Confiante, Victor Oladipo vê potencial para Pacers montar “time realmente especial”

Victor Oladipo teve a sua participação na última temporada encerrada de forma prematura, em janeiro, por conta de uma ruptura do quadríceps. E, agora, vai voltar em um Indiana Pacers bem diferente: onze novos reforços chegaram na offseason, enquanto, entre as saídas, três titulares foram embora do elenco. Ele encontrará mudanças radicais, mas prefere vê-las como novas oportunidades.

“Eu sinto que realizamos algumas grandes adições e a liga está totalmente aberta, depois da offseason que vimos. É certo que vamos estar nos playoffs, mas temos a chance de formar um time realmente especial. Estou ansioso, em particular, para atuar com Malcolm Brogdon, pois estava fazendo ótimo trabalho em Milwaukee nos últimos anos”, afirmou o astro, em entrevista ao jornal Indianapolis Star.

Oladipo acredita que as alterações no plantel sejam para melhor porque oferecem novas alternativas a uma equipe notadamente “engessada” ofensivamente. “Hoje, nós temos mais jogadores que podem operar com a posse da bola. Podemos jogar de formas diferentes. Sinto que há mais versatilidade, opções no time. E isso cria muitas chances para que atletas diferentes façam o jogo fluir”, analisou.

A aprovação das mudanças, porém, não sinaliza nenhum tipo de problema com os ex-companheiros. O ala-armador fez questão de entrar em contato com cada um dos novos reforços do Pacers assim que as contratações eram confirmadas, mas, ainda assim, faz questão de prezar pelo vínculo de amizade que estabeleceu com jogadores como Thaddeus Young, Darren Collison e Bojan Bogdanovic.

“Conversei com Thaddeus na semana passada. Com Darren e Bojan, há questão de poucas semanas. O que criamos aqui foi maior do que simplesmente o basquete. É uma relação construída ao longo de dois anos que durará para sempre. É bem legal termos contato e conversarmos sobre qualquer coisa. Eles estão em busca de seus próprios caminhos e estou orgulhoso disso”, contou o ídolo de Indiana.

Olhando para frente, ainda não se sabe quando Oladipo vai poder atuar ao lado de Brogdon, T.J. Warren, Jeremy Lamb e os outros novos contratados do Pacers. É improvável que ele possua condições de iniciar a temporada já jogando e ninguém divulga uma previsão de retorno. Se não há uma data, o torcedor de Indiana pode contar com uma coisa: seu astro retornando com implacável desejo de jogar.

“Fisicamente, eu estou voltando ao meu melhor. Trabalhando para chegar lá. Não se pode ficar apressando as coisas, pois tudo tem o seu tempo. Sei que Roma não foi construída em um dia, mas estou cada vez mais empolgado com a perspectiva de entrar em quadra e competir no mais alto nível. Tem bastante sentimento e jogo ‘preso’ dentro de mim, só esperando a hora de sair”, finalizou um feroz Oladipo.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • ALFREDO

    Joga muito!!!!!!!!!!!

  • Celso Cachali Jr

    O time dos Pacers está melhor a nível bem próximo dos Celtics. Sixers e Bucks são os melhores.

  • Alan Ribeiro

    Mais um iludido é verdade que a liga está em aberto porém em apenas 6 times philadelphia, bucks, warriors, clippers, lakers e Rockets, nenhum time diferente vai ganhar eu aposto

    • Paulo de Tarso

      Mas que arriscada essa sua aposta hein

    • Paulo Assis

      Jazz, celtics, nets e blazers tbm podem ganhar. Mais vejo o warriors ainda como favorito .

  • Paulo Henrique

    Enquanto Nate McMillan for o técnico, infelizmente n teremos um ataque decente

  • Lucas Henrique

    Oladipo voltando bem da lesão, o time pode surpreender sim…
    Oladipo e Brogdon pode formar a melhor dupla de armação do leste, Turner é candidato a DPOY, Sabonis candidato a 6º man… O que fode o time são as alas, Warren, Mcdermott é de doer os olhos
    Ansioso para ver se o pivô do draft ganhará alguns minutos já nessa temporada
    Bom que Pacers vai ter uma boa rotação vindo do banco, T.J. McConnell, Jeremy Lamb, Sabonis, Goga Bitadze

    • Brockbell

      Pacers tinha que ter darftado um dos dois alas veteranos do draft
      Thibule e principalmente Dylan Wyndler, esse vinha fazendo bons jogos antes do draft, e fez uma ótima summer. Com 22 anos ele já chegava pronto pra jogar.
      Defende bem, tem velocidade e um arremesso de 3 interessante.
      Goga vai ser um bom jogador, mas seu encaixe vai demorar mais.

    • Paulo Henrique

      Warren se ficar saudável é jogador pra quase 20 ppg, foi muito bem no Suns. Não entendi esse “de doer os olhos”

      • Lucas Henrique

        Desculpa se me expressei mal…É um jogador que apesar de pontuar bem, entrega bastante no lado defensivo, fazer 20 pontos num jogo mas deixar os adversários fazerem 25 nas suas costas não é tão bom né…
        Mas no resto eu acho o time muito bom, um timaço, tanto é que falei que pode surpreender

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    entendo que o Pacers no draft foi no Goga por uma oportunidade, mas a verdade é que deveriam ter mirado um Ala e aberto mao do Center, pois e a posição menos carente deles…Phorther Junior que era super cotado no draft e caiu em virtude de sua lesão seria uma boa, mas agora já FOI!!

    • Brockbell

      É, os times tem essa de pegar “o melhor” que a aparenta, e as vezes deixar posições carente. Pior que deixaram Nassir Little, Dylan Windler e Matisse Thibule, jogadores que mostraram algum talento passar, se n tivesse ngm, até entendo.
      Pacers consegue montar times encaixados, e bem treinado, o que falta é um all-star, no nivel de Leonard que o time não deixa a desejar, como o Raptors fez, uma grande-estrela, ao lado de bons jogadores cada um no seu papel.

  • Michel Moral

    O time é realmente perigoso, mas corre por fora na disputa pelo título.

    Não está entre os melhores individualmente, mas tem um equilíbrio tático formidável.

    Brogdon é uma realidade. Vai ter no Pacers o lugar ideal para o seu desenvolvimento.

    TJ Warren que é um jogador chave. Sem Bogdanovic, o ala passa a ser um elemento fundamental. Supondo que ele não se encaixe no time, ficará uma lacuna ali na ala.

    Acho que o Pacers larga na frente do Celtics, inclusive. O principal motivo é o garrafão. O Leste hoje tem equipes muito focadas na área pintada, como Bucks, Raptors e Sixers. Nesse sentido, Turner e Sabonis podem ser boas surpresas.

  • Tássio Pacers – Oladipo MVP

    Problema do nosso time ta no banco: Nate McMillan.