Confiança do técnico ajuda Leandrinho a “ressuscitar” na NBA

SLAM

Leandrinho já conhecia Steve Kerr dos tempos em que atuava em Phoenix (Foto: SLAMOnline)

Muitos chegaram a duvidar de seu retorno à NBA após uma sequência de lesões e passagem pelo Novo Basquete Brasil (NBB), mas ele está comprovando este ano que ainda pode render na melhor liga do mundo. Estamos falando de Leandrinho. Desde que deixou o Phoenix Suns, onde atuou durante sete anos, Barbosa, como é conhecido no exterior, se tornou um journeyman e teve passagem por seis equipes. Longe das lesões, o brasileiro conseguiu contrato para a atual temporada com o Golden State Warriors, onde parece estar se firmando e recuperando a boa forma. Aos 32 anos, tudo indica que esta será sua melhor oportunidade de obter um título.

Um dos principais responsáveis pelo retorno de Leandrinho em bom nível é Steve Kerr. O jovem técnico do Warriors já conhecia o ala-armador dos tempos em que foi general manager do Phoenix Suns, entre 2007 e 2010. Os comentários do treinador não deixam dúvidas acerca da admiração do ex-jogador pelo brasileiro:

“Barbosa é um dos nosso líderes, apesar do fato de não jogar tantos minutos. Ele lidera o grupo que vem do banco e entende o valor e a importância do trabalho ético para os atletas que não atuam por muitos minutos. Ele começou com esta rotina. Acredito que ele seja uma das razões do bom desempenho do nosso banco nesta temporada”

A crença de Kerr no paulista foi fundamental. Leandrinho não teve um grande início com o time de Oakland, mas com a sequência o veterano se encontrou e vem ajudando de forma até surpreendente em 2015. Desde a virada do ano, o reserva anota em média 8,1 pontos em cerca de 15 minutos em quadra por noite. Contra o Denver Nuggets este mês, na transmissão americana, o comentarista da emissora chegou a dizer que é “difícil deixar Barbosa fora da quadra”.

Leandrinho vem aproveitando 41% dos arremessos de três pontos, rendimento que poucos obtêm. Verdade seja dita, ele arrisca apenas 1,7 vez por partida. Os acertos, porém, confirmam que ele está arremessando com inteligência e, como um reserva, isso é o suficiente para ajudar a equipe. Contra o Utah Jazz, domingo passado, por exemplo, foram oito acertos em dez arremessos de quadra.

Os números demonstram que o brasileiro tem ajudado a equipe de Steve Kerr, que vem ganhando cada vez mais confianca para deixar Leandrinho em quadra. O próprio cotejo contra o Utah Jazz é uma prova disso, pois ele esteve na quadra durante exatos 27 minutos e 42 segundos, apenas 47 segundos a menos que o jovem Harrison Barnes, o titular da posição na partida em questão.

Getty

Leandrinho já disputou 57 jogos nesta temporada (Foto: Getty Images)

Somente a análise destes números, porém, não basta. É preciso verificar que o brasileiro corresponde quando tem oportunidade de permanecer em quadra. Nos últimos cinco jogos que atuou por pelo menos 20 minutos, obteve média de quase 14 pontos. Defensivamente, o brasileiro, que nunca foi um bom defensor, tem tido a missão de colar nos arremessadores rivais quando está em quadra. Contra o Pistons, por exemplo, vigiou individualmente Jodie Meeks e ante o Nuggets fez o mesmo com Jameer Nelson.

O ala-armador forma, junto a nomes como Andre Iguodala e o ótimo arremessador de média distância Marreeese Speights, um banco de suplentes respeitável. Ainda vale lembrar que o Warriors tem muitos jogadores experientes, como Andrew Bogut, Iguodala e David Lee, mas Leandro fornece uma experiência de playoffs que alguns destes atletas não têm. O melhor sexto homem da temporada 2006-2007 já participou seis vezes da pós-temporada e foi a três finais de conferência. Sempre iniciando do banco, ele somou médias de 9,6 pontos atuando na fase decisiva.

Nos playoffs de 2015 Leandrinho dificilmente jogará por muitos minutos. Isso porque sempre que ele atuou por 20 ou mais minutos foi em razão de desfalques, como a recente ausência de Klay Thompson. O importante é que mais do que bons números, Leandrinho construiu a confiança de Steve Kerr este ano. Em caso de necessidade, o técnico não hesitará em lançar o veterano por mais minutos. O brasileiro, que tem vínculo assinado apenas para esta temporada, também deve saber que esta é uma chance de ouro na NBA.

*Escrevo neste espaço às quintas-feiras. Contato: jvrpires@gmail.com

  • joaospurs

    BOa Leandrinho! Tomara que continue jogando assim.

  • ANDRÉ LÉO HAWKS

    fico feliz, leandrinho dando a volta por cima, tem muita lenha pra queimar ainda na nba !

  • Arthur Soprani

    Tomara que ganhe um título nos Warriors. Joga muito!

  • Galvão – EL HEAT

    Acho que o modo do Carr trabalhar ajuda muito os jogadores, o sistema do Carr é excelente, e ajudou muito o Leandrinho a se reerguer. Como nós comentamos aqui no começo da temporada, ele fez bem de ter ido do GSW, jogar em um time mais equilibrado te dá mais tranquilidade pra jogar, e ele tem aproveitado isso bem.

    • Horácio

      O Kerr é muito bom mesmo

  • Michel Moral

    O fato de estar saudável também tem ajudado muito.

    Leandrinho evoluiu muito no basquete. De um “ligeirinho” a um jogador técnico.

    Acho que ele se acomodou em certos momentos da carreira também, mas hoje Kerr o fez ressurgir.

  • Jordhan Dias

    Quando iniciou a temporada, só imaginei dois times em que ele conseguiria contribuir dentro e fora de quadra: Warriors e Suns.
    Imagino que pelo estilo de jogo, e pelo andamento de renovações de contratos, ele esteja inserido no elenco para o próximo ano!!
    Curry, Klay, Barnes, Iguodala, Barbosa e Shaun Linvigston, não tem do que reclamar o Kerr!

  • Augusto Lima

    Muitos gente por aqui detonou o Leandrinho. Assim como é ridículo ser um torcedor-modinha, é feio detonar um cara que tem potencial(o Leandrinho por exemplo) mas está numa fase ruim(saúde, vida pessoal,cabeça,…).

    Vamos se ligar.

    • ANDRÉ LÉO HAWKS

      hã ? kkkk cafundiu tudo aqui véi, num entendi nada kkkkkkkk

  • Rafael lima

    Boa leandrinho, continue assim cara, só pra deixar registrado esse excelente jogo contra os lasers.

    Leandro Barbosa 26 pts vs Lakers – Game 7 – 5/6/06: https://youtu.be/9PeG8-obP1E

  • Nicolas Dias

    Saudável Leandrinho é muito útil vindo do banco, e aonde quer que tenha passado sempre foi dito que ele é um excelente elemento de vestiário, aquele cara que mantém o clima tranquilo e controla os egos, e em uma liga com tantos egos inflados um cara capaz de manter a tranquilidade no vestiário (além de trazer bons pts vindo do banco) é extremamente útil e tem espaço em qualquer lugar, o que rola fora de quadra é tão importante quanto o que acontece dentro, só ver os Pacers do ano passado, a enorme queda de rendimento pós-all star e tudo por motivos extra-quadra.