De’Aaron Fox: “Estamos fazendo as pessoas levarem o Kings novamente a sério”

De’Aaron Fox personifica a evolução do Sacramento Kings nesta temporada. O jogador de 21 anos, que teve uma tímida temporada de estreia na NBA para uma quinta escolha de draft, converteu-se no líder de um time que ainda tem chances virtuais de chegar aos playoffs pela primeira vez em uma década. Foi com atraso, mas o jovem finalmente acredita estar dando seu cartão de visitas à liga.

“Eu não fiz uma temporada de estreia muito boa. Não mostrei as coisas que posso fazer como gostaria e, por isso, esse ano tem sido uma verdadeira prévia do meu basquete. O jogo acaba desacelerando aos poucos e entrar em quadra sabendo o que esperar das defesas adversárias ajuda. Desenvolver regularidade é a parte mais difícil dessa liga”, contou o armador, em entrevista ao site SB Nation.

Fox é apontado como um dos principais candidatos ao prêmio de jogador que mais evoluiu na liga nesta temporada, com médias de 17.5 pontos (com quase 37% de conversão nos arremessos de longa distância), 3.8 rebotes, 7.2 assistências e 1.7 roubos de bola. Por mais que essa evolução individual seja chamativa, porém, o técnico Dave Joerger exalta seus reflexos na produção coletiva da equipe.

“Hoje, pode-se dizer que nós jogamos no ritmo de De’Aaron – com espaçamento e velocidade. Nosso objetivo é atuar em quadra aberta e, quanto mais agressivo ele for, melhor para isso. Os outros jogadores realmente gostam de atuar ao seu lado por sua atitude, profissionalismo e trabalho duro em quadra. Ele é ultracompetitivo e isso contagia todos. Todos amam isso aqui dentro”, elogiou o treinador.

O Kings precisaria de um verdadeiro milagre nos últimos oito jogos da temporada para chegar aos playoffs e, com isso, deverá ser eliminado antes da fase de mata-mata pelo 13º ano consecutivo – o maior “jejum” ativo na NBA. No entanto, as 37 vitórias já conquistadas representam o melhor resultado da franquia desde 2008. A previsão é que os californianos voltem a bater a marca de 40 triunfos.

“Esse é um ano de afirmação para nosso time, em que estabelecemos uma forma de jogar. Todas as equipes já sabem que, quando enfrentam o Kings, vão encarar muita rapidez. Vamos tirá-lo da zona de conforto com nossa velocidade e correria. E, após anos sendo encarado como uma piada, nós estamos fazendo as pessoas levarem Sacramento novamente a sério”, cravou o jovem armador.

A direção do Kings está consciente de que recolocar-se em patamar competitivo no Oeste é um processo que pode exigir mais tempo. Mas, para Fox, (mais) uma boa offseason vai ser o bastante para encerrar o pesadelo. “O que tem acontecido em Sacramento nos últimos dez anos não importa. Sentimos sermos capazes de mudar essa história. Nós devemos estar nos playoffs na próxima temporada”, concluiu.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Allan Lopes Soledade

    Garoto tem personalidade,o time está bem entrosado.Se mantiver a base,adicionando Boas contratações, tem tudo pra ir aos playoffs na próxima temporada.

  • Andre Messetti Christofoletti

    É, se mover bem as pecas no Free agent pode concorrer a ficar entre 6-8 ano que vem.

  • Paulo Henrique

    Espero q não seja um time de uma temporada só igual um Pelicans da vida

  • Acho muito cedo para MIP, a evolução é sempre esperada para alguém na 2a temporada. Se der um salto de qualidade igual o Oladipo, aí sim é MIP e consegue levar o Kings a sonhos maiores.