Central do Draft: Conheça as principais características do armador Cole Anthony

Por Lucas Torres, da Central do Draft

Cole Anthony

Posição: armador
Universidade: North Carolina
Nacionalidade: Estados Unidos
Projeção no Draft de 2020: escolha de loteria
Medidas: 1,91m de altura e envergadura de 1,92m
Status pré-NCAA: recrutado 5 estrelas no ranking da ESPN americana

Um dos jogadores mais badalados da classe antes do início da temporada da NCAA após ter vencido os prêmios de MVP dos tradicionais ‘McDonalds All American’ e ‘Nike EYBL’ , Anthony representa a tradução completa do que se espera de um projeto para a posição de armador na NBA contemporânea.

O novato possui ótimo atleticismo e conta com um skillset que o permite criar o próprio arremesso em qualquer lugar da quadra- seja: em pullups antecedidos por crossovers avançados na média distância; floaters com excelente arco para bater protetores de aro; finalizações acrobáticas com ambas as mãos na área pintada; e arremessos de três pontos a partir do drible contra defensores que vão para atrás de screens.

Com alto volume de jogo ao estilo Damian Lillard (Trail Blazers) e Kyrie Irving (Nets), Anthony facilita o jogo para os companheiros muito mais por atrair a atenção dos adversários do que por pensar e organizar o jogo como um armador clássico.

Filho do ex-armador da NBA Greg Anthony, o jovem tem, porém, encontrado problemas para se manter eficiente na atual temporada (36.8% de aproveitamento em seus arremessos de quadra até aqui) por carecer de força física (80kg) que o permita manter-se equilibrado após o contato contra defensores mais maduros da NCAA.

A avaliação dos scouters em relação à sua capacidade de evoluir nesse aspecto será fator determinante para posicioná-lo – ou não – como uma escolha Top 5, isso porque essa questão não impacta ‘apenas’ sua efetividade como finalizador no garrafão e, por consequência, a maneira com que os defensores o defendem – concedendo-lhe mais ou menos espaço para seus pullups.

Mas é responsável também por lhe trazer dificuldades defensivas – sobretudo no que diz respeito à sua habilidade de marcar múltiplas posições, questão importantíssima em uma NBA que cada vez mais prioriza as trocas defensivas.

Acompanhe a Central do Draft diariamente:

no Instagram: http://instagram.com/centraldodraft

no Facebook: http://facebook.com/centraldodraft

e no site: www.centraldodraft.com.br