“DeAndre Ayton será um astro, sem dúvidas”, analisa veterano do Suns

O Phoenix Suns ganhou a corrida do tank na temporada: com a pior campanha da liga, a franquia terá a maior probabilidade de ficar com a primeira escolha do draft deste ano. E, se depender do veterano Jared Dudley, os dirigentes do Arizona não precisam pensar duas vezes se confirmarem o topo do recrutamento. Para o ala, o pivô DeAndre Ayton é o inquestionável melhor prospecto da classe de 2018.

“Eu acho que [Luka] Doncic vai ser um muito bom jogador, mas DeAndre será um astro, sem dúvidas. É um talento que não se pode deixar passar. Quer dizer, ainda não sei qual é a fraqueza do seu jogo. Fico impressionado vendo a forma como ele move-se, distribui tocos, arremessa. Eu acredito que o Suns nunca teve um atleta assim em seu garrafão”, analisou o reserva da equipe nesta temporada.

Ayton e Doncic são os dois principais candidatos a ser primeira escolha do próximo draft, “descolando-se” de outros prospectos de elite deste ano. O pivô de 19 anos registrou médias de 20.1 pontos (com mais de 61% de conversão nos arremessos de quadra), 11.6 rebotes e 1.9 tocos em sua primeira e única temporada no basquete universitário, atuando pela Universidade de Arizona.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Spurs mentality

    Já cantou a bola da decisão do Suns

  • Rastaman

    minha nossa senhora, se ficarem com a primeira teremos o suns tomando no rabo.

  • João Víctor Matos

    Memphis, com possivelmente o Doncic e mantendo o evans vindo do banco, tem tudo para voltar a ser um time competitivo se não trocar o Gasol e as lesões darem um tempo ao Conley.

    • Evandro

      Só a volta do Conley já coloca os Ursos de volta nos offs, mas na proxima temporada vai vir acompanhada do talentoso Doncic….Conley, Gasol e Doncic vai ser um trio interessante de se ver jogar…Gasol tem tudo para não chorar mais na próxima temporada

      • Diego Costa

        O ideal mesmo seria admitir que o tempo do chorão já acabou no Griz, arrumar uma troca pra ele e pro Conley, e deixar o Doncic no comando das coisas.

  • xmaah

    Suns ainda vai cagar tudo, deveria mesmo era tentar subir aquela pick 16 até o Bamba.

  • Harley

    Acredito que o fato de ter atuado em Arizona faça o nome Ayton mais forte no Suns. Os dois prospectos são talentosos e esse fator pode servir como desempate.

  • Marcelo Desoxi

    Pra quê falar isso… mds.

  • Albert Medeiros

    Esse garoto é muito técnico no garrafão, joga muito.

  • Evandro

    Se Bulls, Cavs ou NY forem sorteados para Pick1 e tirar o Ayton do Suns eles vão ficar muito bem na merda….arriscado mandar a Pick de primeira do ano seguinte para garantir o Rockie

  • Gabriel Pereira Barbosa

    meu sonho escapar o Ayton ou Doncis e sobrar para o Dallas um deles.
    Sonhos…

  • Eduardo Muniz

    Dudley, tem que parar de dar palpite e ir para um spa.

    Já está criando intriga com esta declaração de bosta. Ele não é GM para dar pitaco em escolhas.

    Suns tem uma ótima chance, vamos ver se vão fazer besteira.

  • Na real qualquer um dos dois será uma escolha acertada. É talento demais para não dar certo.

  • Biano

    “Quer dizer, ainda não sei qual é a fraqueza do seu jogo.”

    Ele viu o Ayton na defesa?

  • Marcos Gordinho

    O fato de ser pivô e se chamar DeAndre me assusta e por mim já o colocaria em um patamar abaixo que o Doncic, que infelizmente só terá boa projeção se pegar um Dallas ou Memphis pois as equipes têm histórico de valorizar talentos estrangeiros e não serem bairrista. Em outra equipe Doncic será um roller player decente como Saric.

    • Eduardo Rebelatto

      O cara nem pisou na nba e o cara já define oq vai ser a carreira dele kkkk é cada um

      • Frederico Vidigal

        piada demais

      • Marcos Gordinho

        Não defini o futuro dele. Só comentei uma sensação pessoal que tive dele. Já vi tanto bust via draft que optaria por um bom roller player já experimentado ( e isto Doncic já é ) ao invés de um prospecto que atua em uma posição que vêm se modernizando e exigindo cada vez mais que bigmans sejam espaçadores de quadra e possuam arremessos consistentes. Ninguém precisa compartilhar dessa sensação, e é provável que depois de sair do ensino fundamental você tenha compreensão de texto suficiente para entender o que escrevi. Continue a se divertir, jardim da infância é para isso!

    • Gustavo

      A NBA esta mudando com relação aos estrangeiros. Para ficar só nos europeus, Porzings e Jokic são jovens que já despontam como franchise players de suas equipes e Gobert como uma das âncoras de um time prestes a atingir a segunda rodada dos playoffs.

      Saindo dos europeus, Embiid, Towns e Simmons já são muito mais que bons rollers, são estrelas das suas franquias. Wiggins ainda não realizou tudo que se espera dele, mas também não da para tratá-lo como apenas um bom roller. Bons rollers, além do Saric, são jogadores como Markannen, Bogdan Bogdanovic e Jamal Murray, mas que estão em franca evolução, podendo tanto se tornar um pouco mais que isso.

      Essa tendência de jogadores estrangeiros dividirem o protagonismo com os americanos já pode ser vista no draft. Dos últimos 4 jogadores selecionados na primeira escolha, 3 são estrangeiros: Simmons, Towns e Wiggings (não vou considerar o Bennet porque ele é fruto de uma cagada do Cavs) e é provável que isso se repita esse ano com Doncic ou Ayton (Bahamas). E o prospecto numero 1 do próximo draft é o canadense RJ Barrett e o angolano Bruno Fernando já aparece nos top 5 em alguns mocks.

      Outro indício claro dessa diminuição de diferença é o Rising Stars Challenge do ASG, onde o Team World vem ano a ano tendo um lineup cada vez melhor se comparado ao Team USA.

      Enfim, com a NBA se tornando cada vez mais globalizada do ponto de vista de negócios, era inevitável que a exposição equalizasse um pouco a diferença de talentos ao redor do mundo. Não esta longe o dia que um combinado estrangeiro seja favorito contra o melhor time possível dos EUA.

      • Alex Alves

        Acho que a questão não é ser estrangeiro ou não, mas sim ter jogado anteriormente nos EUA. A maioria dos citados fizeram high school ou jogaram em universidades americana por exemplo: Wiggins, Ayton e Sabonis entre outros.

        Mas concordo com você que o número de estrangeiros cresce a cada ano, é só observarmos que das 5 últimas (first pick) em 4 vezes foram estrangeiros os escolhidos.

      • Marcos Gordinho

        Ótimas colocações, e ao fim associar globalização com mais espaço para os atuais talentos estrangeiro demonstra que percebe as minuncias que cercam a NBA. Doncic já é um bom Roller player e pode alçar carreira de FP, isso é bem mais que um prospecto que terá etapas para ser alçado a FP.

  • Paulo Sérgio

    “Quer dizer, ainda não sei qual é a fraqueza do seu jogo.”

    Esse só vi os videos do Ayton no ataque. Certeza

  • Diego Costa

    Kkk falou apenas o óbvio e o esperado. Ayton será first pick no Suns, duvido bastante que os americanos deixem passar um pivô com esse teto pra buscar um Europeu. Isso é quase impossível

  • Wadson Pinheiro

    Torço pelo Suns e espero que ele tenha sorte na loteria, pois ainda não tem a pick 1. Quanto aos prospectos, acho que Doncic já foi mais experimentado jogando entre os profissionais já há algum tempo, mas não sei qual seria a melhor escolha para o Phoenix.Do meu ponto de vista seria um center com maior capacidade defensiva, pois scorer o time já possui dois.

  • Alan Cleber Knickerbockers

    Se o Suns selecionar Deandre Ayton com sua pick e Shai Gilgeous-Alexander com a pick do Heat, vai ficar um time muito promissor.

    Gilgeous-Alexander – Booker – Josh Jackson – Chriss/Bender – Ayton