Christian Wood é confirmado como terceiro caso de coronavírus na NBA

O terceiro caso de coronavírus entre os jogadores da NBA foi confirmado na noite desse sábado. O Detroit Pistons, que era um dos times em observação por terem enfrentado o Utah Jazz nas duas últimas semanas, divulgou comunicado confirmando que um de seus jogadores foi diagnosticado com a doença. De acordo com Shams Charania, do site The Athletic, o atleta infectado é o pivô Christian Wood. 

O atleta de 24 anos realizou a avaliação por ter apresentado sintomas suspeitos na última quinta-feira, mas fontes ligadas à franquia garantem que ele passa bem, não tem um quadro que suscite alerta e já está em isolamento desde a decisão de suspensão da temporada. Segundo Tony Paul, do portal Detroit News, o time não pretende testar o restante do elenco para a doença enquanto não apresentarem possível sintomas. 

Wood foi um dos responsáveis diretos por marcar Rudy Gobert, primeiro atleta diagnosticado com a COVID-19 na NBA, na última partida entre as equipes e teve a então melhor performance da carreira naquela noite: foram 30 pontos e 11 rebotes. O Pistons fez mais dois jogos (contra Knicks e Sixers) e teve atividades por mais quatro dias desde aquele confronto, o que reforçou a ordem de quarentena entre os jogadores do elenco. 

O jovem pivô tem sido um dos destaques de Detroit na temporada e será agente livre ao término da atual campanha – o que não sabemos quando acontecerá. Em 62 jogos disputados, Wood acumula médias de 13.1 pontos (com quase 57% de conversão nos arremessos de quadra) e 6.3 rebotes.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.