Com atuação espetacular de Grant Williams, Tennessee supera Vanderbilt na prorrogação

SEC

(17-1) Tennessee 88 x 83 Vanderbilt (9-9)

Tennessee
Grant Williams: 43 pontos, oito rebotes, quatro tocos, 23-23 nos lances livres e 10-15 nos arremessos de quadra
Jordan Bone: 14 pontos e sete assistências

Vanderbilt
Aaron Nesmith: 24 pontos, seis rebotes, dois tocos e quatro bolas de três pontos convertidas
Saben Lee: 21 pontos, quatro rebotes e sete assistências

 

(9-9) Georgia 82 x 92 LSU (15-3)

Georgia
Rayshaun Hammonds: 18 pontos
Nicolas Claxton: 15 pontos e nove rebotes
Derek Ogbeide: 14 pontos e cinco rebotes

LSU
Tremont Waters: 26 pontos, quatro assistências, quatro roubos de bola
Skylar Mays: 20 pontos
Naz Reid: 15 pontos, sete rebotes, três tocos e cinco desperdícios de bola


Big 12

(11-8) Texas 61 x 65 TCU (14-4)

Texas
Kerwin Roach II: 15 pontos e quatro rebotes
Jaxson Hayes: dez pontos, seis rebotes e cinco tocos

TCU
Desmond Bane: 17 pontos e sete rebotes
Kouat Noi: 15 pontos e 11 rebotes


Big Ten

(13-6) Purdue 79 x 67 Ohio State (12-6)

Purdue
Carsen Edwards: 27 pontos, quatro rebotes, quatro assistências, cinco roubos de bola, quatro bolas de três pontos convertidas e sete desperdícios de bola
Ryan Cline: 13 pontos

Ohio State
Andre Wesson: 22 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Musa Jallow: 12 pontos, seis rebotes e cinco roubos de bola


Mountain West

(7-12) Colorado State 60 x 100 Nevada (19-1)

Nevada
Jordan Caroline: 26 pontos, sete rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Cody Martin: 19 pontos, cinco assistências e 9-10 nos arremessos de quadra
Caleb Martin: 18 pontos, quatro rebotes e seis bolas de três pontos convertidas
Trey Porter: 13 pontos

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • João Víctor Matos

    Alguem tem acompanhado mais de perto esse Grant Willians? 76ers esta precisando de um PF. Talvez ele sirva.

    • Marcos Gordinho

      Caramba que números!!! Vou colocar o menino no meu radar, vai que ele ganhe consistência, será pick de peso.

      • João Víctor Matos

        Ja é junior. Deve sair no final da primeira rodada. Mas me chama atenção a excelente porcentagem em lance lovre.

        • Marcos Gordinho

          Não sei para os outros, aproveitamento de lance livre para mim diz muito de um jogador.

    • felipe fernando Oliveira

      Ele não é PF é um SG/SF. Mas ele joga muito. É um junior e vem crescendo de maneira gradativa mas solida juntamente com o time. Mas quem la em Tennesse me chama a atenção é o ala deles Admiral Schofield. Esse já vem pronto pra NBA. Pra mim está entres os 3 melhores 3 and D dessa classe.

      • gusilvalima10

        Felipe, o João Víctor tem razão. Ele joga de ala-pivô. Eleito melhor jogador da SEC na última temporada e caminhando para receber o mesmo prêmio este ano. Tem 20 anos e está cotado para o fim da primeira rodada / início da segunda.

        • felipe fernando Oliveira

          É verdade. Mas vale ressaltar que Tennesse joga um smal Ball. No high school ele jogava de SF e hoje com 2,03/2,05 ele joga de PF em Tennesse. E como eu disse Tennesse joga um smal Ball onde Admiral Schofield joga de SF com 2,00 e Kyle Alexander que é PF joga de C e forma o garrafão em Tennesse com Grant. Mas no contexto da equipe ele é sim PF. Mas não acredito que na NBA ele volte a jogar de SF.

  • Joabe#VamoSpurs

    Grant Willians, coitado do garoto, se ele bater sempre muitos FT, como nesse jogo, mais um a ser hateado qdo chegar na NBA😂