E se o draft de 2010 fosse refeito?

O draft da NBA é sempre um dos momentos mais aguardados durante toda a temporada. É quando times selecionam seus futuros astros e se preparam para os próximos anos. No dia 20 de junho, teremos o recrutamento de 2019 com Zion Williamson como o principal candidato a ser a primeira escolha. E se daqui alguns anos notássemos que R.J. Barrett, no fim das contas, deveria ser o primeiro?

Pensando nisso, o Jumper Brasil refez alguns drafts. O primeiro é o de 2010, ano em que John Wall teve o nome chamado pelo Washington Wizards.

Como foi

1 WAS John Wall
2 PHI Evan Turner
3 NJN Derrick Favors
4 MIN Wesley Johnson
5 SAC DeMarcus Cousins
6 GSW Ekpe Udoh
7 DET Greg Monroe
8 LAC Al-Farouq Aminu
9 UTA Gordon Hayward
10 IND Paul George
11 NOH Cole Aldrich
12 MEM Xavier Henry
13 TOR Ed Davis
14 HOU Patrick Patterson
15 MIL Larry Sanders
16 MIN Luke Babbitt
17 CHI Kevin Seraphin
18 OKC Eric Bledsoe
19 BOS Avery Bradley
20 SAS James Anderson
21 OKC Craig Brackins
22 POR Elliot Williams
23 MIN Trevor Booker
24 ATL Damion James
25 MEM Dominique Jones
26 OKC Quincy Pondexter
27 NJN Jordan Crawford
28 MEM Greivis Vasquez
29 ORL Daniel Orton
30 WAS Lazar Hayward

Como deveria ser

Claro que, depois de vários anos, fica fácil dizer quem deveria ter sido a primeira ou a segunda escolha do draft de 2010, mas a ideia é justamente essa: o recrutamento é um exercício de adivinhação, de projeção. Aqui, apenas vamos recolocar a ordem da primeira rodada.

1- Washington Wizards – DeMarcus Cousins (5)

Na época, o Wizards foi de John Wall. De fato, o armador é um dos melhores de sua posição na liga e foi convidado cinco vezes seguidas par o Jogo das Estrelas. Mas ainda assim, o jogador mais talentoso naquele recrutamento era DeMarcus Cousins.

Sim, quando você vai selecionar um jogador no draft, é necessário olhar seu elenco e saber o que precisa. Mas você deixaria Cousins passar por ter no seu grupo o pivô JaVale McGee? Mesmo com todo o potencial defensivo de McGee, se eu sou o GM do Wizards eu vou em Cousins sem pensar duas vezes.

2- Philadelphia 76ers – Paul George (10)

Evan Turner… é difícil defender, né? Quase dez anos depois, Turner jamais passou perto de ser um grande jogador. Sem arremesso, o atleta tornou-se mais um coordenador de jogadas que sabe pegar rebotes. Só. Ajuda aqui e ali, mas não. Paul George é o segundo melhor do draft e deveria ter ido para o Philadelphia 76ers.

George é um jogador completo, que faz (muito bem) os dois lados da quadra e, em 2018-19, tornou-se um dos finalistas do prêmio de MVP. Com grande passagem pelo Indiana Pacers, o astro, agora no Oklahoma City Thunder superou uma gravíssima lesão quando representava a seleção dos EUA em um amistoso para ser um dos melhores jogadores da atualidade.

3- Brooklyn Nets – John Wall (1)

Esse é o ano em que Deron Williams deixa o Utah Jazz e é trocado para o New Jersey Nets. Na época, havia uma disputa entre Chris Paul e ele para saber quem era o melhor armador. O tempo disse que foi o hoje atleta do Houston Rockets, mas seria necessária uma troca quando você poderia ter alguém como John Wall em seu elenco? O Nets era, na época, um time que não brigava por nada. Então, Devin Harris, que havia sido escolhido para o Jogo das Estrelas no ano anterior, poderia ser negociado por jogadores de outras posições.

4- Minnesota Timberwolves – Gordon Hayward (9)

Imagine isso: Gordon Hayward, calouro, podendo evoluir em um time que não ia aos playoffs. Ao seu lado, Kevin Love. A diretoria do Minnesota Timberwolves já não se perdoava após ter deixado Stephen Curry escapar não uma, mas duas vezes no draft anterior (foi de Ricky Rubio e Jonny Flynn) e, então, teria a chance de ter um jogador inteligente, com capacidade de organizar e de ótimo arremesso de longa distância. Bem, a chance foi desperdiçada mais uma vez. O Timberwolves foi de Wesley Johnson. OK.

5- Sacramento Kings – Eric Bledsoe (18)

Hoje a gente sabe que Tyreke Evans foi bem mesmo só em seu primeiro ano de NBA, quando obteve médias de 20-5-5 (20 pontos, cinco rebotes e cinco assistências) na temporada de calouro. Além disso, ele jogou como ala e ala-armador, então Eric Bledsoe caberia no Sacramento Kings sem precisar de muito trabalho. Só com os dois, o time já melhoraria muito e teria um dos mais promissores backcourts da liga.

6- Golden State Warriors – Hassan Whiteside (33)

Imagine só Hassan Whiteside como titular do Golden State Warriors no lugar de Andris Biedrins, com Monta Ellis e Stephen Curry cuidando do ataque. Como se sabe, Whiteside demorou a engrenar na NBA. Rodou muito até se encontrar no Miami Heat. Seria legal vê-lo em um time com elenco promissor e com tempo de quadra.

7- Detroit Pistons – Greg Monroe (7)

Talentoso, Greg Monroe sempre foi. É estranho como sua carreira despenca após o Detroit Pistons selecionar Andre Drummond anos depois. Monroe era titular absoluto e bastante promissor. Poderia ter bastante tempo de quadra em qualquer equipe da liga. Nos últimos anos, porém, pulou de galho em galho para arranjar algum contrato.

8- Los Angeles Clippers – Evan Turner (2)

Por mais que Derrick Favors tenha atingido um teto um pouco superior em relação a Evan Turner, o segundo chegaria ao Los Angeles Clippers sendo mais útil do que foi no Philadelphia 76ers, ao lado de caras como Blake Griffin, DeAndre Jordan e Eric Gordon. Turner poderia ser o point forward que o time tanto desejava, já que Baron Davis estava em declínio (e fora trocado posteriormente por Mo Williams).

9- Utah Jazz – Derrick Favors (3)

Aqui nem precisa muita explicação. Derrick Favors foi trocado meses depois do draft para o Utah Jazz, onde segue até hoje. O resultado é satisfatório. Próximo.

10- Indiana Pacers – Avery Bradley (19)

Paul George chegou ao Indiana Pacers em um momento em que Danny Granger começava a dar sinais de problemas físicos. Granger era o grande nome da franquia e, de fato, teve só mais uma boa temporada após 2010-11 antes de mergulhar de vez no fim da carreira por lesões. George assume rapidamente o protagonismo e, o resto, todo mundo sabe. Mas nesse draft, George já foi escolhido pelo Philadelphia 76ers. Quem, neste recrutamento, reúne características semelhantes na defesa? Lembre-se que o Pacers possui uma cultura de bons defensores. Então, Avery Bradley seria a coisa mais próxima do que o time procuraria.

Bradley chegou a jogar como armador principal em determinados momentos no Boston Celtics quando Rajon Rondo se machucava e só conseguiu introduzir o arremesso de longa distância ao seu repertório anos depois. Na NBA de hoje, joga como ala e ala-armador.

11- New Orleans Pelicans – Lance Stephenson (40)

Lance Stephenson deu a entender que poderia ser um grande jogador na NBA, né? Mostrou muito potencial no Indiana Pacers e, em seu último ano de contrato, obteve 13.8 pontos, 7.2 rebotes e 4.6 assistências. Só que falhou no Charlotte Hornets. Alguns sinais reapareceram no Memphis Grizzlies, após troca com o Los Angeles Clippers. Rodou, rodou e não virou aquilo tudo.

12- Memphis Grizzlies – Al-Farouq Aminu (8)

Imagina Al-Farouq Aminu ao lado de Marc Gasol, Mike Conley, Tony Allen e Shane Battier. Olha só quantos ótimos defensores. Ainda tinha Zach Randolph. O Memphis Grizzlies teve muito sucesso com o famoso grit and grind. Com Aminu, as chances seriam ainda melhores.

13- Toronto Raptors – Jeremy Lin (ND)

A história de Jeremy Lin é uma das mais bacanas dos últimos tempos. O sujeito surgiu do nada e tornou-se febre no New York Knicks. Durou só uma temporada por lá e foi parar no Houston Rockets, com contrato de três anos. Tudo bem que Lin não foi aquilo tudo, mas tornou-se um bom role player. No Toronto Raptors, ele chegaria para disputar tempo de quadra com caras como Jose Calderon, Jarrett Jack e o brasileiro Leandro Barbosa.

14- Houston Rockets – Larry Sanders (15)

Yao Ming estava no estaleiro há um bom tempo. Ficou toda a temporada 2009-10 longe das quadras e, quando finalmente retornou, jogou apenas cinco partidas no ano seguinte e se aposentou. Larry Sanders apareceu com bastante potencial no Milwaukee Bucks e vinha ganhando espaço. Chegou a conseguir um triplo duplo com dez pontos, 12 rebotes e dez bloqueios. Estava realmente se consolidando e ficou em terceiro na lista do Jogador que Mais Evoluiu, em 2012-13. Assinou extensão de US$44 milhões por quatro anos, mas os problemas pessoais surgiram junto com lesões e ele foi suspenso por uso de maconha. Foi dispensado. Não queria mais jogar basquete. Em 2017 o Cleveland Cavaliers deu a ele uma oportunidade, mas sem sucesso.

Completariam o draft após a loteria

15- Milwaukee Bucks – Wesley Johnson (4)
16- Minnesota Timberwolves – Nemanja Bjelica (35)
17- Chicago Bulls – Jordan Crawford (27)
18- Oklahoma City Thunder – Patrick Patterson (14)
19- Boston Celtics – Xavier Henry (12)
20- San Antonio Spurs –  Ed Davis (13)
21- Oklahoma City Thunder – Trevor Booker (23)
22- Portland Trail Blazers – Ekpe Udoh (6)
23- Minnesota Timberwolves – Luke Babbitt (16)
24- Atlanta Hawks – Cole Aldrich (11)
25- Memphis Grizzlies – Kevin Seraphin (17)
26- Oklahoma City Thunder – James Anderson (20)
27- Brooklyn Nets – Lance Thomas (ND)
28- Memphis Grizzlies – Ish Smith (ND)
29- Orlando Magic – Jeremy Evans (55)
30- Washington Wizards – Landry Fields (39)

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • MarceloNBA

    Muito Bommm….podiam fazer isso com todos os anos…!!!! ia ser muito legal…..(ia dar muito trabalho tbm…XD)

  • Vitor

    PG pra mim seria facilmente a escolha número um.

    • Marcio

      Concordo!

    • Pablo Oviedo

      Fato

  • Pablo Oviedo

    Minesota como sempre se esforçando pra disperdiçar picks

  • Vitor

    O engraçado é notar que os quatro grandes nomes dessa classe sofreram ou estão sofrendo com graves lesões em suas carreiras.

  • Alex Alves

    Concordo com quase tudo, mas eu pessoalmente iria de PG na first pick.

  • Marcelo Desoxi

    Nah…
    dessa classe ainda acho o John Wall o melhor mesmo.

    • Diego Costa

      Wall é melhor que PG? Pelo amor de Deus

      • Marcelo Desoxi

        Atualmente o PG tá bem acima. Mas jogador por jogador, ambos saudáveis, eu prefiro o Wall.
        Wall até pouco tempo era um PG melhor cotado que o Irving na conferência.

  • Albert Medeiros

    Cousins em primeiro? procede.

  • Andrei

    Sacanearam o Grizzlies kkk

  • GarPax

    1 PG
    2 DC
    3 JW

    O resto é tudo japonês
    Que classe horrível

    • Alex Alves

      Hayward era um excelente jogador.

  • Claudio R.

    Pra mim Paul george em primeiro, pq se não fosse a era de ouro na posição 3, ele seria um first team perene na NBA, se tirarmos Durant e LeBron que 2 dos 3 melhores SF alltime, o George brigava de igual pra igual com Kawhi e agora com o Grego pelo num 1.. dps dele Cousins e dps Wall.. esse seria meu top 3 desse draft… E pra mim Larry Sanders no Warriors seriam ainda melhor que Hassan Whiteside

  • Jefferson Cavalcanti

    Wall e George são mais jogadores que Cousins. Com tranquilidade até.

    Cousins passou vários anos fazendo do Kings um time pior. Sem compromisso em defender, tomando falta técnica e brigando com os técnicos. Quando foi pro Pelicans se machucou.

    Hoje, com quase 30 anos, parece um jogador maduro. Mas depois da lesão fica difícil avaliar tecnicamente.

  • Dudu Ferrero

    George atrás do cousins é piada não? Pegadinha ? Não é possível kkkk

  • Toni von Mises

    Whiteside ainda pode ser jogador do Warriors. O pivô possui opção de contrato de US$ 27 milhas na próxima temporada, mas se o time de Oakland oferecer a ele US$ 56 milhas por 4 anos, Hassan sai do seu contrato rapidinho pra jogar no time californiano..rs

    • Toninho Woxic

      O Warrios não tem cap.

    • Claudio R.

      com qual Cap, Curry recebe 40 milhoes, Durant 32, Klay 18, Green 16 só ai ja da 106 milhoes e o cap vai ser de 109…. tem como não!

      • Mestre

        Quanto de contrato garantido eles tem pro ano que vem? Caso Durant exerça a player option?

        • Toninho Woxic

          113 milhões sem Klay

          • Mestre

            PQP se klay renova “apenas” por 100/4, vai ser muita muita. Não é sustentável.

    • Jefferson Cavalcanti

      Von Mises é seu nome mesmo ou é referência aquele pseudo economista?

      Ah, e eu acho mal negócio pra quase todo mundo isso aí. Pagar quase 15M pro Whiteside é mto. Só quem se daria bem com isso é o Heat.

  • Wagner

    George é mais jogador que o Cousins…não tem nem comparação.

    • Lucas Borges

      Eles estavam precisando de C e por isso no texto explicam o porque de escolher o cousins ao PG,não tem a ver com melhor

      • Wagner

        Blza, e eu estou dizendo que o George é mais jogador que o Cousins…simples assim.

  • João Coelho Soares

    bem interessante essa ideia de refazer drafts.
    nem lembrava que o Lance Stephenson foi escolhido na segunda rodada

  • djwhites

    Eu prefiro PG ao cousins…..com certeza seria minha First pick

  • Vitor Martins

    Parece que é unânime, ninguém gostou do Cousins em primeiro! rs

    • Jefferson Cavalcanti

      Gustavão deve ser fã do Cousins, rs.

      • Gustavo Freitas

        Sou. Haha

  • SidneyLAKERS#

    Minhas escolhas seriam :
    Paul George
    John Wall
    Cousins
    Hayward.
    O resto não tem interesse!!

    • EmbiidDaMassa

      Mas ele disse Cousins pela necessidade de um pivô para o Wizards, PG13 dá uma piza no Cousins!

      • SidneyLAKERS#

        Eu defendo que a primeira escolha deve ser feita na base do talento…

  • LeBrOSMAN⚔️ The “Renaissance”

    Bom deve ser refazer o Draft de 2013, em q o calouro do ano é um bust, rs.
    Cheio de pereba naquele Draft. Das escolhas de loteria (as primeiras 14), só tem 2 jogadores mt bons, e 2 overpaids. Apenas 1 All Star (sendo reserva) e 1 All NBA Team (3° time) somados, q é no caso o Oladipo, q teve q chegar numa 3° equipe para realmente mostrar seu potencial.

    • Maicon Gomes

      Eu faria assim:

      1 Cavs – Giannis
      2 Magic – Oladipo
      3 Wizards – CJ
      4 Charlotte – Gobert
      5 Suns – Schroeder
      6 Sixers – Adams
      7 Kings – Otto Porter
      8 Detroit – Hardaway Jr.
      9 Jazz – Covington
      10 Portland – KCP
      11 Sixers – Roberson
      12 OKC – Olynyk
      13 Boston – Plumlee
      14 Minnesota – Zeller
      15 Bucks – Dedmon/Noel/Len

      • Alex Alves

        É isso mesmo um excelente top 4 e um bom top 7.

        • Maicon Gomes

          E alguns bons roles. Draft bem meia boca.

      • LeBrOSMAN⚔️ The “Renaissance”

        Só o Giannis como jogador de mais alto escalão aí, um jogador q briga por MVP. Oladipo e Gobert (a estrela principal é o Mitchell, mas o Gobert é uma tbem, vive brigando por DPOYs) são estrelas de seu time, enquanto o C.J. é um All Star em potencial (msmo sem ser um, ainda.) pq tem o Lillard como Franchise Player e estrela da equipe. O restante são Role Players. Com a 5ª escolha, vc pegar um PG q ñ é nem tão bom, nem tão ruim, apenas mediano, mas q tem a marra de uma estrela.. é dose, rs.
        Foi um Draft beeeem fraco.

        • Maicon Gomes

          Kkkkk, ri da descrição do Dennis. Pior que é essa descrição é perfeita pra ele.

          Realmente, foi um draft bem mais ou menos. Se salva o top 4, de resto tu tira no máximo uns 5 jogadores que podem jogar de titular.

        • Fora Abel PRAGA

          Acho que esse draft é um dos menos aguardados tambem, só tem o Zion que eu ainda tenho minhas duvidas, de resto parecem ser só role player mesmo.

    • Alexandretti

      Porque o cavs não ficou com o CJ???? O cara é de Ohio, já tinha dado boa uma vez! Kkkkkkkk 🙁

      • LeBrOSMAN⚔️ The “Renaissance”

        Pq o Cavs já tinha escolhido o Waiters no Draft anterior, são jogadores da msma posição. Foi o msmo motivo do Oladipo ñ ter sido escolhido.
        E o McCollum ñ era cogitado nem como escolha Top 5, eu acho.

  • Matheus Pitarello

    Cole Aldrich, Babbitt, Seraphin… Cruzes

    • Claudio R.

      so não supera o Kwame Brown kkkkkkk

  • Gustavo Freitas

    Gente, não se trata de quem é melhor. É o melhor encaixe/talento disponível no momento. Mas é absolutamente normal achar Paul George melhor. Hoje, ele é. Na época, o hype era bem maior no Cousins.

  • Paulo Henrique

    Cousins não faria mais pelo Wizards do q o Wall fez nem fudendo. PG tbm faria muito mais

    • Elinho

      Tbm vejo wall e PG mt acima do Cousins. Apesar de aquele cousins ter MT hype. O de hj é um ex jogador. E se não se recuperar da lesão de tendão terá poucos anos de nba pela frente

      • Igor Neves

        Nem precisa voltar a ser o center de antes. Uma liga que Zaza, aquele pivô horrível do Dallas, entre outros tem espaço, um Cousins magro e com ppré-temporada em dia sempre terá espaço.

  • Michel Moral

    Wesley Johnson é um dos jogadores que eu mais odeio na história da NBA rs

    Ô jogador sem graça… Não fede, nem cheira…

    Toda troca ele está envolvido e não fica nunca sem time esse rapai…

    • Paulo Henrique

      Até o nome dele é comum

    • Nicolas Dias

      Era um cara que no college parecia saber fazer de tudo um pouco, na NBA vimos que na realidade ele não é bom em nada mesmo, é bem o que você disse, não fede nem cheira.

    • Igor Neves

      Nossa senhora, esse cara é horripilante. E sempre teve uma minutagem interessante.

  • Francimarques Lakão

    Parabéns ao GSW, Pistons e Clippers que deixaram Hayward e George passarem em sequência, rs.
    Olhar pra trás e ver passarem 2 all stars tão facilmente assim pela sua escolha é dose, negócio do GS é acertar escolhas de 2° rodada mesmo.

  • Nicolas Dias

    Um passa-tempo legal é reler as análises de draft do Bola Presa, inclusive eles já mencionaram isso em podcasts. Mostra o quão legal e interessante é o draft, observa-se o contexto da época, e em que a análise está embasada, e algumas até faziam sentido no passado, enquanto hoje a coisa não poderia ser mais oposta. Uma história de draft bacana é a do Thunder, se entre 2007-2009 eles tivessem conseguido as picks ou as trocas que queriam, eles provavelmente brigariam pelo topo das reconstruções sem fim, porque eles queriam Oden em 2007, Michael Beasley em 2008, e Thabeet em 2009. É engraçado ler a análise da época, e ver o quão lógico era tentar subir a posição do draft e selecionar Thabeet no lugar do Harden, ou mesmo Rubio, e deslocar o Russ para SG.

  • Paulo Henrique

    Incrível como o Pacers na maioria das vezes drafta bem, imagino como seria se resolvessemos tankar uns 2 anos e acumular picks…

  • PG para mim é o atleta de mais destaque vindo do draft de 2010, só não sei se em outra franquia teria desenvolvido seu jogo como o fez em Indiana.