Donovan Mitchell: “Gobert tem sido subestimado ao longo da carreira inteira”

Rudy Gobert é um caso raro na história da NBA: já possui duas seleções para um dos quintetos ideais da liga e dois prêmios de melhor defensor da temporada, mas nunca foi eleito para um Jogo das Estrelas. E, se dependesse apenas do público, o jogador do Utah Jazz iria continuar assim. Na primeira parcial da votação dos fãs para os titulares da partida festiva, o pivô não aparece sequer entre os 20 alas e pivôs mais lembrados.

“Rudy está atuando em um altíssimo nível, como uma força dominante. É decisivo e pune adversários nos dois lados da quadra todas as noites, o que faz com que veja-o como um all-star. Seu jogo só não é chamativo. Não espere vê-lo com enterradas plásticas. É ‘quieto’ demais para o fã casual. Por isso, alguém como Tacko Fall tem mais votos do que ele para ser all-star”, avaliou Donovan Mitchell, lamentando o “menosprezo público” pelo colega de time.

Mitchell, porém, não acredita que Gobert fique abalado com mais um episódio como esse. No fim das contas, o atleta francês já está acostumado. “Rudy já está na NBA há mais tempo do que eu e tem sido subestimado ao longo da carreira inteira. Fará, então, seu trabalho não importa o que aconteça nessas votações. A verdade é que ele merece muito e acredito que estará no Jogo das Estrelas desse ano”, concluiu o talentoso ala-armador.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.