Clifford admite decepção com início de temporada do Hornets

Steve Clifford 4

Da contratação de novos reforços à volta do nome “Hornets”, tudo parecia indicar que Charlotte teria uma temporada de sucesso e conseguiria a segunda classificação seguida aos playoffs. Parecia, até a campanha começar. A forte marcação do primeiro semestre “desapareceu” e a equipe revelou-se a maior decepção deste início de ano, com só cinco vitórias em 20 jogos. O técnico Steve Clifford admite que, até o momento, nada tem acontecido como o esperado.

“Eu diria que estou decepcionado. Pensei que, a esta altura da temporada, nós estaríamos em uma posição muito diferente na tabela. Tivemos momentos em que jogamos bem o bastante para vencer, mas precisamos sustentar estes bons períodos por mais tempo e manter o foco em melhorar a cada dia”, disse o treinador, que teve seu contrato estendido até 2016 com a classificação à pós-temporada na última campanha.

Neste momento, o Hornets está entre os dez piores times da NBA em pontos anotados (94.2) e sofridos (101.2) por jogo. O que ainda gera confiança em Clifford para uma recuperação nos próximos meses é a postura de seus comandados. “Não acho que a questão seja atitude. Se fosse falta de esforço, teríamos um problema. Este é o motivo pelo qual acredito que vamos continuar melhorando com o andamento da temporada”, apontou.

Um dos grandes fatores para o início ruim da franquia é o baixíssimo desempenho de Lance Stephenson, contratado com status de grande reforço na offseason. Para tirar pressão do ala-armador, o técnico veio a público nas últimas semanas para falar que o ex-jogador do Indiana Pacers “não é um astro”. As palavras podem parecer pesadas e até motivaram rumores sobre problemas de conduta, mas ele garante que sua relação com o atleta é boa.

“Lance tem novos companheiros e está aprendendo a jogar com eles. É uma questão de estar confortável. Nós conversamos outro dia e disse que é preciso saber lidar com a frustração e desapontamento da mesma forma como se lida com o sucesso. É um aprendizado e você segue em frente”, resumiu o treinador, acreditando que o polêmico jogador vai retomar seu melhor basquete em breve.

Clifford assumiu o Hornets no meio do ano passado, depois de mais de 20 anos de experiência como auxiliar de alguns dos principais treinadores da liga. Ele conduziu o time a 42 vitórias em sua primeira campanha no comando da equipe e classificou-se aos playoffs em sétimo lugar, mas acabou “varrido” pelo Miami Heat na primeira fase do mata-mata.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • joaospurs

    Decepção é pouco.

  • marquin

    Esse Bobcats é uma franquia fadada ao fracasso. Encheram o marginal do Lance Stephenson de dinheiro e acabaram com a sintonia do time. Aí está o resultado. O mesmo Bobcats de sempre, que conhecemos…