De contrato renovado, Capela aposta em seleção para o Jogo das Estrelas

Clint Capela mostrou que pode ser mais do que apenas uma peça útil no Houston Rockets, durante a temporada passada. O pivô titular consolidou-se como titular e um dos mais versáteis pivôs defensivos da NBA ao longo da campanha, ajudando a franquia texana a alcançar as finais do Oeste. O trabalho duro acaba de render-lhe uma extensão de US$90 milhões, mas, agora, ele quer ir além.

“Eu não gostei não ter sido selecionado para o último Jogo das Estrelas. Realmente achei que deveria ter estar na lista de convocados, mas não quis ficar reclamando. Tudo tem a ver com consistência. Sabendo o quanto já trabalhando, tenho certeza de que serei chamado na próxima temporada”, afirmou o jogador de 24 anos, em uma longa entrevista recente ao site The Athletic.

O técnico Mike D’Antoni já disse que Capela deverá ganhar maior tempo de quadra na campanha que vem – e o jovem sabe que aumentar seus atuais 27 minutos por noite é essencial para tornar-se um all star. “Eu tive que merecer cada minuto que joguei na NBA e aprendi que preciso estar preparado sempre. Quero estar em cada vez mais jogos duros, importantes, ao lado dos melhores”, finalizou o pivô, que melhorou suas médias de pontos, rebotes e tocos a cada temporada na NBA.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.