Draymond Green: “Provei que os críticos estavam errados minha carreira inteira”

As atuações de Draymond Green na temporada regular foram assunto de debate entre analistas e torcedores. Prestes a ser agente livre, o astro do Golden State Warriors fazia campanha apagada e já não aparentava valer o contrato máximo que muitos esperam que receba. Mas, como de hábito, ele “ressurgiu” como uma das referências da equipe para mostrar o seu melhor basquete nos playoffs.

“Eu sei que muita gente disse que estava acabado nessa temporada. É o que dizem desde que entrei na NBA. Não me deram nenhuma chance de chegar onde cheguei. Mas todos estavam errados – e erraram novamente. Provei que os críticos estavam errados minha carreira inteira. Adoro conquistar títulos porque deixo-os falando sozinhos”, disparou o ala-pivô, em longa entrevista ao site The Athletic.

As maiores críticas direcionadas a Green envolveram a sua forma física e o baixo aproveitamento nos arremessos de três pontos que tentou na atual temporada. A pontaria não voltou no mata-mata, mas ele perdeu mais de 11 quilos após o Jogo das Estrelas, chegando em seu melhor condicionamento nos playoffs. O astro não esconde encarar a campanha regular como um grande aquecimento.

“Muitos jogadores deixam as análises de temporada regular ditarem o que pensam. Alguns deles entram de férias na segunda semana de abril. Outros acabam ficando pelo caminho em maio. E eu ainda estou aqui, jogando. Todo mundo pode falar as besteiras que bem entender, mas o fato é que realmente ninguém veio aqui e nos eliminou ainda nesse ano”, rebateu o provocador atleta de 28 anos.

A confiança de Green tem sido colocada em questão, mais do que nunca, nesse momento da temporada: o Warriors perde as finais contra o Toronto Raptors após cinco jogos e está a uma partida de cair a um passo do que seria o quarto título da franquia de Oakland em cinco anos. Essa é uma situação que muitos definem como crítica, mas que o ala-pivô está empolgado em enfrentar.

“Nós somos um time diferente. Um grupo diferente. Já estamos muito acostumados uns com os outros, entrosados e preparados para momentos assim. É para isso que vivemos. Nascemos para encarar situações como essa”, finalizou Green, motivado para (mais uma vez) deixar os críticos só com palavras.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.