelo Desoxi

          Time de playoffs, entre a posição 7 e 8 é totalmente plausível.
          Mas daí a chamar o Knicks de super time?

          • Thiago25-NBA

            Falei que na teoria não poderia descartar esse time do Knicks, e citei time forte, super time o Knicks nao teve.

      • Thiago25-NBA

        E se você analisar os elencos anteriores, da pena. Exceto talvez o com o Chandler e Stoude, e nem um super time era.

        • Marcelo Desoxi

          Aquele time de 2012 faria um bom barulho hoje. Tiveram a má sorte de pegar o Heat voando logo no first round.

    • Guilherme Prates

      Mas antes do NYK trocar o time todo pra ter o Melo, o time estava indo muito bem sob o comando o D’Antonni (e voltou a ir bem quando ele saiu – a tal da Linsanity). Acontece que, dentre todos profissionais que um dia jogaram a bola laranja, o Melo deve ser o jogador que menos se adapta ao run’n’gun…

  • Uncle Drew

    O Woj soltou isso aqui. “Existe um motivo em q Melo exigiu uma Cláusula de Troca em seu contrato. Ele quer jogar em NY e, viver em NY. E ele ñ vai deixar q Phil Jackson o coloque fora do Knicks.” A esposa dele tbem, a tal LaLa, gosta de viver em uma cidade midiática tbem. Ou seja, se Melo sair, o q é difícil, provavelmente ele irá querer ir para uma “cidade grande”, neste momento.. eu só vejo ele tendo encaixe no Miami Heat.
    Um detalhe, é q o fim do contrato do Carmelo Anthony termina no msmo ano q o do Phil Jackson (tirando a cláusula do contrato do P-Jax, q diz q ele pode sair do contrato antes.). Certamente um dos 2 irá sair.
    https://twitter.com/WojVerticalNBA/status/821462455780081664

    • Thiago25-NBA

      E precisa, um dos dois tem que vazar.

    • Guilherme Prates

      Isso que muita gente não se deu conta: o Carmelo AMA a cidade de NY. Ele é de lá, ele gosta de lá, quer ficar lá (tanto que a luta, na época, era entre Knicks e Nets e ele fez questão de deixar claro que só jogaria no Knicks – apesar de ser nascido no bairro do Brooklyn)
      Assim que ele chegou em NY, estrelou uma campanha da Jordan (daquelas fodas com ares biográficos) chamado “The city that made me” (a cidade que me fez (ser quem eu sou)). Essa campanha deu origem a um pequeno documentário chamado “Play for the city that made me”.
      Independetemente e antes de qualquer coisa, o cara realmente AMA Nova York.

  • – Tiago

    Carmelo teve a opção de sair do Knicks, Bulls tentou contrata-lo mas ele preferiu continuar mesmo sabendo que o time era muito limitado. Se tivesse ido para o Bulls naquela época, acho que teríamos dado muito trabalho…Não tem como culpar o cara por preferir dinheiro, até pq dinheiro nunca é demais KKK Mas como foi dito no texto, “falta a ele aquilo que separa as estrelas dos campeões: o espírito vencedor” e isso Anthony não tem. Nessa fase da carreira apesar de ainda jogar bem, a idade já começa a pesar (já vai fazer 33 anos) e agora só indo para um contender para tentar um título.

    • PierceCeltics#17

      Melo n ia jogar de graça em outra equipe, tb ja ganhar uma pirraça de dinheiro. Duvido que essa seja a principal motivação.

      • – Tiago

        Na época o Bulls ofereceu o contrato máximo pra ele, só que por 2 anos e o Knicks ofereceu um acordo de cinco anos, ele não quis arriscar e aceitou a proposta do Knicks. Carmelo Anthony não possui um espírito vencedor

        • PierceCeltics#17

          Então, ele nunca confiou em si msm, preferiu a comodidade do Knicks. N foi por ganância mas pela falta de, com o vc disse, espírito vencedor.

          • Diego Alexsander

            Entre não confiar em si mesmo e não ter espírito vender há uma boa distância. Concordo que não tenha o segundo, mas optou por Knicks por ganância sim.

          • PierceCeltics#17

            Claro, pq vc sabe o que se passa na cabeça dele e o que vem em primeiro lugar. Ok

          • Diego Alexsander

            Sim, todo mundo comenta aqui por sermos videntes. Só escrevi minha leitura pessoal da situação e sugeri que sua linha de raciocínio não faz o menor sentido.

  • Uncle Drew

    Melo pode ser taxado de “Perdedor”, o q eu meio q concordo as vezes. Mas o Phil Jackson tbem ñ faz um bom trabalho na montagem do elenco. Ele trouxe o Porzingis, e o Robin Lopez. Mas, depois cagou tudo ao trocar o Hardaway (isso faz menos senso ainda, quando anos depois ele traz o Brandon Jennings para o elenco.), e trocar o Grant e o Lopez (um contrato sensacional, pela produção q ele traz em quadra) pelo Rose. E a cereja do bolo foi trazer o Noah por OBSCENOS 70 milhões em 4 anos, um jogador q já estava só a carcaça do q já foi, e todo mundo sabia disso.
    Phil Jackson ñ colaborou tbem, para montar um time ideal sobre o Melo, principalmente quando trouxe o Rose.

    • João Marcelo S. de Almeida

      Mas o Hardaway Jr foi trocado pelo Grant

      • Uncle Drew

        Vlw. Já tá corrigido.

        • Menezes

          Na sua opinião pq o Rose não foi uma boa aquisição para o NY???
          Na minha opinião não foi pois é um atleta que vive dos tempos de glória, e nunca irá recuperar seu basquete devido aos sérios problemas de lesão ( principalmente joelho) acho que aquela frase a mente tenta e o corpo não aguenta (algo assim).
          Acho que o salário dele hoje(21.323.252) não é um custo beneficio bacana
          Se eu renovaria o contrato ????
          Acho que sim pela falta de alguém para ocupar seu lugar e de uma pick boa de NY, MAS EU SÓ RENOVARIA SE ELE ACEITA SE NO MÁXIMO 15 A 16 MILHÕES
          Além dele e Anthony e ele carregar muita bola alguém tem que abrir mão da posse de bola e parece que Rose está sendo o atleta)

          • Uncle Drew

            A razão q eu ñ acho o Rose um bom reforço é baseado um pouco no q vc digitou. Ele precisa reinventar seu jogo (o arremesso continua bastante irregular.). Além disso, o último ano dele em Chicago foi bastante conturbado na questão de distribuir a bola com o Butler, dizem q houve até problema de vestiário por conta disso (o Butler dizendo q o time ficava confuso pq ñ sabia qual o momento dos dois “comandarem” o time. De q ou ele ou o Rose precisavam ser trocados, pq os 2 juntos ñ dava certo, e etc.).
            Então, se o Rose já tinha problemas em jogar sem a bola no Bulls, sem falar do grande Ego q possui.. ñ tinha como dar mt certo ele no Knicks com o Melo, e isso “sufocaria” o desenvolvimento do Porzingis (se o Letão ñ tivesse tamanha personalidade para chamar o jogo e ñ se acanhar nessa situação.).
            Eu ñ renovaria o contrato do Rose. A sorte foi q o Knicks ñ deu uma escolha de 1ª rodada. Então, dá para buscar um jogador talentoso para o perímetro (tem mts armadores interessantes neste próximo Draft.), ou então começa a colocar o Porzingis para jogar na posição 5 e busca um outro PF para complementar o garrafão (T.J. Leaf ou Ivan Rabb acho q seriam perfeitos, contribuem em todo aspecto ofensivo e o Rabb, em especial, é um grande reboteiro.), na posição de armador tentaria buscar um armador arremessador. Aí o time ficaria: Um PG arremessador. – Lee – Melo – Rabb ou Leaf – Porzingis. Seria perfeito para o Knicks pq Melo e Porzingis ficariam com a bola com a maior parte do tempo, e o Rabb (ou Leaf), Lee e esse armador contribuiriam em arremessos de longa e média distância.

  • PierceCeltics#17

    Uma pena, um dos meus jogadores favoritos desde que comecei acompanhar a NBA, mas nunca esteve pronto pra dar o passo adiante, subir de patamar, se acomodou com a própria situação e virou refem de si mesmo.

  • djwhites

    não sei se perdedor é a palavra certa…..mas que o carmelo sempre foi mimado foi…….e nunca soube ser um lider que um cara do tamanho dele tem que ser…….sempre jogou mais pra ele do que pro seus times……muita gente criticou o velho karl quando falou exatamente isso…..mas o velho falou a verdade…..o proprio nene ja falou que o carmelo nunca foi o lider que o time esperava……..
    tanto é que até hj seu melhor ano em playoffs foi 2009 (final de coneferencia contra o lakers)justamente quando billups foi o verdadeiro patrão dos nuggets ……pq se dependesse dele pra liderar o time nunca teria passado do first round……e agora no nyk continua o mesmo mimadinho de sempre…..carmelo só vai ganhar um anel se aceitar ser coadjuvante em algum time forte….pq se depender dele sem chance…….

  • Jorginho

    Excelente texto.
    Meus parabéns!
    Sou torcedor do Knicks e penso como você.

  • Bruno 76

    Parece que para o carmelo tanto faz, se montam um time ruim ele reclama, se propõe para ele sair ele não quer. eu não gosto do LeBron (assim como várias pessoas), mas é pôr ele ser tao competitivo e fazer de tudo para ganhar que temos raiva. Já o carmelo ficamos no máximo decepcionados.

  • Felipe Rodrigues

    Imagina o Melo vendo oq o Harden ta jogando e pensando, porra podia estar la recebendo essas assistências…

    Melo optou pelo dinheiro quando decidiu ficar em NY, a equipe deveria tentar troca-lo e montar o time em volta de Porzingis.

    A questão é, pra onde mandar Melo?

  • Rafael Victor

    Talento desperdiçado anos a fio por pura acomodação! Porém, o Camelo ultimamente vem dando mostras de que tá cansado de perder, vamos ver o acontece em relação a saída dele do Knicks! Tá na hora! Acredito que a saída dele deva ser boa pro Knicks também!

    • KAJ

      Rafael vitor, assim como outros que frequentemente escrevem por aqui, admiro muito seus comentários e respeito. Eu também acho que melo precisa de motivação. Ele é um arsenal ofensivo, literalmente uma máquina de chutar e até defende bem tbm, só que ele é meio “preguiçoso”, ele e o harden tbm, kkkkkk. tbm gostaria de ver ele em um time já muito forte, seguir os passos de KD.

  • Marcelo Desoxi

    ….
    Durant e Carmelo tem personalidades iguais, em praticamente tudo. Ambos não conseguem ser verdadeiros líderes. Os dois poderiam ter mais espírito em quadra.
    A grande diferença : Carmelo tem um baita ego, e nisso fica muito fácil odiá-lo, é muito mais easy bater nele, porque ninguém vai pirar, poucos sairão em sua defesa. Já o Durant é um ótimo moço, todos gostam dele, por isso , vi poucos ter a coragem de fazer com ele , oque fazem com Melo. KD foi pro GSW aliviar o peso do protagonismo que tinha no OKC, e ser campeão, poucos disseram que – usando as palavras do texto- ” ele não nasceu pra ser um líder”.
    Três ou quatro vezes vi textos reclamando de Durant nos melhores sites, já sobre o Carmelo…
    Adoro o trabalho de vocês, mas não gostei desse texto.

    • Guilherme Prates

      Mas não ser um líder não é problema nenhum. Não aceitar isso, é.

  • Diego Alexsander

    Eu me segurei para não vir comentar aqui antes de ler o texto, visto que o título me pareceu bem injusto, um tanto sensacionalista. Fiz bem em ler o texto primeiro.
    Talvez seja um dos caras que mais criticam o Carmelo aqui no site. Acho que ele pensa mal as jogadas, se superestima, não é motivado, mais atrapalha do que ajuda, não tenho dúvidas. Inclusive, acho que deva ser trocado o quanto antes. Mas não dá para negar que o cara é sim um vencedor. Para começar, é o único jogador tricampeão Olímpico. Isso já seria argumento para dizer que ele é o jogador de basquete mais vencedor do milênio. Além disso carregou Siracuse nas costas em seu título da NCAA. Não tenho dúvidas, ainda, que vencerá um campeonato da liga. Em quais condições eu não sei dizer. Sobre ser ou não líder, sobre ter ou não vontade de vencer isso é irrelevante para determinar se alguém é ou não vencedor. De fato, Carmelo não é líder, nem parece ter vontade de vencer, nem por isso deixa de ser tricampeão olímpico. Agora, ele não ficou assim agora. Sempre foi assim. Assim como o Knicks não está assim por agora. Historicamente a franquia é fracassada, quando era para estar no nível de Lakers e Celtics. São anos após anos com más escolhas gerenciais que, se formos colocar no papel, levaríamos dias. Melo é só mais uma delas…

    • Claudio R.

      Nossa. Tricampeão olimpico… tipo, com a seleção americana na formação Dream team?, até eu no banco levando agua pra galera seria tricampeão olimpico, era só ir pras olimpiadas e deixar LeBron/Kobe, LeBron/Durant/kobe, Durant/irving jogarem nas respectivas conquistas e ser campeão… o que define ele vencedor ou não não é em si o anel, mas a luta visivel de querer ganhar um. Considero mais o Karl Malone vencedor do que Carmelo Anthony em relaçao a basquete.

      • Diego Alexsander

        Nossa, vc deve se achar bem esperto ao diminuir e ironizar a conquista de alguém. Sobretudo se tratando de um 3x campeão olímpico. Bem, seu argumento não se sustenta. Pela sua linha pouquíssimos jogadores na história da nba poderiam ser considerados vencedores, já que não apresentaram protagonismo. Mesmo o grande Lebron estaria posto à prova, visto que em todos os títulos tinha grandes All Stars ao seu lado.
        O que define um vencedor, segundo a língua portuguesa, é vencer. E vitórias Carmelo tem de sobras.

        • KAJ

          Diego, desculpa, mas vc tá completamente equivocado. não existe ganhar ou nao ganhar e/ ou ter ajuda ou nao. existem váriaveis dentro dessas variaveis. lebron foi p as finais pela primeira vez, com um time medíocre e perdeu, e é só na cultura brasileira que vice é o pior de todos, inclusive por isso que nos EUA lebron é considerado o unico no nivel de jordan. lebron pode ter contribuição de estrelas, mas a contribuição dele é extremamente maior. já o melo nao conseguiria ser tanto para um time, mesmo sendo uma super estrela, inclusive que sou fã, mas nao tanto quanto lebron. Alem da parte técnica, carmelo não tem “cabeça” para carregar um time. eu se fosse ele trocava de time p ser campeao, ia p um time já muito forte. Talvez aí sim, ele se sinta motivado para jogar seu maximo.
          time que lebron levou as finais:
          ilgauskas
          gooden
          lebron
          pavlovic
          larry hughes
          Será que carmelo teria inteligencia emocional p levar esses
          pangarés às finais?

          • Diego Alexsander

            Aí você está entrando em um campo das suposições: está supondo que existem várias variáveis (segundo lugar para mim é só o primeiro a perder, se não fosse, Lebron não iria atrás de panela), está supondo que o Lebron é o único no nível do Jordan, está supondo se Carmelo teria inteligência emocional ou não. E você está sendo tão subjetivo que de time ruim por time ruim Melo levou aquele time do nuggets a uma final de conferência. E perdeu só para o Campeão Lakers. Diferente do Lebron, que sempre esteve em uma conferência bem mais frági. Equivocado ou não (visto que aí é uma questão de opinião), eu fui objetivo: é meio retardado chamar um tri-campeao olímpico de perdedor. Se o título ainda fosse: “Melo continua um perdedor na NBA” eu teria me calado.

  • O Knicks só vai crescer com a saída dele.

  • Sid Payne- Dança muito

    Melo jogou em Denver numa época que o oeste era amplamente DOMINADO por Spurs/Lakers, sendo que ainda existia times igual/melhores que o Nuggets. Podem dizer que teve o A.I como companheiro mas sinceramente estava longe de ser o melhor cara pro Melo e pro time. Conseguiu chegar em uma WFC em que perdeu pro campeão Lakers, que culpa ele tem de perde pro melhor time? chegou no Knicks e rapidamente levou o time para os playoffs dps de muito tempo, queria que ele batesse aquele super time do Heat? Melo n teve companheiros a altura pra sequer cogitar tal feito. LONGE DE QUERER COMPARAR os jogadores, mas o Ala teve companheiros melhores(msm que jovens)e n conseguiu ser campeão, o LeBron só conseguiu ser campeão com a ajuda do Bosh/Wade e vice-versa. Pierce com a ajuda do KG/Ray. Ninguém ganha sozinho, particularmente acho que seu erro foi ter ficado em NY que é uma franquia que está perdida há mt tempo… mas ele sera campeão, sendo protagonista ou não

    • Guilherme Prates

      Só uma correção: o Denver só foi pra final do Oeste depois (e por consequencia disso) de trocar o Iverson pelo Billups. Com a dupla Melo + AI, ninguém marcava ninguém e o time jamais chegaria a uma final de conferencia.
      Eu sei que ver o AI e o Melo jogando enchia os olhos, mas é aquela coisa: ataque vence jogo, defesa vence campeonato…

      • Sid Payne- Dança muito

        Sim, eu sei. Por isso falei q eles n combinavam, e eu to lgd q foi dps que o Iverson saiu, acho q por causa das pontuações(n sei direito, malz) ficou confuso.

    • Thiago25-NBA

      Pois é, citar a palavra “perdedor” é um exagero.

    • Diego Alexsander

      Concordo em tudo, só um adendo: Não queria que os Knicks vencessem o Heat, queria que vencessem OS PACERS!

    • KAJ

      não existe apenas a possibilidade de ser campeao ou nao, e se tem ou nao ajuda. lebron por exemplo, foi pela primeira vez as finais com um time medíocre e perdeu. Se fosse no Brasil, vice é pior qualificado que o ultimo lugar. nao é nada disso. Claro que nao estou comparando lebron com melo, mas hoje, ou melhor, nos ultimos 12 anos, voce dizer que tem lebron no seu time, é a mesma coisa de vc dizer q seu time é 60% perfeito, e isso nao quer dizer que vá ser campeao ou nao. carmelo é a mesma coisa, é uma estrela mas “menosprezado” por muitos por ser meio “preguiçoso”, porém leve em consideração que ele nao seria 60% de um time, seria talvez 40%? esse numero hipotético eu criei só p ilustrar. Enfim, Carmelo é o tipo de jogador que precisa de um incentivo maior para trabalhar mais motivado, portanto é óbvio que ele deve trocar de ares caso queira um anel.

  • Pedro Ferreira

    Ta certo Rose não é nem de perto o que já foi, mas ainda é bom. Porzingis ainda tem muito há evoluir, mas já contribui e muito, Lee num é nenhum craque mas é útil, e o Carmelo com toda a hype que colocaram nele tinha obrigação de ta pelo menos com a campanha em 50% !

  • Na boa…
    Se quisesse ser campeão, ele poderia ter saído do Knicks quando foi FA.
    Houston e Chicago fizeram boas propostas e apresentaram projetos para ele.
    Só que ele preferiu ficar em NY pela grana e pela fama que a big apple traz…
    São escolhas e acho que ele fez uma que o deixará sem anel.
    E o pior – na minha opinião – é que isso não foi motivado por lealdade como acontecia antigamente, mas pelo ego dele.
    Melo me parece querer ser a estrela do time, então não vejo ele fazendo algo como o Wade dizendo que em Chicago o time é do Butler ou como o KD indo pro supertime do Warriors para dividir os holofotes com o Curry…
    Esperemos as cenas dos próximos capítulos.