(27-20) Miami Heat 90 x 99 Houston Rockets (33-12)

Pela primeira vez nesta temporada, Miami Heat e Houston Rockets mediram forças. A franquia da Flórida, venceu nada menos que oito dos últimos dez jogos que disputou e hoje já ocupa a quarta colocação da conferência Leste (na cola do Cleveland Cavaliers, terceiro colocado). Por outro lado, o Rockets, jogando em casa, começou a partida com a moral elevada, já que vinha de uma vitória importantíssima contra o líder do Oeste, Golden State Warriors.

Os visitantes, além de enfrentar uma das melhores equipes da NBA, não puderam contar com o armador e destaque do time na temporada, Goran Dragic, que teve problemas no joelho. Apesar do ótimo momento de Spoelstra e seus comandados, o time de Houston confirmou o favoritismo e venceu o embate (99 a 90).

Entretanto, quem começou ditando o ritmo do jogo foi o Heat. Muito acionado no início da partida, Hassan Whiteside dominava as ações ofensivas do time, tanto no pick and roll, como servindo os companheiros quando atraía a marcação. Não conseguindo encontrar respostas para a formação rápida e baixa do adversário, o técnico Mike D`Antoni fortaleceu a defesa com o brasileiro Nenê e o ala P.J. Tucker em quadra. Mesmo assim o Heat manteve vantagem de oito pontos no placar, graças ao excelente aproveitamento de 71% nos arremessos no primeiro quarto.

No segundo período, o Rockets conseguiu equilibrar a partida. Com um volume maior de jogo, especialmente no que tange aos arremessos de longa distância, os anfitriões chegaram a igualar o marcador. Porém, Whiteside estava impossível no primeiro tempo. O pivô angariou 18 pontos e converteu nove de 11 arremessos tentados nos dois primeiros quartos, fazendo a diferença para os visitantes, que foram para os vestiários liderando por quatro pontos.

Apenas no terceiro período e pela primeira vez na partida, o time de Houston conseguiu passar à frente no placar. Mesmo assim, a volta do intervalo foi ruim para as duas equipes. O equilíbrio era evidente não só nas alternâncias de liderança do placar, mas também nos desperdícios de bola e arremessos forçados de forma desnecessária.

Apesar do bom início de Chris Paul no quarto derradeiro, o Rockets não conseguia impor seu ritmo de jogo, já que o Heat, embora sem fazer uma grande partida, encontrava seus arremessos em jogadas simples, com boa movimentação de bola. Somente nos instantes finais, com Harden e Chris Paul combinando para conversões de arremessos de quadra, o time de Houston selou a vitória e liquidou a fatura.

Na sequência da temporada regular, o Houston Rockets jogará contra o Dallas Mavericks, que apesar da diferença entre as campanhas na atual temporada, trata-se de um clássico no Texas. Já o Miami Heat volta para casa, onde receberá o Sacramento Kings na quinta-feira.

Destaques

Miami

Hassan Whiteside: 22 pontos, 13 rebotes, três roubos de bola, sete erros de ataque
Wayne Ellington: 13 pontos e cinco rebotes
Kevin Olynyk: dez pontos
Jason Richardson: 12 pontos
James Johnson: dez pontos, quatro assistências

Houston

James Harden: 28 pontos, cinco assistências, seis erros de ataque
Chris Paul: 16 pontos, seis rebotes, seis assistências, três roubos de bola
Clint Capela: 14 pontos, oito rebotes
Eric Gordon: 16 pontos
Nenê: dois pontos, cinco rebotes, três assistências, dez minutos


(13-33) Sacramento Kings 107 x 112 Charlotte Hornets (19-26)

Destaques

Sacramento

Skal Labissiere: 23 pontos
Buddy Hield: 18 pontos, cinco rebotes
De’Aaron Fox: 16 pontos, sete assistências
Willie Cauley-Stein: 11 pontos e dez rebotes

Charlotte

Kemba Walker: 26 pontos, nove assistências, seis rebotes, seis erros de ataque
Marvin Williams: 14 pontos
Dwight Howard: 14 pontos, 16 rebotes, seis tocos
Nicolas Batum: 14 pontos, seis rebotes
Jeremy Lamb: 18 pontos, cinco rebotes


(19-28) Utah Jazz 90 x 104 Atlanta Hawks (14-32)

Destaques

Utah

Alec Burks: 17 pontos
Donovan Mitchell: 13 pontos, seis rebotes
Rudy Gobert: seis pontos, dez rebotes, três tocos, três roubos de bola
Raul Neto: 11 pontos, 15 minutos
Royce O’Neale: dez pontos, cinco rebotes

Atlanta

Dennis Schroder: 20 pontos
Taurean Prince: 17 pontos e três roubos de bola
Kent Bazemore: 11 pontos
Marco Belinelli: 11 pontos


(17-30) Phoenix Suns 105 x 109 Milwaukee Bucks (24-22)

Destaques

Phoenix

TJ Warren: 23 pontos
Greg Monroe: 19 pontos, sete rebotes
Devin Booker: 14 pontos, oito assistências, três roubos de bola

Milwaukee

Khris Middleton: 35 pontos, seis rebotes, dois roubos de bola
Malcolm Brogdon: 32 pontos, quatro rebotes, três roubos de bola
Eric Bledsoe: 19 pontos, sete assistências, quatro roubos de bola
John Henson: dez pontos, seis rebotes, três roubos de bola


(22-21) Philadelphia 76ers 101 X 105 Memphis Grizzlies (17-29)

Destaques

Philadelphia

Dario Saric: 22 pontos, dez rebotes
Timothé Luwawu-Cabarrot: 20 pontos
Robert Covington: 18 pontos, seis rebotes
Joel Embiid: 15 pontos e 14 rebotes

Memphis

Marc Gasol: 19 pontos, seis rebotes
Tyreke Evans: 18 pontos, oito assistências
Mario Chalmers: 17 pontos, três roubos de bola
Jarell Martin: 12 pontos, oito rebotes
Myke Henry: 12 pontos, quatro roubos de bola


(26-21) Washington Wizards 75 x 98 Dallas Mavericks (16-31)

Destaques

Washington

Bradley Beal: 18 pontos
John Wall: 11 pontos, cinco assistências

Dallas

Harrison Barnes: 20 pontos, dez rebotes
Dennis Smith Jr: 17 pontos, seis assistências
Wesley Matthews: 14 pontos
Yogi Ferrell: 14 pontos, cinco rebotes


(18-29) Chicago Bulls 128 X 132 New Orleans Pelicans (25-21) – (2TE)

Destaques

Chicago

Jerian Grant: 22 pontos, 13 assistências, cinco rebotes, seis erros ofensivos
Robin Lopez: 22 pontos
Zach LaVine: 19 pontos, cinco rebotes
Lauri Markkanen: 14 pontos, 17 rebotes
Justin Holiday: 15 pontos, sete rebotes
Nikola Mirotic: 14 pontos

New Orleans

DeMarcus Cousins: 44 pontos, 24 rebotes, dez assistências, quatro roubos de bola, em 52 minutos
Anthony Davis: 34 pontos, nove rebotes, cinco assistências
E’Twaun Moore: 15 pontos, cinco rebotes, quatro roubos de bola
Jrue Holiday: 12 pontos, seis assistências


(25-22) Portland Trail Blazers 101 x 104 Denver Nuggets (24-23)

Destaques

Portland

Damian Lillard: 25 pontos, oito assistências
Jusuf Nurkic: 19 pontos, 12 rebotes, três tocos
CJ McCollum: 12 pontos, quatro assistências
Ed Davis: nove pontos, dez rebotes

Denver

Jamal Murray: 38 pontos, seis assistências, cinco rebotes, 14-19 nos arremessos de quadra
Nikola Jokic: 16 pontos, 12 rebotes, cinco assistências
Gary Harris: 13 pontos
Mason Plumlee: 11 pontos, sete rebotes, cinco assistências


(31-18) Minnesota Timberwolves 126 x 118 Los Angeles Clippers (23-22)

Destaques

Minnesota

Andrew Wiggins: 40 pontos, seis rebotes
Jeff Teague: 30 pontos, seis assistências
Nemanja Bjelica: 18 pontos, nove rebotes, quatro assistências
Taj Gibson: 14 pontos, seis rebotes, quatro roubadas
Karl-Anthony Towns: 11 pontos, 17 rebotes, 1-7 em arremessos

Los Angeles

Blake Griffin: 32 pontos, 12 rebotes, 12 assistências
Montrezl Harrell: 23 pontos, seis rebotes
Lou Williams: 20 pontos, sete assistências
Milos Teodosic: 15 pontos, seis assistências

  • Diego

    Que me perdoe quem torce pra blazers e Wizards , mas Lillard e Wall parece que vão ficar estagnados pra sempre jogando em seus times. Seria interessante ver os 2 em outros lugares, apesar de ser improvável

    • Igor Dourado

      Lillard acho mais capaz de sair! Torço pra isso. Infelizmente determinados atletas tendem s ficar em um limbo, em especial aqueles fiéis às suas equipes que, apesar de bons jogadores, não conseguem ser tão extraordinários a ponto de atrair novas peças. Lillard seria uma ótima segunda opção em um time, bem como o Wall seria um organizador mortal em um time com um dois scorers natos.

      • Marcio

        Perfeita sua analise…. Mais ambos dificilmente iram sair de suas respectivas franquias, por conta da lealdade por ambas.

      • Rodrigo Morais

        Holiday e a pick pelo Wall, e deixa o Wall ser feliz com as torres gêmeas do lado ahahahahaha

      • Matheus Bernardo

        Senao me engano Lillard ja disse uma vez que pretende se aposentar nos Blazers.

        • Asf 152

          Ele fala isso pra tentar atrair jogador pra lá, muitos atletas falam isso e depois vão pra outro time

      • Guilherme Petros

        SEGUNDA opção? Aí não, eles nunca topariam. Eles tem bola pra serem titulares em muitas equipes da NBA. A menos que a gente só considere a rivalidade Warriors X Cavs como única final possível.
        Seriam titulares no Toronto, apesar do muito bom e subestimado Kyle Lowry. No Spurs, com a iminente aposentadoria de Parker. No Wolves, apesar do também muito bom Teague. No Heat, mesmo com o muito bom e inteligente Dragic. Isso só considerando times que estejam entre os 4 primeiros de suas conferências.

  • Tulio Machado

    Se o Markkanen é o Dirk atlético! Observem o futuro do Bulls

  • Gustavo Henrique

    Pqp cousins que TD insano, que homem!!!

  • Marcio

    Que isso em Cousins, deito e rolou no jogo e ainda fez chover!! Que homem insano!

  • Will

    DeMarcus Cousins: 44 pontos, 24 rebotes, dez assistências, quatro roubos de bola, em 52 minutos
    Caramba! Impressionante!

    • Bruno Silva

      Descansar é para fracos !!! rs

      • Will

        Performance dominante do DMC!
        Esse garrafão do Pelicans com ele e o Anthony Davis é MUITO forte!
        Pena que o restante do elenco não esteja no mesmo nível das torres gêmeas do NOLA…

    • Eduardo Silva

      Ainda tem nego no face q fala q o Davis ta levando o Cousins nas costas, n sei a onde kkk

      • Bruno Macedo

        O pior foi a lista que fizeram com o Davis na frente do cousins na briga do MVP.

  • King Cuban #MFFL

    Desde 2010 os Wizards venceram os Mavs em apenas uma ocasião… Não dava para contar com a a ajuda deles no tank e seria uma derrota muito importante pois ficaríamos apenas a um jogo dos Hawks e Magic…

  • Rogério Júnior

    O que mais me impressiona no DeMarcus Cousins é a capacidade que ele tem de passar a bola mesmo com a altura elevada. Que jogador espetacular!

  • vsr.snake

    Pra variar o Sixers perdeu mais um jogo pra time lá debaixo da tabela…

  • Mario Scarpari

    apesar de torcer pro SAS, to torcendo muito pro Pelicans ir aos offs, Boogie merece demais!

    • Boogie merece mesmo… Davis e Boogie precisam jogar nos playoffs e por muitas temporadas ainda!

  • Edu Silva

    Timberwolves tá sinistro… E ninguém tá dando nada pelos caras.

    • Guilherme Petros

      terceiro do oeste já, né? Galera ta falando mesmo de um monte de time e esquecendo que os lobinhos tao crescendo.

    • Vitor Martins

      Melhoraram bastante, mas sempre quando vejo jogos deles fico indignado por terem contratado o Teague. Jogador mais sem sal da NBA, na minha opinião.

  • Gustavo – DefendTheLand

    As coisas só pioram em Cleveland.
    https://twitter.com/wojespn/status/955636272181272576

  • Doug

    Putz…que isso Boogie…espero que os pelicanos alcem vôo…e o Wiggins, hein…ô moleque…podia estabilizar logo o seu jogo…

  • Wall veio pra essa temporada? Impressionante como está apagado.

    Griffin, quem dera esse cara não tivesse sofrido tanto com lesões. É um jogador completo e que evoluiu ano após ano.

  • Guilherme Petros

    – Heat e Rockets foi jogaço! Único que eu vi, passou na TV e ainda nem vi mais nada praticamente.

    -“DeMarcus Cousins: 44 pontos, 24 rebotes, dez assistências, quatro roubos de bola, em 52 minutos
    Anthony Davis: 34 pontos, nove rebotes, cinco assistências”
    PQP. hahahaha

    – Marc Gasol ainda é consegue ser o cara. Apesar da marra deste ano e da temporada MUITO abaixo do esperado.

  • DNT – Porzingod MVP

    Gostei demais da atuação do Markkanen no clutch time, moleque tem futuro.

  • Thiago / The Legend of NFL

    DMC não sabe brincar. Hahahaha
    Ele está jogando MTO, mas o fator Free agency, para mim, tem um pesinho aí.

    Wolves se consolidando. Towns mesmo não sendo o Towns ainda conseguiu DD. E esse Harrell parece estar evoluindo mesmo. Só faltava tempo de quadra.

  • Sérgio Menezes

    Que time fraco esse do wizards. O time do wall mais uma vez atrapalha o tank dos mavs, mas pelo menos atlanta e memphis tambem venceram.

  • Jefferson Cavalcanti

    Wizards e sua capacidade incrível de ganhar dos melhores e perder feio para os piores

  • Gabriel S Monteiro

    Como joga o DM, podem falar o que quiser do cara, que é maluco problemático, mas de basquete ele entende, é um monstro.

    Dany Boy bem que poderia mandar um caminhão de picks + Horford se ele garantisse uma renovação, claro que isso não quer dizer que NOLA irá aceitar, mas que Boston seria um time foda seria! hahaha

  • TRUETHIAGO

    Olha aí, os Cavs não estão atrás de um novo treinador?

    https://twitter.com/BleacherReport/status/955820663293562881

  • TRUETHIAGO

    Bom, falando sério agora, “deja vu” clássico ontem, em Memphis. Mesmo nas vitórias, raramente o time consegue jogar os 4 quartos num nível similar, é sempre essa montanha russa, até quando consegue abrir boas vantagens (10, 15, 20 pts…) não sabe fechar as partidas, tomando um festival monte de viradas. Confesso que já perdi as contas, mas foram no mínimo umas 8 derrotas assim.

    De qualquer forma, era um roteiro bastante previsível, infelizmente. A campanha é até acima do esperado, na minha opinião, e se os Pistons continuarem nessa derrocada, pode ser que belisquem essa vaga, conseguindo manter esse aproveitamento na faixa dos 50%.

    http://jumperbrasil.lance.com.br/previsao-da-temporada-philadelphia-76ers-4/