Em boa fase e ‘distribuindo tocos’, Lucas Bebê exalta campanha do Raptors

Por Assessoria de Comunicação

https://www.youtube.com/watch?v=OIYVBHfM_QU

Este tem sido o ano de Lucas ‘Bebê’ Nogueira. Em sua terceira temporada no Toronto Raptors, o jogador brasileiro não apenas ganhou uma chance, após a saída de Bismack Biyombo, mas também ganhou minutos, confiança, respeito e um salto em suas estatísticas pessoas na liga. Aos 24 anos, o pivô vem se destacando na franquia canadense, que ocupa a vice-liderança da Conferência Leste, atrás apenas do Cleveland Cavaliers. Tempo de quadra, pontos, rebotes e, especialmente, ‘distribuindo’ tocos – foram quatro no último jogo contra o Brooklyn Nets. Bebê está crescendo na NBA.

“Sabia que precisava estar preparado para a hora que a chance aparecesse. Treinei muito no verão, mais do que nunca, me dediquei e foquei porque queria que esse fosse o meu ano. Muitas coisas boas estão acontecendo na minha vida, a última delas foi o nascimento da minha filha, Stella, é um momento especial para mim e estou feliz, jogando com alegria. Todos estão me passando muita confiança e isso está se refletindo em quadra”, afirmou Bebê, que acumula 34 tocos em 20 partidas (média de 1,7 por jogo, décimo no fundamento na liga).

Nos números, a evolução do brasileiro: 18,5 minutos, 4,9 pontos, 4,7 rebotes e Plus/Minus de 168 este ano, contra 7,7 minutos, 2,3 pontos, 1,6 rebotes, 0,4 tocos e Plus/Minus de 48 da temporada passada. O Raptors, vice-campeão do Leste em 2016, volta à quadra na noite desta sexta-feira para enfrentar o Utah Jazz, do armador brasileiro Raulzinho, e segue na cola do Cavs.

“Temos uma equipe bem equilibrada, entrosada, estamos fazendo um bom campeonato e vamos crescer mais ainda, com certeza. É uma longa temporada, muita coisa vai acontecer, e o nosso primeiro objetivo é classificar para os playoffs, de preferência numa boa posição. Somos muitos unidos e isso é fundamental”, comentou o pivô brasileiro.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • #TheBrodie

    Lucas tá jogando mais tempo que o Kanter kkkk

  • Sanliv
    • #TheBrodie

      sportv tipo “fodase” six man of The year do Leandrinho,fodase Nenê,fodase Splitter kkkkk

      • ThiagOo25

        Eu li isso e até comentei na página quando eles publicaram no face…é ridículo.

    • É um caso que eu não sei dizer se é ufanismo, ou apenas falta de conhecimento mesmo. A maior bosta que a NBA fez no Brasil foi essa parceria com o SporTV, não estão preparado para cobrir a liga.

      Há alguns meses, a manchete era “Raulzinho é destaque no top 10 da semana”. Quando fui ver o destaque era Derrick Favors com uma enterrada, Raulzinho havia dado um simples passe para ele, e nem era citado no video HAHAHAHAHAH.

  • Fagner Santos

    tem ter mais jogadas individuais fazer pick and roll, com lowry já é uma jogada manjada, nas playoffs a comissão técnica de vários time já tem ideia de como funciona cada time jogadores, jogadas individuais, coletivas, até mesmo quais períodos o time é mais ofensivo. É difícil, mas melhorar o número de faltas q causa. Está se tornando um bom pivô, fiquei feliz qdo jogou contra utah jazz (ontem) e lanço uma bola de três.