Dwight Howard celebra “segunda chance” e quer reescrever sua história no Lakers

Dwight Howard está pronto para reescrever sua história no Los Angeles Lakers. O veterano pivô foi apresentado como novo reforço da franquia californiana nessa quarta-feira e apareceu com uma notícia inesperada: pela primeira vez na carreira, ele colocará a camisa #12 de lado para vestir o uniforme #39. Uma mudança que simboliza alguém querendo deixar a primeira passagem pelo time para trás.

“É uma grande benção poder voltar a Los Angeles para jogar basquete. É raro que a vida dê segundas chances como essa. Amo a cidade, nunca tive problemas com ninguém aqui e o que aconteceu no passado não importa mais. Eu estou ansioso para mostrar aos torcedores que minha única intenção é colocar mais um banner no alto do nosso ginásio”, afirmou o atleta de 33 anos, em entrevista coletiva.

Howard ficou só uma única temporada no Lakers e tudo não poderia ter dado mais errado. A franquia montou um “Big Four” (com Pau Gasol, Kobe Bryant e Steve Nash) para voltar a ser um dos favoritos ao título da NBA, mas o elenco nunca se entrosou em quadra. O time quase não chegou aos playoffs e o pivô verbalizava a insatisfação com o estilo de jogo da equipe, gerando antipatia na torcida.

“Seis anos até podem não parecer tanto tempo assim, mas muita coisa mudou. E, dessa vez, eu vou preferir deixar que vejam em quadra como mudei do que ficar falando aqui. Aprendi que é melhor ser criticado por minhas ações e desempenho do que pelas minhas palavras. Sempre disse palavras demais e chegou a hora de deixar a quadra falar”, avisou o jogador, hoje muito mais experiente.

Outro motivo de revolta da torcida com Howard em sua primeira passagem foi uma percepção de que seu foco não estava exclusivamente no basquete. Mais uma vez, ele promete provar com ações que a história agora é outra. “Eu compreendo que a torcida tenha dúvidas, mas meu comprometimento com essa equipe é enorme. E minha postura em quadra vai provar isso mais do que palavras”, garantiu.

É fato que a oportunidade de Howard voltar ao Lakers ocorreu ao acaso, com uma trágica lesão tirando DeMarcus Cousins da próxima temporada. Mas, com essa “segunda chance” em mãos, o jogador está se certificando de criar o cenário ideal para aproveitá-la. Em poucos dias, ele já conversou com atletas como Anthony Davis e Rajon Rondo para assegurar que está unicamente focado no “grande prêmio”.

“O único objetivo é vencer. Nada mais importa. Essa é a meta de todos aqui. Entrei em contato com os jogadores que consegui para assegurar que vamos estar juntos nessa jornada. Não me deixarei levar por distrações. Tudo o que puder fazer, como um bom companheiro de time ou dentro de quadra, será feito. No final das contas, o troféu é a única coisa que interessa agora”, sentenciou um determinado Howard.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Celso Cachali Jr

    Nos estamos sem pivo… Nao da para acreditar que nao apostamos nele…. Ele nunca foi um jogador ruim… seus numeros diminuiram e teve mais lesões, mas quando esta em quadra sempre foi um bom jogador.
    Ainge comeu bola desta vez em so contar com o Kanter

    • Elinho

      Garrafão dos celtics vai ser um convite ao prazer nessa temporada. Se o time não compensar defendendo o perímetro vai apanhar MT.

      • Celso Cachali Jr

        Devem esta apostando muito alto em Rob Wlliams

  • Marco Brasil

    Hollywood adora uma historia de redenção! Veremos…

  • O fantasma de chicago

    Todo ano o DH12 vem com esse papo, eu não caio mais, certeza que até dezembro ele tá sem time dnv.

  • Augusto Filho

    Se tem um cara injustiçado por ter um jogo unidimensional esse cara é o D12.

    Foi incrivelmente dominante até quando suas costas deixaram, tirando todas as decisões ruins que tomou será fácil um HoF. Espero que os holofotes de LA não voltem a ofuscar seus olhos.

  • O vídeo de melhores jogadas todas são da época do Orlando. Parou no tempo, infelizmente. Não acredito que seja capaz de retornar a relevância.

    • Igor Neves

      De retomar ele não é mesmo, a liga é outra. Mas um 12-8 u acredito que ele consegue.

    • Gustavo

      Recomendo vc pesquisar mais. O jogo dele realmente caiu desde que saiu do Magic, mas o cara n parou de fazer highlights.
      O cara tem jogo de 30/30 no Hornets…

    • Felipe Silva

      Vídeo de fevereiro de 2013, cara. Ele só tinha jogado uma temporada fora do Magic. kkk

  • Raizen

    Espero que ele já tenha entendido que a função dele será somente pegar rebotes e passar a bola.

    • Cavs nas Europas¨¨ TH

      Sai dessa cara….se ele estiver em condições de pontuar e estiver fazendo um baita jogo tem que dar a bola para ele pontuar. Ok que LeBron e Davis raramente pontuam pouco, mas o DH pode servir como um bom pontuador tbm. Ele tem talento para isso e no garrafão o cara é fera. Muda essa mentalidade de que ele está lá para pegar rebotes e passar a bola.

      • Albert Santos

        Fato.

  • Toni von Mises

    Garrafão com Davis e Howard protegendo o aro vai ser surreal. Infiltrações não seria uma opção tática interessante contra o Lakers..hehe

    • Vinícius Maia

      Verdade. Davis é um bom defensor e Howard, mesmo estando distante do seu auge, ainda “impõe respeito” na defesa ao meu ver. Acho que o mais preocupante entre os dois é o encaixe no ataque.

      • Marcelo Desoxi

        Eu diria que o mais preocupante entre Davis e Howard são as lesões rsrs

        • Vinícius Maia

          Tem isso também kk

    • LeBeautiful

      Os 2 times de LA possuem um potencial defensivo enorme, Lakers no garrafão e Clippers no perímetro.

      • Claudio R.

        O perímetro do clippers é algo que me empolga pra ver….talvez seja o mais forte perímetro desde o Detroit de chaunce billups, Rip Hamilton e CIA

  • Cavs nas Europas¨¨ TH

    Se fizer isso em quadra vai ajudar bastante. Eu dou uma lida nos comentários lá no lakers Br… Grande parte só o vêem como pegador de rebotes, dar tocos. A função dele é essa por ser um pivô de qualidade, assim como ele pode pontuar no garrafão e ajudar bastante o time. Os caras têm ódio eterno por ele e misturam as coisas. Tem que dar a bola pra ele pontuar se estiver condições e se estiver bem no jogo ele continuar pontuando, não é em pró do time no final das contas? Qualidade ele tem de sobra.

    • Carlos Eduardo Furim

      Sabe aquele tio que parou de beber, mas era um pau d’água miserável que estragou muita festa de família, e o povo quer deixar ele bem longe do freezer. Esse é o nosso pivôzão. Na crise de ego dele, destruiu uma aposta que lascou com nosso time quando foi embora. Por isso, ficamos falando de rebotes e dar tocos, para esse maníaco não voltar na vibe de franchising player e achar que é o dono da bola e o futuro do time. E raiva ele fez muita mesmo…

      • victor

        Justamente, bom resumo.

  • Toni von Mises

    Precisamos vencer amanhã e torcer para os EUA vencerem a Grécia. Se a seleção de Giannis sair com a vitória, teremos q ‘obrigatoriamente’ vencer os EUA – o q seria bem difícil – senão iremos pra casa dependendo dos resultados.
    A não ser que, gregos vencendo por 10 pontos de diferença, e o Brasil perder por 4 pontos(contra os americanos), por exemplo, passam Grécia e Brasil — EUA fora. Mas esse cenário acho bem improvável. O time do Tio Sam perdendo de 10 para o time helênico vai vir com sangue nos olhos contra a nossa seleção. Por isso é melhor torcer para a vitória dos caras logo..rs

    • LcDiniz

      Concordo, o Brasil não pode perder amanhã nem a pau

  • Alan Ribeiro

    É vai ser legal ver Dwight e LeBron em Los Angeles, porém eu gostaria de ter visto eles juntos a 9 anos atrás quando ambos estavam no auge teria sido surreal.
    Hoje por mais impressionante que Lebron ainda seja e jogue como jogou na última temporada, não é o mesmo de Miami e Dwight então é apenas uma casca do super-homem de Orlando.
    EU só torço para que ninguém se machuque, acho que este time será efetivo por no máximo três temporadas (pensando em Lebron e Howard), mas vamos ver e se Anthony Davis assinar novamente com Los Angeles, a franquia pode ficar despreocupada que terão no mínimo ou máximo pensando melhor, mais uma década de capacidade para montar um elenco campeão.

  • KGCeltics

    Os lakers estão apostando muito, em jogadores velhos e com histórico de serem muito suscetíveis a lesões como Lebron (velho), Davis(nunca fez uma temporada completa) e pior Howard (velho e bichado) que na última temporada sequer jogou.
    O time é forte não vou negar mas vão durar só duas temporadas.

    • xiru burguer

      SUSCETIVEIS A LESAO O LEBRON?????? O CARA JOGA A 16 ANO UM BASQUETE TOP DE ALTO NIVEL, FOI A PRIMEIRA VEZ QUE ELE SE MACHUCOU ANO PASSADO, SENDO QUE NEM FOI TAO GRAVE E TU VEM DIZER SUSCETIVEL, E PIOR FOI CHAMAR DE VELHO, TEVE UMA REPORTAGEM DA SPORT SCIENCE QUE ANALISOU OS ATRIBUTOS FISICOS DO LEBRON QUANDO ELE FEZ 30, COMPARARAM VELOCIDADE E ETC… ERA IGUAL A DE UMA ATLETA DE 21 ANOS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      • KGCeltics

        Lebron não é suscetível a lesão só Dwight e Davis.
        Mas é velho vc queira ou não.

        • Claudio R.

          o velho fez 27-8-8 com 51% FG, me diz algum jogador que na sua 17 temporada fez isso???? Velho ta o Celtics de esperar ser campeão da NBA de novo

          • KGCeltics

            Em algum momento eu falei que ele estava jogando mal?.
            É incrível como vocês não conseguem interpretar um simples texto sem deixar sua emoções saltarem, ele ainda é um grande jogador porém na temporada passada passou do 1° para o 3° time, ele já não é mais o mesmo é um fato, assim como é um fato que os lakers trocaram todos os jovens em um jogador que vai fazer um agência livre no final desta temporada, foi uma aposta como foi com Lebron por mais monstruoso que ele seja, não pode voltar no tempo, assim como Dwight, Rondo.
            Aceitem Lebron tem o quê? 34 e terá 35 anos nos play-offs.
            Para as Lebronzettes que em nenhuma circunstância, alguémque não ppossa simplesmente analisar a sua idade e possível tempo de contribuição em uma franquia, uma frase.
            O tempo vence todo mundo, ele é invencível.

          • Carlos Eduardo Furim

            No resumo da viúva do KG, o LeBron “embaragou” de um ano para outro. Não pode ter sido uma temporada ruim, mas certamente doi o declínio… fora que o comentário falava em “muito suscetível” e não apenas “sucetível”.

          • Vinícius Maia

            Rapaz….vocês estão com um problema sério de interpretação de texto. Li os mesmos comentários que vocês e entendi perfeitamente o que o cara quis dizer. Lebron está ficando velho para o esporte. Ele disse VELHO, o que é muito diferente de ruim. Isso significa que lebron dificilmente terá condições físicas de fazer uma temporada intensa como fez no seu último ano pelo Cave, onde ele colocou o time nas costas e deu tudo de si todas as noites que pisou em quadra. Isso não seria um problema se o lakers fosse como o elenco do spurs quando Duncan já tinha passado dos 35 anos: era um time que mesclava a experiência com os “vovôs” Duncan, ginobili e Parker, com a juventude de Leonard, patty mills e alguns outros que compunham a rotação da equipe. Ou seja, era possível poupar os “vovôs” do time para eles chegarem inteiro aos playoffs. Já no lakers, tem poucos jovens para dar descanso ao lebron, Anthony Davis e D12. Some isso ao fato de que você tem um D12 envelhecido, propenso a lesões e um Anthony Davis também propenso a lesões e você tem um time com alto risco de ruir durante a temporada. Num cenário onde d12 e Anthony Davis se lesionam no mesmo período, veremos lebron sobrecarregado mais uma vez, mas agora a situação é diferente: é um lebron James de 35 anos. Sobrecarrega-lo é um risco muito alto. A temporada passada foi a primeira que o lebron teve uma lesão séria na carreira. Isso já é um sinal de alerta. Pode ser o corpo pedindo a conta mostrando que lebron já não aguenta 82 jogos no mesmo pique que aguentava quando tinha 29.

            Não estou falando num tom de arrogância, vou falar serio: vocês precisam melhorar a interpretação de texto de vocês. Em nenhum momento o cara desdenhou do talento do lakers. Nem mesmo d12, que é a maior incógnita do time foi criticado pelo talento. O que o cara abordou num texto longo e que mesmo assim vocês não conseguiram entender, foi o risco de lesão que envolve todo o elenco do lakers, inclusive o lebron devido ao fator IDADE.

      • Claudio R.

        é cada uma mesmo kkkk

    • Jg10 Natividade

      Lebron? Tu assiste basquete mesmo? Pqp

      • KGCeltics

        Meu Deus eu falei que ele estava jogando mal, vocês sabem ler? , eu não critiquei Lebron em nenhuma vez caramba.
        Eu somente disse que Los Angeles apostou em um time envelhecido e que no máximo vai disputar o título nas próximas duas temporadas, se eu fiz uma crítica no máximo foi a equipe dos Lakers que apostaram todos os seus ativos em jogadores velhos, que é o que Lebron, Dwight e rondo são e em jogadores com histórico de lesões que Davis e Dwight novamente são .

        • Vinícius Maia

          Mas d12 foi o que tinha de melhor no mercado nas circunstâncias atuais. A aposta inicial era o cousins que não está velho para o basquete e que, antes da lesão no tendão de Aquiles, nunca teve uma lesão grave. O problema é que ninguém esperava essa tragédia com o cousins e quando aconteceu, lakers já não tinha muitas opções no mercado. Era D12 ou Noah e nesse caso, a escolha fica fácil.

  • RSMC

    Tem que retomar a carreira né.

  • Tem que treinar lance livre com o DeAndre Jordan, que melhorou bastante o aproveitamento na temporada passada neste quesito

    • Vinícius Maia

      E de pensar que eu disse algumas vezes aqui no humor que o problema de deandre Jordan nesse fundamento do jogo era falta de treino e muitos vieram me criticar dizendo que era um caso sem solução, que não tinha treino que resolvesse kkkk

      • tudo está ligado com a pessoa que você treina e modificar a mecânica de arremesso, se a mecânica for modificada e melhorar nem que seja um pouco, como foi o caso do DeAndre Jordan, a pessoa em questão ganha confiança em seu arremesso e tudo muda

    • Guilherme Rodrigues

      Esse caso do Jordan é muito loco, a mecânica de chute dele é basicamente a mesma, ele só mudou o “ritual” pra cobrar os FT, o que o psicológico não faz https://www.youtube.com/watch?v=HmLlgWLSl5U

      • mudou a mecânica não do arremesso, e sim dos pés… pelo menos foi o que eu notei nos vídeos e jogos, ele mudou a posição dos pés fincados ao cobrar os lances livres… a mecânica do arremesso em sim não alterou, mas os pés também influenciam bastante nos arremessos