Chris Paul dá show e Hornets empata série

O New Orleans Hornets mostrou neste domingo que a vitória na primeira partida dos playoffs contra o atual bicampeão Los Angeles Lakers não foi um acidente. Liderado pelo armador Chris Paul, o Hornets, jogando em casa, derrotou o time angelino por 93 a 88 e empatou a série em 2 a 2. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, dia 26, às 23h30 (horário de Brasília), desta vez, em Los Angeles.

O jogo 4 entre Hornets e Lakers foi equilibrado até o final. A nove segundos do fim, o reserva Jarrett Jack, que até então estava zerado, acertou um arremesso próximo à linha do lance livre e o time da casa abriu vantagem de quatro pontos no placar: 90 a 86. Em seguida, o ala-pivô espanhol Pau Gasol fez uma cesta e o Lakers encostou novamente no marcador. Posteriormente, Jack ainda acertou mais três lances livres e a vantagem do Hornets subiu para cinco pontos. O astro Kobe Bryant e o veterano Derek Fisher ainda tentaram arremessos de longa distância, mas falharam.

O destaque do embate foi Chris Paul, que, no final do terceiro quarto, já havia alcançado o triple-double. Ele terminou a partida com 27 pontos (14 deles no último quarto), 13 rebotes e 15 assistências. Outros jogadores que contribuíram para o triunfo do Hornets foram o ala Trevor Ariza, que marcou 19 pontos, além de fazer uma ótima marcação em Kobe Bryant, e o ala-pivô Carl Landry, que anotou 16 pontos. Pelo Lakers, Bryant foi o cestinha, com 17 pontos. O detalhe é que ele ficou zerado durante todo o primeiro tempo. O camisa 24 ainda deu um susto na torcida angelina. A um minuto e meio do fim da partida, Bryant lesionou o tornozelo esquerdo. Entretanto, o astro permaneceu em quadra até o final do duelo.

Confira, no vídeo abaixo, os melhores momentos da partida.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=_l-1zv7uk_g&feature=feedu]

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.