“Coringa”, Jaylen Brown ganha elogios por versatilidade na seleção dos EUA

Desfalques e ausências têm sido uma constante na seleção norte-americana desde o período de preparação para a Copa do Mundo FIBA. E, por conta das baixas, o técnico Gregg Popovich foi obrigado a procurar “coringas” em seu elenco. Uma das soluções inusitadas que encontrou é o ala Jaylen Brown, que vem atuando como ala-pivô e até pivô no Team USA por conta da recente lesão de Jayson Tatum.

“Sinto que não sou jogador de uma posição. Sou um jogador de basquete. Então, não me importa em qual condição, entrarei em quadra e vou ajudar-me. Não me interessa se é como ala ou pivô, o treinador vai poder sempre contar comigo nas necessidades. E, assim que estiver em jogo, ele pode esperar um cara agressivo, confiante”, assegurou o jovem talento do Boston Celtics.

Popovich revelou que já projetava utilizar Brown em outras posições, em caso de emergência, desde o início da etapa de treinos. Mas, ao vê-lo em quadra agora, ganhou plena segurança e confiança no comandado. “Jaylen é forte, mas move-se bem para alguém com o seu físico. Pode infiltrar, arremessar e encontra outros atletas passando a bola. É um “faz tudo” – e mostrou-me isso aparecendo quando mais precisávamos nos dois lados da quadra”, exaltou o veterano técnico.