Randolph e Allen não receberam propostas para seguirem no Grizzlies

Ao que tudo indica, o Memphis Grizzlies não demonstrou interesse em renovar os contratos de dois de seus principais jogadores dos últimos anos. Os dois homens responsáveis pela estrutura da cultura “Grit-N-Grind” do Grizzlies, Tony Allen e Zach Randolph, não receberam uma oferta sequer da franquia, de acordo com o repórter Tim MacMahon, da ESPN.

“Randolph e Allen, que inventaram o core four de Memphis, juntamente com Marc Gasol e Mike Conley, manifestaram um forte desejo de permanecer em Memphis. No entanto, fontes disseram que o Grizzlies nunca chegou a fazer uma oferta para nenhum dos jogadores no período de agência livre. Allen assinou um acordo de um ano com o New Orleans Pelicans, pelo valor mínimo de US$2.3 milhões”, afirmou o jornalista.

A equipe do Tennessee optou por renovar o time e crescer através da juventude de seus jogadores, como a maioria das franquias fazem atualmente, deixando ainda o veterano Vince Carter de fora dos planos.

Depois de perceber a falta de interesse do Grizzlies, Randolph aceitou uma oferta de US$24 milhões do Sacramento Kings, que busca reconstruir a imagem da equipe, e enxergou Randolph como um mentor para o grupo. Ao assinar com o Kings, o Grizzlies prometeu aposentar o número de Randolph, assim como fará com a camisa de Tony Allen.

  • Vinícius Maia

    Estava na hora do Memphis mudar mesmo. Do jeito que estava, continuaria sendo um time que chegaria nos playoffs e cairia nas primeiras rodadas. Não me lembro de terem feito boas contratações na Free agency, mas se renovassem com Allen e Randolph, ficariam com o elenco engessado por mais alguns anos. Sem dos dois, a franquia pode pensar em adicionar jovens ao elenco.