Em má fase, Grizzlies demite David Fizdale

A má fase do Memphis Grizzlies fez a sua primeira vítima na temporada. A equipe do Tennessee, que vem de uma sequência negativa de oito jogos, decidiu demitir o técnico David Fizdale nesta segunda-feira. A franquia anunciou ainda que o assistente J.B. Bickerstaff assumirá o cargo de treinador principal de forma interina.

“Depois de uma avaliação minuciosa, decidi que uma mudança de curso era necessária para avançarmos e fornecermos à equipe e à organização a melhor chance de sucesso nesta temporada e nas próximas. O treinador Fizdale representou o Grizzlies e a cidade de Memphis com orgulho, e nós lhe desejamos o melhor na continuidade da carreira”, afirmou o gerente-geral da franquia, Chris Wallace, em comunicado enviado à imprensa.

Fizdale, que trabalhou como assistente técnico do Miami Heat durante oito anos, foi contratado pelo Grizzlies em maio de 2016. Em sua primeira oportunidade como treinador de uma equipe da NBA, ele conseguiu levar o time de Memphis aos playoffs, após uma campanha de 43 vitórias e 39 derrotas. Mas em 2017/18, o Grizzlies tem apenas sete vitórias em 19 jogos e detém a quarta pior marca da conferência Oeste.

Segundo o repórter Adrian Wojnarowski, da ESPN, a insatisfação do principal jogador da equipe, o pivô Marc Gasol, pode ter influenciado na decisão dos dirigentes do Grizzlies. Nesse domingo, o espanhol foi sacado do último período do duelo contra o Brooklyn Nets e criticou abertamente a comissão técnica, na entrevista após a partida.

“Estou com mais raiva do que eu posso mostrar, e frustrado. Eu odeio quando não jogo. Isso é o que mais valorizo. Se não estou lá na quadra, então não tenho valor. Tenho a certeza de que eles sabiam que isso (me sacar do time) me machucaria mais. Quero dizer, ninguém gostaria de passar por isso, certo? Tenho a certeza de que não fariam isso com Mike (Conley). Você tem que lidar com essa situação, mas eu não vou apenas me deitar e aceitar isso”, desabafou Gasol.

Fizdale tinha mais um ano de contrato garantido com o Grizzlies, o que lhe dá o direito de receber os US$ 3 milhões referentes à temporada 2018/19.

A equipe de Memphis volta a atuar nesta quarta-feira, quando enfrenta o San Antonio Spurs fora de casa.