Cavaliers vence, varre Pacers e avança à segunda rodada do Leste

(4) Cleveland Cavaliers 106 x 102 Indiana Pacers (0)

O Cleveland Cavaliers completou a varrida sobre o Indiana Pacers ao vencer a quarta partida da série por 106 a 102.

Sem mudanças no quinteto inicial após sofrer uma virada histórica no terceiro confronto, o Indiana Pacers começou melhor, vencendo o primeiro quarto por 24 a 22. Durante os primeiros 12 minutos, a equipe da casa abriu seis pontos de vantagem, mas sofreu quando o Cavaliers utilizou a estratégia de permitir arremessos livres ao ala Lance Stephenson.

Se a primeira parcial foi repleta de empates, a segunda foi toda dos visitantes. A formação que venceu a última partida para o Cavaliers teve aproveitamento de 52% nos arremessos de quadra, com 12 pontos de Deron Williams e sete de Channing Frye. LeBron James permaneceu em quadra por todo segundo período, anotando mais 12 pontos.

Buscando finalizar a partida na volta dos vestiários, o técnico Tyronn Lue utilizou seus titulares por pelo menos dez minutos no terceiro quarto e viu a vantagem de sua equipe subir para 12 pontos. Até esse momento, Paul George tinha apenas 12 pontos em 15 arremessos. Tal aproveitamento somado a linguagem corporal da equipe do Pacers deixavam a impressão que a conta estava liquidada.

Porém, o Cavaliers acertou apenas 23% de seus arremessos e anotou 15 pontos antes do minuto final. Enquanto isso, Myles Turner e Stephenson lideravam a reação dos mandantes que chegaram à liderança após um tapinha do ala-pivô Thaddeus Young. Depois das duas equipes falharem ofensivamente, Paul George cometeu seu terceiro erro ofensivo no quarto e viu LeBron James conectar sua única bola de três pontos para virar o jogo. Kyle Korver e James ainda pontuaram na linha de lance livre para definir o placar.

Essa foi a terceira varrida consecutiva do Cleveland Cavaliers na primeira rodada do Leste. Além disso, LeBron James ultrapassou o lendário Tim Duncan como jogador com mais varridas na carreira, com dez.

O Cleveland Cavaliers espera a decisão do confronto entre Toronto Raptors e Milwaukee Bucks para conhecer seu adversário na segunda rodada, enquanto o Indiana Pacers inicia seus planos para a temporada 2017-18.

Destaques

Cleveland

LeBron James: 33 pontos, dez rebotes, quatro assistências, quatro roubos de bola e dois tocos
Kyrie Irving: 28 pontos e três tocos
Deron Williams: 14 pontos e 100% de aproveitamento
Kevin Love: Cinco pontos, 16 rebotes e três assistências

Indiana

Thaddeus Young: 13 pontos, dez rebotes e dois roubos de bola
Paul George: 15 pontos, sete rebotes, seis assistências e quatro roubos de bola
Myles Turner: 20 pontos e nove rebotes
Lance Stephenson: 22 pontos, seis rebotes e três assistências
Jeff Teague: 15 pontos, dez assistências, quatro rebotes, dois roubos de bola e três tocos


(3) Houston Rockets 113 x 109 Oklahoma City Thunder (1)

Com 28 pontos do brasileiro Nenê Hilário, o Houston Rockets bateu o Oklahoma City Thunder fora de casa e abriu 3 a 1 na série de primeira rodada.

O primeiro tempo foi dominado pelo Thunder, assim como nas últimas duas partidas. O armador Russell Westbrook alcançou seu terceiro triplo duplo consecutivo ao ir para os vestiários com 17 pontos, dez rebotes e dez assistências. A marca igualou a maior sequência da história da NBA, pertencente a lenda Wilt Chamberlain.

Enquanto Westbrook deitava e rolava, James Harden teve imensa dificuldade de atuar, anotando apenas seis pontos em nove arremessos e chutando apenas dois lances livres. Sem a qualidade de seu líder a mostra, o Rockets contou com a dupla Trevor Ariza e Nenê. Juntos, os dois marcaram 25 dos 54 pontos da equipe e permitiram que a desvantagem no intervalo ficasse em quatro pontos.

O terceiro quarto foi dividido em duas metades. Primeiro, o Oklahoma City Thunder abriu 14 pontos de vantagem com uma sequência de 12 a 2. Em seguida, o Rockets respondeu com 17 pontos anotados e sete sofridos. O bom momento também apareceu no início do último período. Com Harden no banco, Lou Williams, Patrick Beverley e Ryan Anderson colocaram o Rockets na liderança pela primeira vez desde o primeiro quarto.

As equipes ainda alternaram a liderança quatro vezes e empataram no placar em mais quatro oportunidades, até que a franquia de Houston abriu vantagem usando a estratégia de faltas intencionais no ala Andre Roberson. O jogador do Thunder acertou apenas dois lances livres em oito tentativas. Os mandantes até tentaram recuperar o jogo, mas não tiveram a bola em oportunidades de empatar ou virar a partida no último minuto.

w1080xh810_2017-04-23t211138z_1022986007_nocid_rtrmadp_3_nba-playoffs-houston-rockets-at-oklahoma-city-thunder

Westbrook terminou o segundo tempo com 18 pontos, porém, apenas 29% de aproveitamento nos arremessos. Além dos 28 pontos, Nenê ainda pegou dez rebotes e terminou a partida com 100% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Além do brasileiro, apenas Wilt Chamberlain conquistou pelo um duplo duplo de pelo menos 20 pontos e 100% de aproveitamento na pós-temporada.

A quinta partida da série acontece em Houston, na próxima terça-feira.

Destaques

Houston

Nenê Hilário: 28 pontos, dez rebotes e 12-12FG
Eric Gordon: 18 pontos, oito rebotes e dois tocos
Lou Williams: 18 pontos, sete rebotes e dois roubos de bola
James Harden: 16 pontos, sete rebotes, oito assistências e sete erros ofensivos
Trevor Ariza: 14 pontos, cinco rebotes, três assistências e três roubos de bola

Oklahoma City

Russell Westbrook: 35 pontos, 14 rebotes, 14 assistências, três roubos de bola e cinco erros ofensivos
Steven Adams: 18 pontos, sete rebotes e três tocos
Andre Roberson: 13 pontos, quatro rebotes, dois roubos de bola e cinco tocos
Victor Oladipo: 15 pontos, quatro rebotes, dois roubos de bola e dois tocos


(2) Boston Celtics 104 x 95 Chicago Bulls (2)

Tudo igual! O Boston Celtics venceu o Chicago Bulls na noite deste domingo por 104 a 95 e empatou a série em 2 a 2.

O Celtics abriu a partida cinco pontos consecutivos e só teve sua hegemonia contestada no terceiro quarto, quando o Bulls liderou o jogo durante uma posse de bola, seguida de 12 pontos sofridos de forma consecutiva. Titular no lugar de Amir Johnson pelo segundo jogo, Gerald Green contribuiu com oito pontos e cinco rebotes logo no primeiro quarto e terminou o primeiro tempo como cestinha da equipe com 16.

Mais uma vez sem o armador Rajon Rondo, o técnico Fred Hoiberg utilizou Isaiah Canaan como armador principal durante a partida, porém, o jogador de 25 anos não foi capaz de ditar um ritmo de jogo para a equipe. Com muitas jogadas de um contra um, Jimmy Butler foi o grande destaque do Bulls com 33 pontos. Foram 23 lances livres tentados na partida, um a mais que todo o time do Celtics. Porém, a dupla Dwayne Wade e Nikola Mirotic somou apenas 24 pontos e 39% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Isaiah Thomas e Al Horford foram os grandes responsáveis por manter o Celtics na liderança. Após a breve virada do Bulls no terceiro quarto, a dupla marcou 28 de seus 48 pontos no jogo.

A quinta partida da série acontece na próxima quarta-feira, em Boston.

Destaques

Boston

Isaiah Thomas: 33 pontos, quatro rebotes, sete assistências e cinco erros ofensivos
Al Horford: 15 pontos, 12 rebotes e quatro assistências
Gerald Green: 18 pontos e sete rebotes
Marcus Smart: Cinco pontos, oito rebotes e seis assistências

Chicago

Jimmy Butler: 33 pontos, cinco rebotes e nove assistências
Nikola Mirotic: 13 pontos e sete rebotes
Dwayne Wade: 11 pontos, seis rebotes e dois tocos
Isaiah Canaan: 13 pontos, três assistências e dois roubos de bola


(2) Los Angeles Clippers 98 x 105 Utah Jazz (2)

O Utah Jazz empatou a série contra o Los Angeles Clippers ao vencer a quarta partida por 105 a 98 em casa.

Contando o retorno surpreendente do pivô Rudy Gobert e a ausência do ala-pivô Blake Griffin, a partida entre Utah Jazz e Los Angeles Clippers neste domingo começou equilibrada, com cinco empates e mais cinco mudanças de liderança no primeiro tempo. A equipe do técnico Quin Snyder soube aproveitar a presença de Marreese Speights no garrafão do time californiano e abusou dos pontos na área pintada. Foram 34 dos 55 pontos só nos primeiros 24 minutos de ação. Faltando oito minutos para o final do segundo quarto, o ala Gordon Hayward foi substituído por Joe Ingles e não retornou. A assessoria de imprensa do Utah Jazz anunciou que o jogador sofreu de problemas estomacais.

Sem Griffin, a posição de segundo pontuador da equipe do Clippers ficou para Jamal Crawford. O ala acertou cinco de seus seis arremessos de quadra e anotou 15 pontos. A liderança do Clippers subiu para seis pontos durante o terceiro quarto. Chris Paul foi o grande comandante com nove pontos, seis rebotes e quatro assistências em 11 minutos. A ausência de Hayward “travou” o ataque do Jazz que só se encontrava quando Joe Johnson tentava ações de um contra um.

Nesse cenário, Johnson devolveu os mandantes para o jogo. O veterano retornou quando o relógio apontava sete minutos e meio para o final da partida. A partir desse momento, foram 13 pontos, 11 de forma consecutiva. Oito dos dez arremessos de quadra convertidos pelo Jazz foram anotados ou assistidos por Johnson. Sem qualquer resposta defensiva, o Clippers também forçou muito no ataque. A equipe de Doc Rivers terminou a última parcial com 31% de aproveitamento nos arremessos gerais e apenas 12% nos tiros de longa distância.

No total, foram 38 pontos do Jazz no garrafão, marca inferior apenas aos 40 pontos registrados na vitória da equipe de Salt Lake City no jogo 1.

A quinta partida da série acontece na próxima terça-feira, em Los Angeles.

Destaques

Los Angeles

Chris Paul: 27 pontos, nove rebotes e 12 assistências
DeAndre Jordan: 12 pontos e dez rebotes
Jamal Crawford: 25 pontos
J.J Redick: 12 pontos

Utah

Joe Johnson: 28 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Rudy Gobert: 15 pontos, 13 rebotes e dois tocos
Joe Ingles: Oito pontos, 11 assistências, seis rebotes e dois roubos de bola
Derrick Favors: 17 pontos, seis rebotes e dois roubos de bola
Rodney Hood: 18 pontos e quatro assistências