Damian Lillard fecha extensão de US$196 milhões com o Blazers

Damian Lillard está garantido no Portland Trail Blazers até junho de 2025. De acordo com Shams Charania, do The Athletic, o armador fechou uma extensão de US$196 milhões por quatro temporadas com a franquia, na tarde deste domingo. O acerto, agregado ao vínculo ainda vigente, assegura a permanência de Lillard no Oregon até 2025.

O novo vínculo, que possui os máximos parâmetros a que o craque era elegível, começará a vigorar em julho de 2021. Nas próximas duas temporadas, Lillard vai receber US$61.4 milhões em salários, referentes ao contrato ainda em vigência.

Salários de Lillard até 2025

2019/20: US$29.8 milhões (vínculo atual)
2020/21: US$31.6 milhões (vínculo atual)
2021/22: US$43.75 milhões (extensão)
2022/23: US$47.25 milhões (extensão)
2023/24: US$50.75 milhões (extensão)
2024/25: US$54.25 milhões (extensão)

Para ser elegível ao contrato nos parâmetros citados, o líder da franquia de Portland só precisava ser confirmado em um dos três quintetos ideais da atual temporada 2018/19, o que acabou se concretizando (Lillard foi escolhido para o segundo time).

O novo acordo confirmaria a intenção de Lillard em encerrar a carreira no Blazers, provavelmente se tornando o maior jogador da história da franquia. Mais de uma vez, o armador de 28 anos já rejeitou publicamente a possibilidade de deixar a única equipe que defendeu na NBA para juntar-se a outros craques para buscar títulos em outro lugar.

Sexta escolha do recrutamento de 2012, Lillard atuou nas últimas finais de conferência com uma lesão nas costelas. Em 2018/19, ele acumulou médias de 25.8 pontos, 4.6 rebotes e 6.9 assistências, em 80 jogos disputados. Vale dizer que o armador já vestiu a camisa do Blazers em 549 partidas, todas como titular, e angariu médias de 23.5 pontos, 4.2 rebotes e 6.3 assistências.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.