https://www.youtube.com/watch?v=19sH33BjNZQ

O elenco do Golden State Warriors não terminou a noite de Natal como gostaria, afinal perdeu para o Los Angeles Clippers no último jogo da rodada especial. Mas nenhum jogador pareceu ter saído mais contrariado de quadra do que Draymond Green. O titular estava pronto para um duelo tenso, “brigado”, por conta da rivalidade desenvolvida entre os dois times recentemente. O que ele viu dentro das quatro linhas foi algo diferente do que imaginava – e decepcionante.

“Eu não sei o que causou esse clima, mas foi uma partida agradável demais. Foi um tédio, na verdade. Talvez, todos estivessem um pouco alegres demais, no espírito natalino. O que sei é que nós fomos bonzinhos demais e isso foi péssimo”, afirmou o ala, que anotou dez pontos e pegou dez rebotes em 34 minutos de ação na derrota por 100 a 86.

Para Green, o Warriors careceu de uma postura mais incisiva e foi derrotado por sua própria passividade ofensiva. A equipe anotou seu menor número de pontos na temporada e teve o pior aproveitamento nas tentativas de longa distância. “Embora nós tenhamos errado vários arremessos, eu não acho que apresentamos agressividade ou atacamos o bastante”, indicou.  

A rivalidade entre os dois times começou em brigas durante as últimas temporadas regulares e chegou ao auge nos playoffs deste ano, quando o Clippers precisou de sete partidas para eliminar um desfalcado Warriors. Os desentendimentos podem ter dado uma trégua na noite de Natal, mas o ala não acredita que tenham acabado e o ambiente agradável foi uma exceção.

“Não é segredo que nós não gostamos deles e não é segredo que eles não gostam da gente. Então, eu não sei por que todos tentaram agir como se gostássemos uns dos outros. Foi um jogo chato e não gosto de estar em uma partida dessas”, encerrou Green, esperando mais hostilidade nos próximos encontros com os angelinos.

O Warriors voltará a jogar neste sábado, quando tenta acabar com uma sequência de duas derrotas ao receber o Minnesota Timberwolves, “lanterna” da conferência Oeste.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Murilo Moore

    Esse tem que ser o espírito… Dentro de quadra é guerra, e não amistoso… Concordo com o Green.