Nowitzki anuncia aposentadoria e ganha homenagens em despedida do Mavericks

Dirk Nowitzki relutou muito sobre a noção da atual temporada ser uma turnê de despedida na liga. Mas, por onde passou, o craque do Dallas Mavericks recebeu homenagens de franquias e torcedores adversários como se fosse a última visita. Todos pareciam saber algo de que o ídolo alemão não havia sido informado. Algo que, na noite desta terça-feira, não pôde mais ignorar diante da própria torcida.

“Mal posso esperar pela aposentadoria de minha camisa, pois os padrões ficaram bem altos para uma homenagem. Mas, como todos poderiam imaginar, esse é o meu último jogo em Dallas. Isso é emocionante, obviamente. Eu sei que sentirei uma falta absurda de tudo isso, mas a hora chegou”, admitiu o astro, durante a vitória sobre o Phoenix Suns, anunciando a aposentadoria das quadras.

O Mavs criou o ambiente ideal para a despedida do maior jogador de sua história, organizando homenagens que foram desde a recepção na AmericanAirlines Arena com funcionários da franquia enfileirados para cumprimentá-lo até a presença de cinco dos maiores ídolos de Nowitzki no esporte como convidados especiais. E, se depender de Mark Cuban, esse é só o início de um eterno reconhecimento.

“Não há palavras que possam descrever o que você representa para essa franquia, mas posso fazer-lhe algumas promessas. Prometo que tudo o que ensinou-nos vai continuar, que terá um emprego para sempre aqui e vamos aposentar sua camisa. Mais: prometo que colocaremos a maior e mais incrível estátua sua na entrada de nossa arena”, avisou o dono do time de Dallas, em entrevista após o jogo.

Uma das lendas do basquete que estavam em Dallas para comemorar a fascinante carreira de Nowitzki foi Larry Bird. O ex-ala do Boston Celtics chegou a incitar os torcedores locais e puxar gritos de “mais um ano” para o sexto maior pontuador da história da liga. No entanto, o ala-pivô admite que a sua condição física impede de manter-se na NBA após uma longeva trajetória de 21 temporadas.

“Nunca escondi que tive dificuldades com o meu pé ao longo da temporada inteira. Ele simplesmente não estava na condição necessária para competir em alto nível por 82 jogos mais. Foram muitas pílulas, injeções. Por isso, passei a movimentar mais o tornozelo e a artrite surgiu. Foram dias de muita dor. Adoraria continuar jogando, mas, fisicamente, já não faz mais sentido”, lamentou o veterano.

E o que está por vir na carreira de Nowitzki agora? Essa é uma pergunta que nem o próprio jogador sabe como responder: um emprego no Mavericks está assegurado, mas a franquia vai ter que esperar sua tentativa de recuperar um pouco do tempo perdido na vida pessoal. Assim que o último jogo da temporada terminar, o futuro membro do Hall da Fama passará sua dedicação para a família.

“É certo que trabalharei no Mavs um dia, mas eu quero limpar minha cabeça agora. Quero viajar e aproveitar minha família, que sacrificou muita coisa nos últimos anos para que pudesse jogar. Quero parar e viver com os meus filhos. Tenho certeza de que, após um ano ou dois nesse ritmo, pensarei em uma coisa que ame para fazer no futuro”, finalizou Nowitzki, pronto para um novo capítulo em sua vida.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Lucas Henrique

    Mito, uma lenda

  • Bruno Hernandez

    Agora sim! Dirk merecia uma.matwria só dele. Um ícone do basquete e um idído para todos torcedores do Mavs, assim como eu.

  • Essas últimas partidas do Heat e do Mavs têm me deixado com um entalo na goela e vários ciscos nos olhos. Dirkão foi simplesmente incrível!!! Certeiro!!! Comprometido!!! A pelada ontem foi usando a 41 do Mavs, hoje usarei a 3 do Heat.

  • Rafael Martins

    Sou torcedor dos Spurs mas me emocionei assim como ele com a homenagem que meu time, maior rival do Dallas vez para ele antes da partida.

    Uma lenda que deixará muitas saudades. Os Spurs vs Mavs não serão mais os mesmos

    • Vinícius Maia

      Não sei como era a relação dele com Duncan, mas para mim, o Spurs teria colocado uma cereja no bolo se colocasse um vídeo ou convidasse o Duncan para dizer algumas palavras para o Dirk. Esses dois juntamente com Kevin garnett não só foram jogadores marcantes dos anos 00, como revolucionaram a posição de ala pivô ao meu ver

    • Cartaxo

      A maior rivalidade e a maior homenagem feita ao Dirk nessa temporada(excluindo a do Dallas, claro). Muito bonito de ver, emocionante. A cultura deles eh foda, ja imaginaram isso aqui no Brasil? Dificil…
      Vai fazer muita falta esse classico sem Dirk Nowitzki e Tim Duncan. Tive o privilegio de assistir MUITOS!

  • Jefferson Cavalcanti

    O melhor jogador que está se aposentando nesta temporada.

  • Kidd mito

    Meu maior ídolo junto com Jason Kidd! Dallas Mavericks se tornou o que é hoje graças a ele!

  • Igor Dourado

    Um daqueles jogadores lendários que vão muito além do jogo de basquete. Humilde, se tornou o maior jogador estrangeiro de todos os tempos, influenciando sensivelmente e se tornando o ídolo é referência para muitos estrangeiros que hoje jogam na NBA. Nowitzki já era um chutador muito antes disso se popularizar com pivôs nos últimos anos.
    A história de Nowitzki se confunde com a do Mavs e vice-versa. Talvez o último jogador que incorporou a identidade de um time e jogou lá por toda sua carreira, nos momentos altos e baixos.

  • Eterno. Fará muita falta.

  • Will

    Sinto-me feliz por tê-lo visto jogar em alto nível, várias vezes.
    Sinto-me triste por vê-lo se aposentar.

    Nowitzki vai deixar saudades. 🙁

  • Mavscelo

    To desde o jogo contra o Suns chorando. Eu não tenho palavras pra descrever esse cara, como pessoa e como atleta… Adeus e obrigado por tudo, Dirk. Você é o ídolo da minha vida e a razão por eu gostar de basquete.

  • Mavscelo

    Tô há dois dias chorando, mesmo que há algum tempo eu já me preparava para este dia.

    Desde 2008, passei muitas noites e madrugadas ao seu lado, te assistindo, torcendo por você, nas vitórias e nas derrotas. E o ápice chegou em 2011 com o título de campeão da NBA, quando poucos acreditavam. E você foi ainda o MVP daquelas finais contra o Miami de LeBron e cia… Foi mágico e eu jamais vou esquecer.

    Eu não tenho palavras pra te descrever, como pessoa e como atleta… Você é o ídolo da minha vida e a razão por eu gostar desse esporte tão fascinante, que é o basquete.

    Adeus e obrigado por tudo, Dirk.

  • Alan Um Musashi

    Lenda!

    Meu segundo time é o Mavs.

  • Cartaxo

    Sem palavras…
    Obrigado NOWITZKI!!

  • Eduardo Muniz

    MONSTRO SAGRADO!!!

    MUITO OBRIGADO DIRK!!!

    Sai do esporte para entrar para a história!!