Confiante, Brook Lopez avisa o resto da NBA: “Bucks quer ser o melhor time da liga”

(Photo by Stacy Revere/Getty Images)

Brook Lopez foi ousado em suas previsões chegando ao Milwaukee Bucks, na última offseason, ao dizer que a franquia tinha condições de vencer a conferência Leste. E, no fim das contas, ele tinha razão: o time conquistou 60 vitórias, teve o melhor recorde da temporada regular e ficou a duas vitórias das finais da NBA. O título não veio, mas o pivô ficou muito satisfeito com o desempenho coletivo.

“A última temporada foi ótima. Atingir os resultados que conseguimos no primeiro ano meu e do técnico [Mike] Budenholzer aqui foi fantástico. É claro que ficamos decepcionados por não termos sido finalistas, pois sentíamos ter o que era preciso, mas acho que aprendemos muito com a experiência. Estaremos preparados para chegar lá em 2020”, afirmou o veterano, em entrevista ao site HoopsHype.

É evidente que, diante do sucesso na campanha passada, a confiança de Lopez só aumenta ao projetar a próxima temporada. A imagem do Bucks ao redor da NBA, porém, alterou-se: o time não é mais a surpresa da liga e passará a ser encarada como um “alvo” pelos adversários. A situação mudou muito em relação ao último ano, mas o titular não quer uma mudança de postura por parte do plantel.

“Nós entraremos na temporada com a mesma confiança e mentalidade. Isso não é arrogância, mas produto da crença que existe dentro do elenco e no sistema. Nós queremos ser o melhor time que pudermos, o melhor time da liga, então estamos confiantes de que podemos competir contra qualquer um. Trabalhamos todos os dias para isso”, cravou o experiente pivô, seguro da capacidade do grupo.

O que mudou não foi só a forma como o Bucks é visto. A franquia também acumula agora a vantagem do entrosamento: exceto Malcolm Brogdon, conseguiu manter o seu elenco intacto e renovou com os outros agentes livres importantes do plantel que chegou às finais do Leste há poucos meses. Essa sequência não é um jogador que recebe contrato, mas Lopez aponta como o maior reforço de Milwaukee.

“Continuidade é um fator enorme. Manter uma base, obviamente, quer dizer que o elenco não terá que aprender tudo muito rápido ou com a temporada andando. A sequência ajuda muito com intangíveis como as relações entre os jogadores e os treinadores. Os grandes times da história da NBA foram construídos a partir de continuidade”, justificou Lopez, com a confiança de que o título virá em 2020.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Jg10 Natividade

    Menos..

  • JD

    Vai depender do Giannis atingir seu potencial pleno, melhorando seu arremesso.
    Se isso acontecer, o Bucks disputará com o 76ers quem é o dono do leste.
    E, com a queda do GSW, o posto de melhor time da liga está em aberto, apesar do favoritismo do LAC.

  • Dirk GOAT of Dallas

    Será?

  • João Víctor Matos

    52,5M – 3 anos (17,5M por ano). Esse GM é bom demais. Contrato do Levert e Dinwidiie são muito bons. Esse cara jogou melhor que o russel nos playoffs e início da temporada passada.

    https://mobile.twitter.com/wojespn/status/1165819628372791296

  • Fernando

    Previsível o Bucks em alta, qualquer time que o Grego estiver jogando vai ter mais de 50 vitórias, herdeiro direto do papai James na liga. Vejo como o jogador mais dominante da próxima década, se não acontecer nenhuma tragédia.

    • Aaron Donald GOAT

      Não é só o Grego.Eles tem um dos 3 melhores técnicos em atividade na liga.
      Bud é um gênio.Sem ele eu duvido que o Bucks estaria tão bem.

  • Guilherme Petros

    ta certissimo. entra como um dos favoritos na proxima temporada, tem q ter essa mentalidade mesmo

  • Clutch Durant

    Legal mas estão mais fracos que no ano passado e ano que vem NETÃO da massa vem com tudo