Copa Super 8: confira tudo sobre a segunda edição do torneio

Divulgação: NBB

Divulgação: NBB

Neste sábado (4), teremos o início da segunda edição da Copa Super 8, torneio de meio de temporada promovido pela Liga Nacional de Basquete (LNB), que dará ao campeão, o acesso à Champions League das Américas de 2020.

Na primeira edição do torneio, realizada no ano passado, a equipe do Flamengo sagrou-se campeã fora de casa, contra a forte e tradicional equipe de Franca por 79 a 75, em pleno Pedrocão lotado, com grande atuação do armador argentino Franco Balbi, autor de 20 pontos e quatro assistências.

Na edição deste ano, os oito primeiro colocados do NBB no primeiro turno também se classificaram para o torneio de jogo único, ou seja, somente uma partida, na casa da equipe melhor classificada. Quem vencer, avança para as semifinais e quem perder, dá adeus ao torneio. Abaixo, os cruzamentos e análise dos confrontos:

Divulgação / NBB

Divulgação / NBB

Sábado (04/01)

(3º) São Paulo x Minas (6º) – 12h50, no Ginásio do Morumbi, com transmissão da Band

O primeiro jogo do torneio será entre o São Paulo, do até então MVP do NBB, Georginho, contra o Minas, de Alex Garcia e Leandrinho Barbosa. Semifinalista do campeonato Paulista e vice campeã da Liga Ouro do ano passado, a equipe paulista investiu bastante no elenco para esse ano, trazendo Georginho e Renan Lenz do Paulistano, Shamell do Mogi e conseguiu a classificação graças à uma bela campanha no primeiro turno em sua estreia no NBB, com 11 vitórias em 15 jogos até então. Do outro lado, teremos Alex Garcia, o homem que parou Giannis Antetokoumnpo no último Mundial de seleções na China, em Setembro, e Leandrinho, que com uma lesão na lombar que o tirou das duas últimas partidas da equipe mineira, deverá jogar no confronto deste sábado. Se serve de alento aos torcedores mineiros, na atual temporada, mesmo fora de casa e em um Morumbi lotado, a equipe comandada por Léo Costa venceu os paulistas em um jogaço, decidido nos instantes finais graças a uma marcação bem controversa da arbitragem no fim da partida. O jogo desse sábado não tem favorito e o duelo promete acirrar a rivalidade entre as equipes.

(2º) Franca x Unifacisa (7º) – 20h, no Ginásio Pedrocão, com transmissão da Fox Sports

Na segunda partida deste sábado, o Franca, segunda colocada no NBB, recebe no Pedrocão a equipe sensação dessa temporada, os paraibanos da Unifacisa. Com a mesma campanha da equipe do São Paulo, com 11 vitórias, Franca ficou em segundo lugar nesse primeiro turno graças ao saldo de cestas maior entre as duas equipes. Atuais bicampeões paulistas, o time comandado pelo técnico Helinho vem de dois vice-campeonatos para a equipe do Flamengo, quando perdeu no ano passado o NBB e o próprio Super 8 para os cariocas. Já a Unifacisa, campeã da Liga Ouro do ano passado e que, em sua estreia no NBB, já conquistou a vaga para o Torneio Super 8, é o franco atirador no confronto. Jogando em casa, com um elenco mais forte, mais rodado e que joga junto há pelo menos duas temporadas, Franca é a favorita para vencer o duelo.

Domingo (05/01)

(4º) Mogi x Pinheiros (5º) – 15h30, no Ginásio Hugo Ramos, sem transmissão definida

A primeira partida do domingo pelo Super 8 promete ser um dos duelos mais equilibrados dessa primeira fase. Mogi vem em grande momento. Mesmo com a ausência de seu cestinha Alexey, que veio de Franca, e sem o veterano Fúlvio, Mogi manteve a regularidade durante todo o primeiro turno do campeonato e surpreendeu com grandes vitórias, como contra o São Paulo e Flamengo, ambas fora de casa. Já o Pinheiros, mesmo em quinto lugar no campeonato, é uma das equipes mais irregulares da primeira fase. Muito dependente das ações individuais de seus principais jogadores, entre eles Cordero Bennett e Betinho, a equipe paulista terá de achar outras saídas no ataque caso ambos sejam bem marcados. Sem favoritismo, creio que com o Hugão lotado, Mogi prevalecerá e manterá o bom momento dentro de casa e elimina a equipe da capital paulista.

(1º) Flamengo x Corinthians (8º) – 18h, sem transmissão definida

No segundo jogo do domingo, o Clássico das Multidões, entre Flamengo e Corinthians. Atuais campeões cariocas, do NBB e do próprio Super 8, além de ser o time de melhor campanha nesse primeiro turno com 13 vitórias em 15 partidas, o Flamengo também reformulou seu elenco para a temporada. Com a saída do pivô Anderson Varejão e a do ala-pivô Leron Black, que chegou esse ano, não se adaptou e já assinou com a equipe do Minas, o time comandado por Gustavo de Conti adicionou o pivô dominicano Eloy Vargas e o armador uruguaio Gustavo Barrera ao elenco. O armador deverá estrear com a camisa rubro-negra no confronto desse domingo. Já o Corinthians vem em má fase. Após ser finalista do campeonato Paulista deste ano e perder a decisão para Franca, a equipe comandada pelo técnico Bruno Savignani fez uma ótima campanha na Liga Sul-Americana, chegou à final contra a equipe do Botafogo. Após vencer o primeiro jogo da decisão fora de casa, a equipe paulista precisava somente de mais uma vitória em seus domínios para levantar a taça. Com dois jogos irreconhecíveis da equipe na final, o Botafogo venceu os dois últimos jogos dentro do Wlamir Marques, ergueu a taça na casa dos rivais e, desde então, a equipe paulista não se encontrou mais. São seis derrotas consecutivas desde então, a última para o próprio Flamengo, também em casa, quando chegou a liderar por mais de dez pontos no intervalo, mas sofreu para fechar o jogo e tomou a virada. Independente do número de vitórias, o Flamengo é o time mais consistente no confronto, joga junto há muitos anos e deve prevalecer sobre o time da capital paulista.

Palpites para as semifinais

Georgios Tsoukas
(1º) Flamengo x Mogi (4º)
(2º) Franca x São Paulo (3º)

Gustavo Lima
(1º) Flamengo x Mogi (4º)
(2º) Franca x Minas (6º)


A partir do dia 6 de janeiro, todos aqueles que aderiram aos grupos de notícias por WhatsApp do Jumper Brasil, terão até três podcasts semanais de forma exclusiva. Caso queira participar, basta clicar aqui.

Georgios Tsoukas
Georgios Tsoukas
Paulista, formado em administração e torcedor do San Antonio Spurs. Escrevo sobre NBA no Medium, e sobre NBB e seleção brasileira no Jumper Brasil.