Confira como foi a estreia da nova classe de novatos na NBA

A talentosa classe de novatos de 2017 iniciou nesta semana a caminhada na NBA. Alguns fizeram debutes memoráveis, enquanto outros tiveram atuações para serem esquecidas.

Confira abaixo como foram as estreias na liga das dez primeiras escolhas do último draft.

#1 – Markelle Fultz (Philadelphia 76ers)

Por opção do técnico Brett Brown, a primeira escolha do draft iniciou a partida no banco, já que Jerryd Bayless foi o armador titular. Logo, Fultz teve sua chance e não decepcionou. Em 17 minutos, ele anotou dez pontos, pegou três rebotes, deu uma assistência, um toco e acumulou dois erros de ataque. Apesar da estreia positiva, muitos comentaram sobre a sua estranha mecânica de lance livre, quando teve duas oportunidades de arremesso e desperdiçou ambas. O Wizards terminou vencedor da partida, com placar de 120 a 115.

#2 – Lonzo Ball (Los Angeles Lakers)

Ball não teve uma estreia empolgante. O adversário era o maior rival do Lakers, o Los Angeles Clippers. Iniciando como titular, o armador não conseguiu superar a excelente marcação de Patrick Beverley e terminou com apenas três pontos (16.7% de aproveitamento nos arremessos), nove rebotes, quatro assistências, uma roubada de bola, um toco e dois erros de ataque, em 29 minutos. A título de curiosidade, nas 29 jogadas em que o novato tinha Beverley à frente, errou os dois arremessos que tentou e conseguiu armar três jogadas com sucesso. O Clippers venceu o confronto com facilidade: 108 a 92.

#3 – Jayson Tatum (Boston Celtics)

O ala estreou na NBA como titular, substituindo o lesionado ala-pivô Marcus Morris. No início do embate contra o Cleveland Cavaliers, testemunhou a terrível fratura de seu companheiro de time, Gordon Hayward, fato que selou sua vaga no quinteto inicial. Entre os novatos que debutaram, Tatum foi o que mais teve minutos em quadra: 36, ao todo. Nesse tempo, ele anotou 14 pontos, apanhou dez rebotes e distribuiu três assistências, com apenas um erro de ataque. O último duplo-duplo de um novato estreante pelo Celtics foi de Larry Bird, em 1979. A grande atuação não foi suficiente para conter o atual vice-campeão da liga, que saiu vitorioso por 102 a 99.

#4 – Josh Jackson (Phoenix Suns)

Jackson estreou, simplesmente, na pior derrota da história da franquia do Arizona. O Portland Trail Blazers não teve piedade e atropelou o Suns por 48 pontos de diferença: 124 a 76. No jogo, o ala até fez sua parte. Iniciando como titular, jogou por 32 minutos, fez 11 pontos, pegou dois rebotes e deu uma assistência. Shawn Marion, em 1999, tinha sido o último novato que estreou na NBA como titular do Suns.

#5 – Jonathan Isaac (Orlando Magic)

Entre as cinco primeiras escolhas, Isaac foi o único que estreou com vitória. O Magic venceu o Miami Heat por 116 a 109. Partindo do banco, o ala teve 16 minutos em quadra. Anotou quatro pontos, apanhou oito rebotes e distribuiu dois tocos, somando belos lances individuais. Mas o momento do debute mais noticiado não foi dentro de quadra. Antes da apresentação dos jogadores, o calouro havia se esquecido de vestir a regata de jogo por conta do nervosismo, como publicou, no Twitter, o companheiro de time Bismack Biyombo.

#6 – De’Aaron Fox (Sacramento Kings)

O armador iniciou sua carreira na NBA com excelência, no confronto contra o Houston Rockets. Também saindo do banco de reservas, Fox teve 23 minutos de quadra, anotou 14 pontos, pegou quatro rebotes, distribuiu cinco assistências e cometeu três erros de ataque. Além disso, ele também se destacou pela incrível velocidade nos lances de infiltração. Contudo, o Kings perdeu o duelo, com placar final de 105 a 100.

#7 – Lauri Markkanen (Chicago Bulls)

Aproveitando-se da indisponibilidade de Nikola Mirotic, lesionado, e Bobby Portis, suspenso, o finlandês iniciou o confronto contra o Toronto Raptors como titular. Apesar da derrota por 117 a 100, Markkanen teve ótimos números. Entre os calouros do último draft que estrearam, ele foi o segundo que mais pontuou (17 pontos), o terceiro que mais angariou rebotes (oito) e o segundo com mais tempo em quadra (33 minutos no total). Markkanen também deu um toco e cometeu três erros de ataque.

#8 – Frank Ntilikina (New York Knicks)

O francês teve uma estreia decepcionante, contra o Oklahoma City Thunder. Jogou por oito minutos e ficou limitado a uma assistência, além de um erro de ataque. Foi reserva do armador Ramon Sessions, que não atuava em uma partida da liga desde 1º de fevereiro deste ano. O Thunder venceu o Knicks por 105 a 84 e Ntilikina terá a segunda chance de fazer seu primeiro ponto como jogador da NBA nesta sexta-feira, contra o Detroit Pistons.

#9 – Dennis Smith Jr. (Dallas Mavericks)

Smith Jr. confirmou, na sua noite de estreia, que é um forte candidato ao prêmio de Novato do Ano. Iniciou a partida contra o Atlanta Hawks completando uma bela ponte aérea, anotando seus primeiros pontos na NBA. Com 29 minutos em quadra, ele anotou 16 pontos, distribuiu dez assistências, apanhou três rebotes e cometeu três erros de ataque. O novato conseguiu o feito de ser o jogador mais jovem (19 anos) a fazer um duplo-duplo com pontos e assistências em um debute na história da NBA. Além dele, apenas mais três jogadores conseguiram estrear desta forma neste século (Damian Lillard, em 2012; Michael Carter-Williams, em 2013; e Tim Frazier, em 2015). No fim, deu Hawks: 117 a 111.

#10 – Zach Collins (Portland Trail Blazers)

Collins foi o único dos dez primeiros selecionados do draft que ainda não estreou na liga. O pivô teve gastroenterite na quarta-feira e não pode atuar pelo Blazers contra o Suns. Ele deve estrear nesta sexta-feira, contra o Indiana Pacers.

Outras notáveis estreias de calouros:

#13 – Donovan Mitchell (Utah Jazz): dez pontos, um rebote, quatro assistências, um toco e três erros de ataque, em 26 minutos.

#19 – John Collins, (Atlanta Hawks): 14 pontos, cinco rebotes, uma assistência, duas roubadas de bola e um erro de ataque, em 22 minutos.

#23 – OG Anunoby (Toronto Raptors): nove pontos, três rebotes e duas assistências, em 17 minutos.

#26 – Caleb Swanigan (Portland Trail Blazers): oito pontos, quarto rebotes, três assistências, uma roubada de bola e dois erros de ataque, em 18 minutos.

#27 – Kyle Kuzma (Los Angeles Lakers): oito pontos, quatro rebotes, uma assistência e duas roubadas de bola, em 19 minutos.

#45 – Dillon Brooks (Memphis Grizzlies): 19 pontos, cinco rebotes, duas assistências, quatro roubadas de bola, dois tocos e dois erros de ataque, em 29 minutos.