Com dois representantes cada, Grizzlies e Heat dominam Top 5 dos novatos

Por Lucas Torres, da Central do Draft

Muito perto da metade da temporada da NBA, Ja Morant (Grizzlies) e Kendrick Nunn (Heat) seguem disputando a corrida de ‘dois cavalos’ pelo prêmio de Calouro do Ano que ambos têm protagonizado desde as primeiras semanas da season.

Como novidade, porém, a primeira atualização do ano de 2020 projeta seus companheiros de equipe Brandon Clarke (Grizzlies) e Tyler Herro (Heat) também como integrantes do que hoje seria o ‘Primeiro Time dos Calouros’.

‘Intruso na festa’, o ala-pivô PJ Washington (Hornets) usou de muita versatilidade ofensiva para atuar com a eficiência e a consistência de um veterano em cada uma das 32 vezes em que pisou na quadra até aqui.

Confira abaixo a análise do Top 5:

1 – Ja Morant (Memphis Grizzlies)

Números: 17.6 pontos / 6.5 assistências e 3.2 turnovers / 1 Roubo de Bola / 47.1% nos arremessos de quadra / 40.9% na linha dos 3-PT com média de 2.3 tentativas por jogo

Alguns jogadores levam anos para encontrar seus nichos na NBA. Morant, no entanto, certamente não é um deles. Em 29 jogos, o novato já estabeleceu sua identidade e – mais importante que isso pelo fato de ser um armador – colocou sua impressão digital no modo de atuar de sua equipe.

Um dos jogadores mais velozes e atléticos da liga, Morant tem combinado seus atributos físicos com ótimo controle de bola para ‘morar’ no garrafão adversário – liderando a classe em infiltrações por partida com 16.8 (é o 10º entre todos da NBA) e em tentativas de arremesso no garrafão com média de 10.

Sua habilidade de colocar muita velocidade com a bola nas mãos – somada à rara característica de avançar a bola, sem fazer questão de quica-la, em cenários de transição – se traduziu também na ‘reinvenção’ do basquete jogado em Memphis.

A equipe que, em 2018/19, foi a lanterna da liga no ranking de pace, ocupa a 5ª colocação neste momento da temporada.

2 – Kendrick Nunn (Miami Heat)

Números: 15.7 pontos / 3.7 assistências e 1.9 turnover / 44% nos arremessos de quadra / 34% nos arremessos do perímetro, com média de 6.1 tentativas

Titular em todas as partidas de um empolgante Miami Heat, atual terceiro colocado na Conferência Leste com uma campanha de 25 vitórias e 9 derrotas, Nunn tem mostrado maturidade para sua queda no âmbito dos arremessos de quadra e – sobretudo – nos arremessos do perímetro (32.8% de aproveitamento nas últimas dez partidas) com uma melhora significativa como criador de jogadas para os companheiros (4.4 assistências com 1.4 desperdício de bola no mesmo período).

Sua atuação contra o Toronto Raptors, na noite da última quinta-feira (2/01), talvez tenha sido o maior exemplo dessa evolução de ‘cestinha puro’ para um jogador ofensivamente mais completo – que encontra maneiras diversas de impactar o jogo positivamente.

Nunn converteu apenas 3 de seus 14 arremessos de quadra – terminando a partida com apenas 7 pontos, mas distribuiu 9 assistências, não cometeu sequer um turnover, e liderou sua equipe no âmbito do ‘plus/minus’ com uma diferença positiva de 18 pontos. 

3 – Tyler Herro (Miami Heat)

Números: 13.7 pontos / 4.2 rebotes / 42.2% nos arremessos de quadra / 39% nos arremessos do perímetro, com média de 5.4 por partida

O ala-armador tem sido mais do que ‘apenas’ o melhor arremessador da classe de 2019 e já tem se colocado entre os melhores da liga no quesito.

Herro lidera a NBA em eficiência em cenários de spot up (parado, esperando o chute) entre os atletas utilizados em ao menos duas posses de bola por partida nesse cenário ao produzir 1.40 ponto por posse.

Versátil, o novato compõe também o seleto grupo de jogadores que produzem mais de 1 ponto por posse quando utilizados ‘correndo em torno de screens‘ – com média de 1.02.

4 – PJ Washington (Charlotte Hornets)

Números: 12.6 pontos / 5.2 rebotes / 1.0 roubo de bola / 47.9% nos arremessos de quadra / 42% nos arremessos do perímetro, com média de 3.5 tentativas

O ex-jogador da Universidade de Kentucky tem sido consistente durante toda a temporada – exibindo muita versatilidade na posição 4 – sobretudo no lado ofensivo da quadra.

Com muita fluidez em seu arremesso de longa distância em cenários de catch and shoot, Washington tem rapidamente se transformado em um stretch 4 confiável no sistema do treinador James Borrego.

Longe de ser ‘unidimensional’, no então, o novato usa sua fluidez atlética e bom controle de bola para colocar a bola no chão e atacar closeouts contra jogadores mais pesados – além de fazer sólido trabalho utilizando seus 103 kg de bola força física, e o ótimo toque em seus ‘ganchinhos curtos’ de mão direita, para punir mismatches no post com consistência.

5 – Brandon Clarke (Memphis Grizzlies)

Números: 12.8 pontos / 5.4 rebotes / 64.4% nos arremessos de quadra / 45.7% nos arremessos do perímetro, com 1.2 tentativa por jogo

Que Clarke seria um pesadelo para as equipes adversárias em situações de transição e ‘rolando’ para a cesta em jogadas de pick and roll por conta de sua explosiva capacidade atlética – havia pouca dúvida antes mesmo do início da temporada.

Além de confirmar as expectativas nessas áreas (é o segundo melhor da liga em pick and rolls entre os jogadores usados em ao menos 2 posses de bola nesse cenário – produzindo 1.53 ponto por posse; e um dos melhores na transição com 1.37 ponto por posse, 90.3 percentile), o ex-jogador da Universidade de Gonzaga tem surpreendido com a acurácia em seu arremesso do perímetro.

Apesar de pouco volume (1.2 tentativa por jogo; 2 per 36), Clarke tem mantido as defesas ‘honestas’ em relação à sua habilidade de optar pelo chamado ‘pop’ no lugar de correr para o aro todas as vezes no jogo de dupla ao converter impressionantes 45.7% de suas tentativas longas em cenários de catch and shoot.

Acompanhe a Central do Draft diariamente:

no Instagram: http://instagram.com/centraldodraft

no Facebook: http://facebook.com/centraldodraft

e no site: www.centraldodraft.com.br


A partir do dia 6 de janeiro, todos aqueles que aderiram aos grupos de notícias por WhatsApp do Jumper Brasil, terão até três podcasts semanais de forma exclusiva. Caso queira participar, basta clicar aqui.