Enes Kanter e Hedo Turkoglu entram em “guerra” por conta de presidente turco

Dois das maiores personalidades da história recente do basquete turco estão em pé de guerra. Conselheiro do presidente turco, o ex-jogador Hidayet Turkoglu rebateu a declaração de Enes Kanter de que não vai viajar com o New York Knicks para jogar em Londres por temer por sua vida. Para “Hedo”, o pivô usa as dificuldades pessoais para fazer críticas infundadas a Recep Tayyip Erdogan.

“Sabemos que Enes não pode viajar para vários países por conta de problemas com seu passaporte. Ele não pode entrar no Reino Unido não por correr risco de morte, como alega, mas por questão de documentação. Esse é um fato conhecido há muito tempo que ele tenta ofuscar com justificativas irracionais e comentários políticos”, disse o ex-jogador do Orlando Magic, em postagem na sua conta no twitter.

Turkoglu foi além em suas acusações e, apoiando o mandado de prisão existente contra Kanter na Turquia, sugeriu que ele é um terrorista traidor da pátria. “Essas acusações constituem mais um exemplo da campanha de difamação que Enes vem conduzindo contra a nação. É óbvio que as declarações desse indivíduo só tentam distorcer a realidade”, concluiu o veterano.

O reserva do Knicks ficou ciente dos ataques do ex-ala e, claro, respondeu. Ele postou a imagem de um documento nas redes sociais que, segundo o próprio, serviria para que realizasse viagens mesmo com o passaporte cancelado pelo governo turco. Contestou, em seguida, as motivações por trás da postagem e disse que Turkoglu não passa de uma “marionete” do presidente.  

“Provavelmente, o presidente está obrigando Hedo a postar essas coisas. Há posts em inglês, turco e alemão em sua conta no twitter – e todos sabemos que ele não sabe falar alemão. Está sendo forçado a falar essas coisas. Ele é o ‘cachorrinho de colo’ de Erdogan e deve estar ganhando bastante dinheiro para prestar-se a um serviço desses”, acusou um indignado Kanter.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Caseh

    Tenso

  • Indeter

    Erdogan é um ditador, Kanter está certo em criticar

  • Jefferson Cavalcanti

    As palavras de Kanter fazem mais sentido.

    Olha que absurdo. Kanter tem um mandado de prisão na Turquia por conta de ser um crítico do presidente.

    • Marcio

      E uma vergonha, o cara e um ditador do kct e não pode ter opinião contraria ao regime imposto por ele!

      • Alex Alves

        Além disso os pais dele estão presos,

        • Marcio

          Eu não sabia que seus país estavam preso, isso mais grave ainda!

        • Marcio

          Tinha lido um tempo atras que a família dele, tinha deserdado ele, pai escreveu ate uma carta a próprio punho e enviou ao ditador da turquia!

          • Alex Alves

            Foram obrigados né rsrs, mas mesmo assim não adiantou estão presos.

          • João Víctor Matos

            Não me lembro dessa informação. Tem certeza que não é equivocada? Como o maigo ali disse a familia se manifestou pro-governo e ainda deserdou o cara.

          • Thiago Marques

            Em outra notícia recebe que fala sobre a desistência do Kanter em jogar na Inglaterra, no post fala que o pai dele tá preso, não verifiquei a veracidade

          • Marcio

            Não tem o que falar né, agora prenderam a família pq o filho não concorda com as leis imposta pelo ditador do país!

  • Doug

    Certo ou errado, não estou aqui para julgar o que ele pensa, até porque não vivo e não conheço os meandros de ser um nacional turco, mas defendo o direito de ele se expressar como bem entender, desde que não cometa crimes com isso, obviamente…pra mim, aqui não é questão de aspecto cultural não, mas de liberdade fundamental, universal do ser humano, e que pode estar sendo tolhida com um pano de fundo “político” e arbitrário…Enes é um porta-voz, um cara conhecido no mundo todo, e, naturalmente, a divulgação de sua opinião e dos seus conhecimentos sobre o seu povo e realidade enfrentada em seu país influenciam muita gente…”talvez” isso não seja interessante ao regime turco…e, outra, o passaporte dele foi cancelado pelo governo turco porque? Por fazer oposição ao governo de Erdogan??? Enes terrorista??? Conta outra, né…

  • Nicolas Dias

    “Campanha de difamação contra a nação”. Kanter faz críticas ao presidente, uma figura pública que serve a nação (ao menos deveria ser assim), mas suas críticas são interpretadas como difamação a própria nação em si e não apenas ao sujeito que ocupa o cargo do presidente.

    Esse é um discurso muito perigoso, que vem crescendo em alguns países (inclusive no Brasil), quando o sujeito que ocupa a presidência deixa de ser visto apenas como o presidente, e tem sua imagem fundida a própria nação, e quem se opõe a ele é visto como se opondo ao próprio país, isso é doentio, e costumar dar ruim.

    Diga-se de passagem, que cara de pau, se o Kanter tem problemas com sua documentação é porque o presidente turco cancelou sua documentação por pura perseguição.

    • dirct

      Olha concordo com quase tudo que vc disse menos em comparar essa situação de outros países (onde não aceitam opiniões contrárias) com o que está acontecendo no Brasil, no Brasil qualquer um pode ter a opinião que quiser e expo-la publicamente sem medo de represálias tanto é que a mídia faz ataques diariamente seja contra esquerda ou direita, o que eu vejo acontecendo no Brasil são pessoas que dizem lutar pela democracia mas passada a eleição dizem que não aceitam o presidente escolhido pela maioria e falam publicamente que farão tudo que puder pra sabotar, política de “quanto pior estiver melhor” ou “se não vai ser minha não vai ser de ninguém” não tem nada de democrático.

      A eleição acabou e seja lá em qual candidato votou a maioria escolheu e agora está todo mundo no mesmo barco, tem que fiscalizar e reinvindicar mas torcer contra pra dar errado como uma criança birrenta porque seu candidato não ganhou não, eu como brasileiro seja lá quem ganhe a eleição sempre vou torcer pra dar certo.

      Obs.: Não coloco a mão no fogo por político nenhum, vi pessoas durante a eleição batendo boca em redes sociais e ao vivo, depois o candidato de qualquer um desses aparece em um escândalo e vc descobre que brigou por um corrupto.

      • Escanor do basquete

        Falou tudo mano é isso mesmo, independente de quem ganhou a gente tem que torcer pra ficar melhor para todos, presidente tem que fazer pelo país todo e não pelo seu partido ou projeto de poder.

        • Nicolas Dias

          Para quem cada um torcer não importa, se torcer servisse para alguma coisa o Brasil seria hexa, e eu teria ganhado a mega da virada. Torcer contra ou favor é irrelevante, o que importa é preparo, competência e plano de governo.

          • Escanor do basquete

            Apenas concordei com o que o cara escreveu acima, tô ciente disso tudo que vc disse não precisa vim querer lacrar pra cima de mim não.
            Antes torcer pra dar certo do que fazer de tudo pra atrapalhar

          • Hurin #HeatNation

            Não adianta cara, essa turminha prefere aumentar o ego torcendo contra para no final dizer “eu avisei”. Quer criticar o Governo por tirar o mais médicos sendo que quem tirou foi Cuba após o Governo propor o revalida aos médicos cubanos. Ediz que o Governo não tinha um plano B sendo que a maioria das vagas ja foram preenchidas, engraçado né?

          • Escanor do basquete

            Bem isso que tá acontecendo msm!

          • Roberto

            As vagas não foram preenchidas, marionete burra.

          • Hurin #HeatNation

            97% das vagas foram preenchidas, mas o lacronete não sabe jogar no google e pesquisar. Mas oq esperar da turminha que só sabe repetir e não pensa né?

          • Nicolas Dias

            Lamento você ter ficado incomodado com meu comentário, não pretendia “lacrar” com você, na verdade nunca vi sentido nessa expressão. Apenas vi você falar sobre torcida e me chamou atenção.

          • Escanor do basquete

            Blz então, foi apenas um mal entendido, Tmj!

      • Nicolas Dias

        Claro que no Brasil eu não sofreria represálias como as do Kanter (pelo menos por enquanto ¯_(ツ)_/¯) se eu fizer uma crítica ao presidente. Mas se eu fizer um comentário no Facebook criticando o presidente por entrar em conflito com Cuba sem ter um plano B para substituir médicos Cubanos, muitos não irão nem mesmo refletir sobre o que eu disse e vão simplificar as coisas dizendo que estou torcendo contra o país, que é ressentimento pelas eleições e bla bla bla.

        Me referia a um comportamento de alguns brasileiros que não estão conseguindo aceitar e compreender nem mesmo críticas legítimas ao novo governo, para alguns isso já é se opor ao Brasil e não ao presidente.

        Sabotar o atual governo por não aceitar a derrota, foi exatamente o que a oposição fez após as eleições de 2014, bloqueando votações apenas para aumentar o caos político. Critiquei e me manifestei de todas as formas possíveis contra isso, e farei de novo. Já críticas legítimas contra ações absurdas do governo eu apoio.

        • dirct

          Bom vamos lá desde já eu digo que não levanto bandeira para partido/político nenhum como deixei claro no primeiro comentário e acredito estar debatendo com alguém em alto nível sem baixarias ou “mentalidade de gado”.

          Com relação ao programa mais médicos não tinha nada mais a considerar, o programa era baseado em regime escravista já que os médicos trabalhavam aqui mas o dinheiro era enviado para seus “donos” em um regime de ditadura em Cuba, os médicos que iriam cuidar da saúde do nosso povo não passavam por qualquer avaliação pra saber se realmente eram médicos, essas condições jamais deveriam ter sido aceitas, se vc negocia com ditador vc apóia o ditador/ditadura, com relação as vagas todas foram preenchidas em questão de poucos dias e o dinheiro ficará aqui todo nas mãos de quem está trabalhando para merece-lo.

          Quando vc diz “críticas legítimas” ao novo governo vc se refere as críticas que aconteceram um dia depois da eleição acabar no que culminou em passeata em protesto? Faz sentido criticar um governo que ainda nem assumiu?

          De acordo com seu último parágrafo vc diz que o último governo (Dilma) foi sabotado e por isso vc acha correto que isso se torne um círculo vicioso e agora sabotem também? Isso não seria jogar contra o seu país? Vamos viver na me*da agora porque sabotaram o governo passado? Isso não é colocar partidos sabotadores e sabotados a frente do mais importante que é país/povo?

          Volto a deixar claro não sou militante de partido/político nenhum e apenas tento ver as coisas racionalmente sempre colocando como prioridade o que importa: País/povo.

          • Nicolas Dias

            Mais médicos foi apenas um exemplo e não pretendia me alongar quanto isso. Vagas foram preenchidas rapidamente, mas apenas 10% se apresentou, o governo precisou estender o prazo, depois abrir uma nova fase, e agora está correndo atrás dos Cubanos que ainda não foram embora, prometendo emprego mesmo em o revalida. Não me oponho a romper com Cuba, apenas a forma que foi feito. Quem precisou/precisar de atendimento médico nesse período de transição faz o que?

            Não me referia a passeatas um dia após a eleição, me referia a críticas a sua política ambiental por exemplo, ou a demarcação de terras, ou nomeações de ministros etc… etc… São coisas que as pessoas podem criticar, elas podem ter argumentos legítimos para isso, mas não existe discussão, pois caí nesse discurso de “tá torcendo contra, chora mais, aceita bla bla bla”.

            Releia meu último parágrafo, sua pergunta não cabe aqui. A respeito de sabotarem o governo anterior eu disse, “critiquei e me manifestei de todas as formas possíveis contra isso, e farei de novo”.

          • dirct

            A sim, gostei das ponderações e concordo, é assim que eu acho que deve ser discutido o assunto cada um tentando enxergar os pontos positivos e negativos sem fanatismo, parabéns.

          • Nicolas Dias

            Você também, e concordo, o diálogo é sempre importante, assim como pontos de vista divergentes. Política é complexa e não deve ser vista de forma dicotómica, perspectivas diferentes sempre tem pontos positivos e negativos, e como você disse, enxergar esses pontos é importante.

  • Beto cargnin

    Parabéns kanter, você pode não ser meu jogador preferido, mas agora tens um lugar guardado na história.
    São poucos esportistas que tem coragem de se posicionar da forma que ele se posicionou.
    Sei que são situações totalmente diferentes mas o caso do Colin Kaepernick na NFL serviu de exemplo pra muitos jogadores deixarem de se posicionarem politicamente(o que deveria ter um efeito contrário na minha opinião).

    “Morro de pé, mas não vivo de joelhos”
    ZAPATA emiliano.

    • Hurin #HeatNation

      Kanter e Kaepernick não tem nada a haver…UM Critica um ditador que fortalece terroristas enquanto que o outro é um mimizento desgraçado.

      • Beto cargnin

        “Mimizento desgraçado”.
        Como e porque você chegou a essa conclusão?

      • Nicolas Dias

        Isso é tão injusto. USA é chamado de, “o mundo livre”, a terra dos homens livres, inclusive isso é repetido diversas vezes no hino americano, ele considerou hipócrita visto a realidade e protestou contra. Outros atletas fizeram o mesmo, até o presidente do país se manifestou, a NFL criou multas para quem fizesse o mesmo, e de repente Colin não tinha mais emprego. Ele não é genial, mas não conseguir nem uma vaguinha de reserva? Visto a quantidade jogadores ruins que conseguem contratos e o Colin não, o processo dele parece legítimo, tanto que a justiça americana negou a anulação do processo.

        • Hurin #HeatNation

          Nos EUA vc pode protestar a hr que vc quiser, mas a joelhar na hora do Hino Nacional é considerado um desrespeito ao país. Tanto é que vários jogadores que serviram as forças armadas ficaram contra. O cara ja estava na merda, pq não protestou quando levou o time a final do super bowl? Isso era tudo para chamar midia, só que se ferrou bonito, alem de ser mediocre nenhum time quer ter sua imagem associada a um jogador que desrespeita a bandeira Americana, lá o patriotismo é outro nível.

          • DNT – KnickTankMode

            Pra que serve esse patriotismo?
            Para morrer e matar no Oriente médio ou no Vietnã?
            No meu ponto de vista, Kaepernick protestou sobre um tema que incomoda bastante quemtem o maior poder financeiro e foi punido por isso, a questão da bandeira foi apenas pretexto.

          • Nicolas Dias

            Se o bom patriota não morrer no Oriente Médio, esse patriotismo serve para se tornar sem-teto quando voltar da guerra, sofrer de estresse pós-traumático, e eventualmente cometer suicídio, pois as estatísticas mostram que hoje morrem mais soldados cometendo suicídio do que nas excursões ao Oriente Médio.

          • Nicolas Dias

            Ele não fez antes porque a repercussão da brutalidade policial aumentou após ele jogar o Super Bowl, sendo isso que motivou o protesto, não apenas dele mas de diversos atletas inclusive na NBA. Patriotismo nível idiota, porque a bandeira é só um pedaço de pano, o que realmente simboliza, representa e constrói a nação são as pessoas, o país são os cidadãos, eles que mantém a cultura e o país vivo, eles que importam. Boa parte da população sabe disso, por isso ele atraiu tantos apoiadores ao seu protesto, que foi muito bom, mostrar que o que o hino diz não ocorre na prática foi uma boa sacada.

            https://uploads.disquscdn.com/images/efc4c0ac3e83a1f1429f3d753ce91f3813919864ae02ea99fc6d40cc20e6486b.jpg

          • Hurin #HeatNation

            Só faltou o “ninguem solta a mão de ninguem” kkkkk patetico.

          • Nicolas Dias

            ¯_(ツ)_/¯ é um direito deles.

  • Paulo Henrique

    Tenso isso aí, respeito máximo ao Kanter por se posicionar contra e ainda ter cabeça pra jogar basquete

  • RSMC

    Turkoglu perdeu completamente a noção. Como o cara apoia a prisão e chama de terrorista um companheiro de profissão, talvez tenham jogados juntos na seleção Turca, não sei.

    Lembrando que o cara é Presidente da Federação Turca de Basquete também.

    Dando uma olhada no twitter aqui, o Kanter postou uma foto do seu passaporte mostrando que ele pode sim ir para o Reino Unido.

    • dirct

      Acredito que o “problema” do Turkoglu não é falta de noção, é o mesmo “problema” dos pais do Kanter quando escreveram aquela carta o deserdando, eles estão na Turquia e pelo jeito com o regime atual quem discordar paga caro, as pessoas apoiam o regime por medo e não por convicção.

  • dirct

    A resposta do Kanter acabou com qualquer argumento do Turkoglu, aliás o que provaria se Kanter realmente não pudesse entrar na Inglaterra pela sua documentação/passaporte se quem cancelou foi o próprio governo turco?

    Eu não tenho conhecimento de todos os fatos que acontecem na Turquia mas se um jogador de basquete é condenado a prisão por terrorismo contra o país por apenas discordar do presidente então esse presidente é um ditador porque ditadores não aceitam que discordem e usam a força.

  • Marcos Gordinho

    Está claro o peso político do que está acontecendo com Kanter. Não dá para saber até quando ele terá cabeça para seguir jogando passando por tamanha pressão e ainda ver parentes próximos sendo perseguidos e presos sem justificativas claras. O crime do Kanter, falar. Nem me restam dúvidas do perfil de ditadura óbvio que os turcos vivem.

    • Claudio R.

      Mas o cara falar tbm sem morar no país e fácil…. hj todo mundo só sabe criticar, mas oferecer pra ser á ajuda e fazer a diferença, ninguém quer, sabe pq ? Pq fazer a diferença da trabalho. Não vejo ele fazendo um trabalho de caridade ou de ajuda aos necessitados na Turquia, mas meter o pau no mala do presidente ele sabe …

      • hugo

        Cara, que comentario sem sentido, é direito de todos reclamar, agora ser perseguido por isso é um absurdo.

        • Claudio R.

          vc pode reclamar, mas tbm não fazer nada em troca pela comunidade que vc supostamente ta defendendo?… Veja o Lebron, mete o pau no Trump, mas faz coisa pra kct por Akron, Ohio… Constroi escola, da bolsas de estudo, isso sim… vc pode reclamar, mas não mover uma palha pra ajudar a mudar aquilo que vc acha errado, é foda

          • Marlon

            Claro que o LeBron faz algo em troca, ele tem liberdade pra isso, Kanter ñ tem liberdade nem pra andar lá , quem dera ajudar. Análise toda a situação pra depois criticar.

          • dirct

            Vc quer que ele vá fazer coisas boas em um lugar que se ele pisar será morto e seus pais estão presos por serem pais dele? Sua visão está distorcida amigo, LeBron vive em um regime democrático onde pode discordar e viver sua vida tranquilamente e fazer as ações que faz, o lugar onde Kanter veio hoje é um regime de ditadura onde quem discordar é preso ou morto.

            A única boa ação que ele pode fazer já está fazendo que é usar sua popularidade para chamar a atenção do mundo para o que está acontecendo lá, Kanter provavelmente nunca mais poderá pisar na Turquia enquanto o regime atual sobreviver.

          • Igor Neves

            Essa é a diferença, LeBron vive em meio a democracia, o país do Kanter é uma ditadura. Se ele pisar, morreu.

      • DNT – KnickTankMode

        Se ele for pra Turquia ele morre. kkkkkkk

        • JAMnba

          morre mesmo

      • Guga Goll

        Cara, ninguém é obrigado a fazer trabalho de caridade. Não estou defendendo o Kanter, não conheço a política turca e não pesquisei sobre o assunto. Mas houve o que você tá falando, só uma vez. Qualquer pessoa pode reclamar e dar opinião.

      • Marcos Gordinho

        Não sabe ler amigo? Ou lê e não compreende? Simplesmente qualquer ajuda que aceitem de Kanter se transforma em motivo para serem perseguidos. O pai (que chegou a desertar Kanter) está preso sem justificativas aparentes. Se, e somente se, Kanter ajudar alguém precisa ser em total anonimato senão causará mais problemas a quem quis ajudar. O que existe lá na Turquia é uma ditadura “real” não uma ditadura “água com açúcar” que projetam no Brasil sobre o regime militar que tivemos. Tenho 46 anos e não recordo da sombra da ditadura como alguns falam. Nem meu círculo familiar, nem as pessoas que viveram na época. Só lamento o atraso e estagnação do país nesse período, faltou o devido “progresso”, sobrou “ordem”.

      • Edson Eu

        Acho que esse é o comentário mais sem noção que já vi por aqui.

  • Guilherme Petros

    putaquepariu

  • Elvis Monteiro

    É uma das situações mais loucas que já vi envolvendo esporte e política
    Força, Enes!