Draft 2019 – Os melhores alas-armadores

Melhores armadores

As franquias da NBA vão começar a reforçar seus elencos visando a temporada que vem na noite da próxima quinta-feira (20), quando acontece o draft deste ano.

Sessenta dos melhores prospectos do planeta vão ser selecionados para atuarem na melhor liga de basquete do mundo e cada equipe pode encontrar um potencial astro com suas escolhas. Como sempre, só o tempo dirá quem realmente se deu bem no recrutamento.

O Jumper Brasil já apresentou os 52 principais prospectos deste ano, com perfis detalhados ao longo dos últimos dois meses e, agora, vivemos a expectativa dos dias que antecedem o draft.

Nós temos diversos posts especiais programados até quinta, quando faremos o nosso tradicional programa ao vivo acompanhando e analisando cada uma das 60 escolhas do recrutamento.

E, enquanto o “grande dia” não chega, nós convocamos nosso quarteto de especialistas em recrutamento – os editores Gustavo Lima e Ricardo Stabolito Jr. –, o colunista de scouting Gabriel Andrade, e o parceiro Vitor Camargo, do blog Two-Minute Warning e do podcast Na Era do Garrafão, para apontar quem são os seus cinco prospectos favoritos do recrutamento, posição por posição.

As escolhas refletem suas preferências, não a ordem específica em que acreditam que serão selecionados.

Hoje chegou a vez dos alas-armadores. Confira:

 

GUSTAVO LIMA
Colocação Prospecto
1 Jarrett Culver (Texas Tech, sophomore)
2 Nickeil Alexander-Walker (Virginia Tech, sophomore)
3 Romeo Langford (Indiana, freshman)
4 Tyler Herro (Kentucky, freshman)
5 Kevin Porter Jr. (USC, freshman)

 

RICARDO STABOLITO JUNIOR
Colocação Prospecto
1 Jarrett Culver (Texas Tech, sophomore)
2 Romeo Langford (Indiana, freshman)
3 Nickeil Alexander-Walker (Virginia Tech, sophomore)
4 Kevin Porter Jr. (USC, freshman)
5 Tyler Herro (Kentucky, freshman)

 

GABRIEL ANDRADE
Colocação Prospecto
1 Jarrett Culver (Texas Tech, sophomore)
2 Nickeil Alexander-Walker (Virginia Tech, sophomore)
3 Romeo Langford (Indiana, freshman)
4 Talen Horton-Tucker (Iowa State, freshman)
5 Matisse Thybulle (Washington, senior)

 

VITOR CAMARGO
Colocação Prospecto
1 Jarrett Culver (Texas Tech, sophomore)
2 Romeo Langford (Indiana, freshman)
3 Tyler Herro (Kentucky, freshman)
4 Nickeil Alexander-Walker (Virginia Tech, sophomore)
5 Kevin Porter Jr. (USC, freshman)

 

Jarrett Culver

“A grande questão com Culver é qual a sua posição. Teoricamente, ele joga como ala, mas, assistindo ao seu jogo, parece mais um armador de 2.00m: alto QI de basquete, ótimos passes e sabe usar bem seu tamanho para criar linhas de passe. Mas, ao mesmo tempo, é alguém sem a explosão e velocidade para infiltrar com facilidade e finalizar por cima de defensores altos, e seu arremesso é muito questionável. Não falta talento para Culver, mas é o tipo de jogador que o encaixe no time que o selecionar pode ser a diferença entre ele ser um All-Star ou um bom sexto homem.” (Vitor Camargo)

 

Romeo Langford

“Langford é um raro e legítimo two-way player em formação. Alto, longo, defensor comprometido, passador subestimado e acredito que um melhor arremessador do que mostrou em Indiana. O problema ainda é conseguir, de fato, ser esse ‘pacote completo’ em uma mesma partida.” (Ricardo Stabolito Jr.)

 

Nickeil Alexander-Walker

“De família envolvida com basquete (primo de Shai Gilgeous-Alexander), Alexander-Walker possui um tipo de projeção de versatilidade que agrada a maioria dos olheiros: capaz de arremessar com dinamismo, criar para os companheiros, defender múltiplas posições e utilizar sua envergadura na defesa. Por outro lado, falta ser realmente acima da média em algum atributo e ganhar alguns músculos para ser valioso. (Gabriel Andrade)

 

Tyler Herro

“Herro não impressiona pelo upside, mas possui virtudes muito adequadas ao que a NBA busca hoje em dia. Toma boas decisões em quadra e até pode iniciar o ataque, mas, acima de tudo, é bem difícil imaginar como o seu arremesso não se traduziria no próximo nível – mesmo com seus braços curtos.” (Ricardo Stabolito Jr.)

 

Kevin Porter Jr.

“A habilidade de criar o próprio arremesso de Porter é algo incrível de se assistir: seu controle de bola, trabalho de pés e noção de espaço são naturais. É um dom especial. A questão, para mim, é o quanto (ou se) ele realmente quer ser mais do que só um shotmaker. Potencial existe. Desejo, não sei. (Ricardo Stabolito Jr.)

 

Talen Horton-Tucker

“Horton-Tucker é realmente um caso único. É difícil encontrar algum paralelo para um prospecto com o seu corpo e estilo de jogo, especialmente sendo o segundo atleta mais jovem inscrito no draft. Mesmo no atual basquete sem posição, do qual ele certamente faz parte, trata-se de um enigma a ser decifrado.” (Ricardo Stabolito Jr.)

 

Matisse Thybulle

“Thybulle chama a atenção pelos atributos físico-atléticos de elite e por ser um autêntico canivete suíço na defesa (não por acaso foi eleito defensor do ano no College). O problema é que, do outro lado da quadra, ele deixa a desejar. Se não aprimorar o arremesso de média e longa distância, ele tende a se tornar um jogador unidimensional na NBA.” (Gustavo Lima)

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Culver e Thybule = Cavs..rs
    Sexton, Osman, Culver, Love e Nance
    Clarkson, Nywaba, Thybule, T.T, Zuzic

    tem folha para um Al star ou pegar um bom jogador, quem sabe Bogdan ou Ariza na Ofss

    • Lucas Henrique

      Nossa, que time tenebroso de ruim

    • Kevin Mendes

      ALL stars só na temporada 20-21. Dan Gilbert vai assumir contratos ruins nesta temporada em troca de picks, estamos em construção e dessa vez parece estar nas mãos certas.

  • João Víctor Matos

    Culver
    Nickeil Alexander-Walker
    Longford
    KPJr
    Hero

    Hero é certeza de chute de 3 mas seu wingspan negativo é preocupante demais no todo.

  • LeBrOSMAN⚔️ The “Renaissance”

    Cavs tem problemas nas Alas, e isso foi mt evidenciado na temporada passada com as lesões. Acho q com as 2 escolhas a equipe pode escolher dois Alas (Ala armadores ou Alas, apesar de a NBA cada vez menos se importar com essas definições, o q favorece o próprio Culver).
    Eu acho q o encaixe do Culver para o Cavs é o melhor, e acho q isso deveria ser mútuo. Cavs mostrou com a temporada passada (quando trocou seus treinadores de arremessos) q seus jogadores evoluíram nisto, com o Larry Nance arremessando de 3 pts e convertendo, Sexton com excelentes números, Osman tendo jogos com números de aproveitamento mt bons tbem e foi uma equipe praticamente sem jogadores especialistas em arremessos. O Culver teria liberdade para usar todo seu potencial como armador e defensor ao lado do Sexton, q é mais um pontuador.
    A equipe escolhendo Culver e Thybulle ou Culver e Alexander-Walker, será um Draft mt bom.

    • João Víctor Matos

      Acho bem difícil o Alexander passar da loteria.

    • Kevin Mendes

      Assino em baixo. Exatamente o que eu penso. Os Cavs já tiveram uma reunião com o Culver e irão ter com o Hunter nos próximos dias. A 5° escolha será direcionada a um desses dois. Porém com a troca dos Lakers e a 4° escolha indo para os Pelicans tudo pode mudar ( ou não) O Atlanta Hawks vem com tudo nesse draft, querem pegar um top 5° no mínimo.

  • Thunder Nation

    Eu particularmente gosto mais do Alexander Walker do que o Langford, pelo menos do que eu vi dos dois no College, apesar de achar que o Romeo tem mais teto. Tenho minhas dúvidas sobre se o Herro vai dar certo, Thybulle é um Roberson com um melhor aproveitamento de três, apesar de ser inconsistente nesse quesito. Já outros não tive a oportunidade de ver na temporada.