Destaque da Sérvia, Nemanja Bjelica pode contribuir de imediato no Timberwolves

O ala Nemanja Bjelica, da Sérvia, vai chegar ao Minnesota Timberwolves para a sua primeira temporada na NBA em 2015-16. Inicialmente, era esperado que o atleta tivesse pouco espaço na rotação, mas as atuações no EuroBasket estão impressionando a direção da equipe, segundo o jornalista Alan Horton.

Para Milt Newton, GM do Timberwolves, Bjelica pode contribuir logo de cara: “Ele sabe jogar basquete”, disse. “Ele pode não ser o jogador mais atlético, mas sabe ser efetivo, pegar rebotes, e arremessa muito bem. Pode ser um calouro na NBA, mas joga há vários anos na Europa. Ele pode contribuir imediatamente”.

O Timberwolves conta hoje com várias opções para o garrafão, incluindo Kevin Garnett, Gorgui Dieng, Nikola Pekovic, e o calouro Karl-Anthony Towns. A direção ainda não sabe se vai manter todos eles no grupo, já que o time possui 17 jogadores sob contrato. Acredita-se que Anthony Bennett, primeira escolha de 2013, pode ainda ser negociado em breve.

MVP da última Euroleague, Bjelica começou o EuroBasket em grande estilo e possui médias de 18.0 pontos, 6.5 rebotes e 3.5 assistências nos dois primeiros jogos da Sérvia.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • AlexT-Wolves

    Espero que ele ganhe mais tempo de quadra do que o Payne e o Bennet

  • Junior Andrade

    Aí pessoal, comecei uma loja virtual de camisas da NBA, é humilde ainda, mas tem bastante opções. Quem quiser dar uma olhada é aqui http://www.facebook.com/americansportsshop
    Curte lá para dar um gás.

  • Rafael Victor

    Troca, dispensa uns caras aí no Timberwolves… porque o Bjelica vai chegar com tudo na NBA!

  • Anderson Tomás

    Jogador pronto. Se só agora os Dirigentes do T´Wolves estão se impressionando com ele estão bastante desinformados. Tem jogado há muito tempo em alto nível na Europa.

    • Ele já vinha sendo monitorado desde de sua seleção no draft, a questão é que combinou tempo de contrato com a necessidade do Minnesota nas alas. Acredito que agora com esse desempenho (mantendo isso) no EuroBasket ele justifica seu MVP na Euroleague, pela temporada a escolha é questionável.

      • Anderson Tomás

        Boa meu amigo André, só não entendi “pela temporada a escolha é questionável.” Não se encaixaria melhor a “escolha é inquestionável”? Uma vez que Bjelica tem jogado há tempos em alto nível desde muito jovem na Europa? Isso que eu tô perguntando é pq não entendi mesmo meu amigão rs, sem querer refutar seus comentários pra criar uma discussão boba rs

        Abraço Brother!

        • Mas a relação de tempo do Bjelica na Europa e o monitoramento do MN não é o mesmo. O Wolves só se mexeu para contratá-lo porquê possue a grife de MVP de uma Euroleague (provavelmente não o faria nem com o assédio de outros times) aliada a carência de arremessadores do elenco (antes um cara que já foi MVP do que renovar com Robbie Hummel) e aqui que entra a explicação do meu comentário, esse MVP foi questionável – Milos Teodosic foi o melhor jogador da temporada 2014/2015 na Euroleague (principalmente em impacto nas vitórias do CSKA).

          Abraço!

          • Anderson Tomás

            Teodosic têm jogado em alto nível tbm há tempos na Europa, e só não topa a NBA assim como Bodiroga pelo “Downgrade” financeiro. O Problema de Teodosic é que na temporada passada ele jogou mais como sexto homem do que nas outras. Mas é um cracaço de bola. Nós podemos enumerar mais ou menos uns 8 jogadores que poderiam facilmente ser MVP da Euroliga. A quantidade de grandes jogadores e equilíbrio do torneio é fantástico!

            Abração!

  • Se tem um fato que me deixa contente quanto ao Wolves é o fato de que o talento está lá. O Bennett faz um campeonato regular/bom aqui nas Américas, Bjelica começou voando no EuroBasket, Dieng foi sem palavras para o seu desempenho no AfroBasket e LaVine se apresentou de uma forma totalmente dominante no All-Star em Seattle.

    Só que isso não é nenhum indicativo que exista a chance de formar um time até o início da temporada, vide que a demora em dispensar ou realizar comércio para fechar o elenco. Não sei o que preocupa mais: A falta do treinador ou a indefinição da equipe.