Classificado como terrorista, Enes Kanter tem pedido de prisão expedido na Turquia

Enes Kanter realmente está com sérios problemas em seu país natal. Um promotor da Turquia expediu pedido de prisão contra o atleta do Oklahoma City Thunder, alegando que ele teria ligações com terrorismo. Segundo o periódico pró-governo Daily Sabah, o promotor estaria enviando um alerta para a Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) sobre o jogador após aval de um juiz turco.

O pivô havia sido detido na Romênia na semana passada e ficou sem poder voltar ao seu país por ter tido seu passaporte cancelado. Ele retornou aos EUA menos de 24 horas depois. A origem dos problemas estaria na posição política do reserva do Thunder: ele é um veemente crítico do presidente turco, Recep Erdogan, e já fez discursos de apoio ao líder religioso Fethullah Gullen – considerado terrorista por simpatizantes do atual governo.

Kanter é ameaçado de morte na Turquia, tratado como um traidor da pátria pelos apoiadores de Erdogan e até foi deixado de fora da seleção do seu país recentemente por supostos “motivos técnicos”. Seus pais afirmaram publicamente que reprovam a postura do filho e não tem mais nenhum tipo de contato com ele. Renegado pelo país e família, o pivô já disse que pretende dar entrada no pedido de cidadania norte-americana nos próximos meses.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.