“Definitivamente, não estou 100% confortável indo para Orlando”, desabafa Joe Ingles

Joe Ingles é o legítimo “homem de ferro” em atividade na NBA: não fica de fora de um único jogo do Utah Jazz desde 16 de dezembro de 2015, maior sequência ativa na liga. E nenhuma dor ou lesão chegou tão perto de torná-lo desfalque nos últimos anos quanto a situação do mundo atual. O ala revela que vai viajara para Orlando, disputar o restante da temporada, cheio de dúvidas e incertezas.

“Eu acho que a parte mais difícil de entrar nesse plano, para mim, é depender que todos façam as coisas direito. Imagino que meus companheiros farão, mas a nossa saúde passará por outros 21 times, com 17 atletas cada. Quero estar lá para jogar com a minha equipe, mas, definitivamente, não estou 100% confortável indo para Orlando”, desabafou o australiano, em entrevista ao jornal The New York Times.

Ingles cogitou seriamente não participar da retomada da temporada, com a sua esposa no meio de uma gravidez e um de seus filhos sendo portador de autismo – ambos, grupos de risco. Mas ele vai atuar por um senso de dever. “Eu sei que as pessoas, em geral, não pagam para ver-me jogar. Elas vêm e assistem Donovan [Mitchell]. Mas, se estou saudável e posso entrar em quadra, eu penso que estar lá é a minha obrigação”, explicou o jogador de 32 anos.