David Griffin esclarece polêmica sobre montagem de elenco em torno de LeBron James

David Griffin envolveu-se em uma enorme polêmica ao comentar a montagem do elenco do Cleveland Cavaliers que conquistou o título da NBA em 2016. O hoje vice-presidente de operações do New Orleans Pelicans criou um clima de mal-estar ao redor da NBA ao dizer que a maior façanha de sua carreira também se revelou o trabalho menos prazeroso, em entrevista à revista Sports Illustrated.

“Tudo o que fizemos foi tão inorgânico e insustentável naquele ano que, para ser sincero, não me diverti. Foi uma experiência miserável. Não assistia mais jogos, não tinha prazer com o esporte. Estava tão obcecado pelo resultado que perdi a minha alegria totalmente. No momento em que levantamos o troféu, eu já sabia que iria embora”, disparou o executivo, em uma declaração surpreendente.

As declarações de Griffin foram vistas como uma crítica ao astro LeBron James, pois o dirigente explicou que a pressão existente em torno de montar um elenco que estivesse à altura do ala tornou o trabalho sufocante. Pessoas próximas do craque sugeriram ao repórter Dave McMenamin, da ESPN, que ele não esperava tais comentários e sentiu-se traído pela postura do agora VP de Nova Orleans.

“O jornalista foi atrás de informações de várias pessoas dentro do Cavaliers sobre a montagem daquele time e, por isso, estou desapontado que a matéria tenha virado uma junção sensacionalista de declarações tiradas de contexto. Eu diria que minha relação com LeBron e Rich [Paul, agente] era e continua sendo bastante forte. Foi muito bom trabalharmos juntos”, garantiu o ex-gerente-geral de Cleveland.

Além da declaração sobre a gestão no Cavs, Griffin também sugeriu que reprovava a conduta de LeBron após a conquista do título. Ele afirmou que, após a vitória em Ohio, o jogador passava a impressão de que não havia nada mais a ser provado e não foi mais o mesmo “animal” em relação a ganhar. O dirigente, porém, explicou que coloca a culpa de boa parte disso em suas próprias costas.

“Eu quis dizer que falhei miseravelmente na missão de manter o senso de urgência daquele grupo após a conquista do título. É impossível ser nascido em Ohio, dar o primeiro título ao time de sua terra natal em 52 anos e continuar sendo a mesma pessoa depois. Foi um medo que tive na época e provou-se infundado, já que ele iria a múltiplas finais após aquele título”, admitiu Griffin, relativizando suas falas.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Dudu Ferrero

    Nesses 4 anos ganharam 4 titulos do Leste e mais um titulo da NBA contra um time que é um dos maiores da historia com 4 all stars e ainda o Iguodala um defensor de elite

    Pra mim foi um trabalho de sucesso que deveriam agradecer muito ao Lebron, em 2015 ele jogando com Shumpert, Mozgov, Dellavedova e TT de titular , o Love machucado o Irving tbm e mesmo assim ganharam 2 jogos na final

    Em 2016 o titulo, em 2017 e 2018 com o Durant a coisa ficou quase impossivel mas chegaram nas finais com jogos epicos no Leste, batalhas contra Celtics etc

    Foi um trabalho bem foda sim, o resto é mimimi

    • Cavs&KingJamesaondeestiver

      concordo!! lembrando que o GSW antes do KD tinha um time com Barnes e Bogut que estavam voando e encaixavam muito bem e um banco excelente com Igui, Livisgton, Leandrinho, Mac Gee entre outros bons valores

    • Wilker Pereira

      Jogos épicos no leste? Está falando de 2018 nao é? Porque de 2015 a 2017( principalmente) o cavs teve um passeio no leste

      • Dudu Ferrero

        aquele 4×2 no Raptors no ano do titulo foi mt bom, um jogaço so que muita gente por achar o Raptors fregues acaba desmerecendo mas foi uma guerra chegou a estar 2×2

        • Wilker Pereira

          Então em dois anos. Por uma série (q foi mais ou menos disputatada)sair. 4-2 vc acha épico? O cavs geralmente passeava aí
          Inclusive varrendo ECF. Contra o time com mais Vitória na conferência

  • Diego Costa

    Em 2017 o Cavs deveria ter tentado trocar o Love pra tentar chegar um pouco mais perto do Golden. O overrated já não tinha jogado nada no título, teve uma atuação pífia nas finais.

    Não poderiam ter se acomodado com o título… Depois do campeonato TT e Jr smith se apagaram em suas carreiras, principalmente o segundo. Trouxeram Korver que não fez nada nos offs, Deron Williams que parecia um zumbi… Já em 2018 fizeram boas contrações, o elenco era muito bom. Mas comandado por um lixo daqueles não poderia dar certo.

    Basta ver o que Rose,Crowder e Wade fizeram depois que deixaram de ser treinados pelo Lue. Aquele time era bom e tinha boas opções no banco… Mas sem técnico não tinha como.

    • Lucas

      Fala ai Diegão ! Para voce que é favorito para o título ?

      Bora torcer para o Papai ganhar mais um titulo ?

      Entre ele e Durant eu sei que voce prefere mais o papai kkkkkkkk

    • Cavs nas Europas¨¨ TH

      Copio e colo

    • Dudu Ferrero

      E lembrar que o Ze Boquinha falando que o Tristan Thompson era o Rodman melhorado kkkkk

    • Cavs&KingJamesaondeestiver

      acho que houve uma baita preciptacao por parte do GM com estes 3 jogadores citados…a trade envolvendo os 3 foi bizarra, pois Wade foi por uma pick 2 a perder de Vista, Rose dispensado de graça e Crowder pelo fraco Hood…Brincou de fazer besteira o GM do Cavs

      • Vinícius Maia

        Na verdade, Griffin já estava longe do cavs quando Rose e Crowder foram dispensados campeão. É hoje é fácil falar que o GM errou, já que ambos melhoraram após a saída. Mas é bom refrescar a memória e lembrar que Rose estava mal no cavs, passou a maior parte do tempo afastado por lesões, chegando a cogitar aposentadoria precoce, tanto que foi trocado para o jazz, dispensado em seguida e o wolves virou piada por ter contratado ele (minnesota timberbulls). Crowder não rendeu nada no cavs também. É bom lembrar também que lebron james foi um dos grandes culpados pelo cap engessado e falta de opções do cavs, já que pressionou a franquia até o fim para renovar com J R Smith e Tristan Thompson por valores altos, principalmente o TT que nunca fez nada que valesse o contrato que tem.

        • Cavs&KingJamesaondeestiver

          Em momento algum foi dito que o GM era o Grifin no texto acima, justamente por saber que não foi ele e sim o novato…

  • LeBrOSMAN⚔️ DAWG POUND

    São declarações fortes, e ele pode dizer q tiraram de fora do contexto, até pq com essas declarações, rapidamente se cria repercussão.
    Mas o q ele disse é realmente isso msmo, o foco passa a ser resultado com o LeBron na equipe, planejamento a médio e longo prazo é algo q ñ existe, ainda mais na situação q estava, com o LBJ fazendo contratos de apenas 2 anos garantidos, pressionando renovações de contratos do elenco (algo q ñ saiu barato, principalmente pq alguns deles sabiamente se juntaram ao agente do LBJ) e com isso diminuindo ainda mais a flexibilidade do CAP.
    Deve ser um estresse da porra, e tem q exigir mt da criatividade do Front Office para continuar reforçando o elenco, já q as principais moedas de troca acabam se tornando o Kyrie e o Love, e o Griffin tentou. A troca envolvendo o Love, enviaria o Paul George para Cleveland, mas o GM do Pacers recuou de última hora (dizem q já havia planejamento de videoconferência para confirmar a troca, envolvendo o Dan Gilbert e o dono do Pacers) e o Paul George foi para OKC, pq o Pacers decidiu q ñ reforçaria alguém da própria conferência. Tentou Jimmy Butler. Tentou trocar o Kyrie para conseguir o Bledsoe e o Paul George juntos, mas ñ deu pq o Suns ñ quis dar a 5ª escolha (q já era sabido q seria Josh Jackson) em troca do Kyrie, e dizem q foi por causa dessa tentativa de troca q o Kyrie deu chilique e quis sair da franquia.
    Não foi por falta de tentar, mas a montagem do elenco realmente deve ter ficado mt difícil naquela situação, pq praticamente ñ existia planejamento, era esperar para ver o q sobrava: Uma estrela pedir troca e tentar ser criativo com o q tinha, ou esperar q um veterano quisesse jogar pelo mínimo.

    • Vinícius Maia

      Pois é. O povo tem memória curta. Lembro bem que o Griffin fazia mágica as vezes no elenco do cavs considerando as poucas moedas de troca e o Cap engessado. Lembro da trade que levou J R Smith, shumpert e mosgov para o cavs. Hoje é fácil criticar depois que os 3 entraram em declínio na equipe, mas me lembro que os três chegaram contribuindo muito bem na equipe e continuou assim até a c9nquista do título, só desandou depois. E eu lembro que eu não acreditei quando o Griffin conseguiu esses três, porque ele só deu ex-jogador em atividade e conseguiu três peças que contribuíram muito.

  • Claudio R.

    Um GM que quer tranquilidade nesse meio, devia procurar outro emprego, ser instrutor de ioga. Em todo ramo em que resultado é o medidor de sucesso ou fracasso é tenso e traz pressão, mas o cara ganha milhões pra isso, se fosse algo fácil todo mundo faria. Agora o cara reclamar de um trabalho que tem o melhor jogador da história discutivelmente é foda. Ele foi esculhambado na mídia americana, não a toa

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Dizer que um cara que jogou 82 partidas com médias de minutos absurdas na regular e todas as partidas de offs até a final jogando quase os 4 tempos sem descanso e ainda com uma das mãos quedradas com médias absurdas levando um time fraco como era o Cavs na temporada retrasada ao título de conferência e final não ter vontade de ganhar e uma brincadeira!!

    • Claudio R.

      pois é… cara idiota…. Não dura muito tempo e ele vai ser demitido no Pelicans, ai vai dizer que é dificil montar ao redor do Zion kkk

      • Cavs&KingJamesaondeestiver

        parece que ele estava satisfeito com Irving e D. Waiters brigando todo ano pela pick 1…deveria ter sido para ele anos divertidíssimos, ir aos jogos já sabendo que o time iria ser surrado e sem responsabilidade alguma, ou seja, ganhar os milhões que ganhava sem nenhuma pressão e responsabilidade, emprego tranquilo e podendo se dedicar a outras tarefas sem pressão

    • Jean Alves

      Concordo contigo que a fome do LeBron continuou a mesma e até continua até hoje, depois daquele título. Agora não dá pra dizer que aquele Cavs era fraco (mesmo no pós Kyrie), tinham o Love, Hill, Thompson, Smith (que é subestimado por ser doidão, mais joga bem), entre outros. Time fraco era o Celtics que quase venceu o Leste, liderado por um novato o Tatum, e dependendo do Rozier na armação e do Baynes como principal pivô, aquele Celtics era fraco, mais fraco do que esse ano que muita gente inclusive vc subestima o Celtics, agora pelo menos tem o Kemba, e entre Kunter e Baynes como pivô, sou mais o Kunter, pelo menos pontua bem e pega mais rebotes.

  • Marcelo Desoxi

    rsrs nem um trabalhador normal, que ganha fuckings 2 salários mínimos trabalha com tranquilidade, muito pelo contrário inclusive. O maluco recebe milhões e quer trabalhar na maciota…
    Planejamento para uma franquia como o Cavs vai até a página 2, os caras nunca tinham bicado um título. Se surgir a oportunidade de ser campeão tem que ir com tudo. Se algum torcedor disser que o all in não compensou, ou pode internar ou queria ver o Cavaliers ficar mais 500 anos na fila draftando busts.

    • Cavs&KingJamesaondeestiver

      para ele era divertido ganhar os milhões sem pressão nenhuma, ir aos estádios já sabendo que o time seria surrado e principalmente ser um dos grandes vencedores do Draft tendo a possibilidade de escolher colocar uns bonés em uns Busts.

  • Sandro Rocha

    Profissionais ligados ao esporte são muito mimados e mal acostumados, no mundo corporativo profissionais são bem mal remunerados para executarem o que são lhe destinados independente se gostam ou não, não saio da minha casa para fazer somente o que me da prazer. Tenho que por sustento na minha casa. Muito mal caráter esse GM

  • Pablo Leite

    Imagino que o que ele quis dizer com tudo isso, mas não disse com todas as palavras, é que ele não queria ter oferecido contratos caros a jogadores como J.R. Smith e Tristan Thompson só porque o LeBron gostava deles.