Offseason 2019 – Conferência Leste: raio-x das equipes da Divisão do Atlântico

Conferência Leste – Divisão do Atlântico

Boston Celtics

Dono da franquia: Wyc Grousbeck
Front office: Danny Ainge (gerente-geral)
Técnico: Brad Stevens (contrato garantido até 2022)

Contratos garantidos para 2019/20: US$69.95 milhões
– Gordon Hayward (SG/SF): US$32.7 milhões
– Marcus Smart (PG/SG): US$12.5 milhões
– Jayson Tatum (SF): US$7.8 milhões
– Jaylen Brown (SG/SF): US$6.5 milhões – expirante
– Aron Baynes (C): US$5.45 milhões – expirante
– Guerschon Yabusele (PF): US$3.1 milhões
– Robert Williams (C): US$1.9 milhão

Player option (opção de estender ou não o contrato por mais uma temporada): US$30.1 milhões
– Al Horford (PF/C): US$30.1 milhões

Team option (opção do time encerrar o contrato antes da abertura do mercado): US$1.6 milhão
– Semi Ojeleye (PF): US$1.6 milhão

Exceções salariais
Trade exception de US$450 mil (expira em 23/07/2019)
Trade exception de US$1.3 milhão (expira em 07/02/2020)

Agentes livres
– Kyrie Irving (PG): irrestrito (Celtics tem os Bird rights) – Cap Hold de US$21.2 milhões
– Marcus Morris (SF/PF): irrestrito (Celtics tem os Bird rights) – Cap Hold de US$10.2 milhões
– Terry Rozier (PG): restrito (Celtics tem os Bird rights) – Cap Hold de US$9.1 milhões
– Daniel Theis (PF/C): restrito (Celtics tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$1.8 milhão
– Brad Wanamaker (PG): restrito – Cap Hold de US$1.6 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$16 milhões acima do teto salarial, mas abaixo da Luxury Tax

Objetivos na offseason
– Continuar como contender no Leste
– Tentar manter Kyrie Irving ou, em caso de saída dele (mais provável), trazer outro armador consolidado
– Adicionar ao menos um bom reboteiro (nono pior em rebotes em 2018/19)
– Adicionar arremessadores do perímetro (Irving e Morris, dois dos melhores chutadores do time, serão agentes livres nesta offseason)
– Utilizar algumas das escolhas de Draft (deste ano e futuras) em negociações para fortalecer o elenco

Potenciais alvos na agência livre
– Kyrie Irving (PG): irrestrito
– Marcus Morris (SF/PF): irrestrito
– Daniel Theis (PF/C): restrito
– Terry Rozier (PG): restrito
– Kemba Walker (PG): irrestrito
– D’Angelo Russell (PG): restrito
– Patrick Beverley (PG): irrestrito
– Ricky Rubio (PG): irrestrito
– Thaddeus Young (PF): irrestrito
– Isaiah Thomas (PG): irrestrito

Principais moedas de troca
– As escolhas 14, 20 e 22 do Draft deste ano
– A escolha oriunda do Memphis Grizzlies do Draft de 2020

Potenciais alvos de troca
– Mike Conley (PG, Memphis Grizzlies): US$32.5 milhões na próxima temporada e uma player option de US$34.5 milhões em 2020/21
– Bradley Beal (SG, Washington Wizards): US$55.8 milhões nas próximas duas temporadas

Escolhas no Draft 2019
– Três de primeira rodada (14, 20 e 22)
– Uma de segunda rodada (51)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Kevin Porter Jr. (SG/SF, USC, freshman, 19 anos)
– Nassir Little (SF, North Carolina, freshman, 19 anos)
– Bol Bol (C, Oregon, freshman, 19 anos)
– Brandon Clarke (PF/C, Gonzaga, junior, 22 anos)
– Rui Hachimura (PF, Gonzaga, junior, 21 anos)
– P.J. Washington (PF, Kentucky, sophomore, 20 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Nickeil Alexander-Walker (SG, Virginia Tech, 19 anos)
– Goga Bitadze (C, Geórgia, 19 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, 20 anos)
– Ty Jerome (PG/SG, Virginia, 21 anos)
– Talen Horton-Tucker (SG/SF, Iowa State, freshman, 18 anos)


Brooklyn Nets

Dono da franquia: Mikhail Prokhorov
Front office: Sean Marks (gerente-geral)
Técnico: Kenny Atkinson (contrato garantido até 2020, perto de fechar uma extensão)

Contratos garantidos para 2019/20: US$30.4 milhões
– Spencer Dinwiddie (PG): US$10.6 milhões
– Joe Harris (SG/SF): US$7.7 milhões – expirante
– Taurean Prince (SF): US$3.5 milhões – expirante
– Caris LeVert (SG/SF): US$2.6 milhões – expirante
– Jarrett Allen (C): US$2.4 milhões
– Dzanan Musa (SF): US$1.9 milhão
– Rodions Kurucs (SF/PF): US$1.7 milhão

Contratos não garantidos para 2019/20: US$3.4 milhões
– Shabazz Napier (PG): US$1.8 milhão – torna-se garantido a partir de 10/07/19
– Treveon Graham (SG/SF): US$1.6 milhão – torna-se garantido a partir de 10/07/19

Jogador dispensado, cujo salário ainda aparece no cap
– Deron Williams (PG): US$5.5 milhões

Agentes livres
– D’Angelo Russell (PG): restrito (Nets tem os Bird rights) – Cap Hold de US$21 milhões
– Rondae Hollis-Jefferson (SF/PF): irrestrito (Nets tem os Bird rights) – Cap Hold de US$7.4 milhões
– DeMarre Carroll: (SF): irrestrito (Nets tem os Bird rights) – Cap Hold de US$23.1 milhões
– Jared Dudley (PF): irrestrito (Nets tem os Bird rights) – Cap Hold de US$14.3 milhões
– Ed Davis (C): irrestrito – Cap Hold de US$5.3 milhões
– Theo Pinson (SG/SF): restrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Alan Williams (C): irrestrito – Cap Hold de US$1.4 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$67 milhões

Objetivos na offseason
– continuar sendo um time de playoffs
– dar um passo importante na reconstrução do elenco: trazer ao menos um agente livre de calibre
– adicionar bons arremessadores (quarto pior em aproveitamento nos arremessos de quadra em 2018/19)
– adicionar jogadores versáteis para as posições 3, 4 e 5, algo importante para um time que atua essencialmente com quatro abertos e um pivô

Potenciais alvos na agência livre
– D’Angelo Russell (PG): restrito
– Kevin Durant (SF): irrestrito
– Kyrie Irving (PG): irrestrito
– Jimmy Butler (SG/SF): irrestrito
– Tobias Harris (SF/PF): irrestrito

Principais moedas de troca
– Spencer Dinwiddie
– O contrato expirante de Joe Harris

Potenciais alvos de troca
– Bradley Beal (SG, Washington Wizards): US$55.8 milhões nas próximas duas temporadas

Escolhas no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (27)
– Uma de segunda rodada (31)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– P.J. Washington (PF, Kentucky, sophomore, 20 anos)
– Nassir Little (SF, North Carolina, freshman, 19 anos)
– Tyler Herro (SG, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Nickeil Alexander-Walker (SG, Virginia Tech, 19 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, 20 anos)
– Goga Bitadze (C, Geórgia, 19 anos)
– Luka Samanic (PF, Croácia, 19 anos)
– Cameron Johnson (SF, North Carolina, senior, 23 anos)
– Mfiondu Kabengele (C, Florida State, sophomore, 21 anos)
– Nicolas Claxton (C, Georgia, sophomore, 20 anos)


New York Knicks

Dono da franquia: James Dolan
Front office: Steve Mills (presidente de operações), Scott Perry (gerente-geral)
Técnico: David Fizdale (contrato garantido até 2022)

Contratos garantidos para 2019/20: US$18.7 milhões
– Frank Ntilikina (PG/SG): US$4.8 milhões
– Dennis Smith Jr. (PG): US$4.5 milhões
– Kevin Knox (SF): US$4.4 milhões
– Allonzo Trier (SG): US$3.5 milhões
– Mitchell Robinson (C): US$1.5 milhão

Contratos não garantidos para 2019/20: US$10.8 milhões
– Lance Thomas (SF/PF): US$7.6 milhões – torna-se garantido a partir de 30/06/19
– Damyean Dotson (SG): US$1.6 milhão – torna-se garantido a partir de 15/07/19
– Henry Ellenson (PF): US$1.6 milhão

Team option (opção do time encerrar o contrato antes da abertura do mercado): US$2 milhões
– John Jenkins (SG): US$2 milhões

Jogador dispensado, cujo salário ainda aparece no cap
– Joakim Noah (C): US$6.4 milhões

Agentes livres
– DeAndre Jordan (C): irrestrito – Cap Hold de US$27.5 milhões
– Mario Hezonja (SG/SF): irrestrito – Cap Hold de US$7.8 milhões
– Noah Vonleh (PF): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Emmanuel Mudiay (PG): restrito (Knicks tem os Bird rights) – Cap Hold de US$12.9 milhões
– Luke Kornet (C): restrito (Knicks tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$2.1 milhões
– Isaiah Hicks (PF): restrito (Knicks tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$1.4 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$68 milhões

Objetivos na offseason
– Tentar a contratação de dois jogadores gabaritados na agência livre, voltar a ser competitivo e brigar por vaga nos playoffs
– Adicionar pontuadores (pior em eficiência ofensiva e terceiro pior em média de pontos anotados em 2018/19)
– Adicionar defensores tanto de perímetro quanto de garrafão (quinto pior em eficiência defensiva em 2018/19)
– Adicionar arremessadores (pior em aproveitamento nos arremessos de quadra e terceiro pior em aproveitamento nas bolas de três pontos em 2018/19)
– Adicionar criadores de jogadas (pior em número de assistências em 2018/19)

Potenciais alvos na agência livre
– Kevin Durant (SF): irrestrito
– Kyrie Irving (PG): irrestrito
– Kawhi Leonard (SF): irrestrito
– Klay Thompson (SG): irrestrito
– Jimmy Butler (SG/SF): irrestrito
– Tobias Harris (SF/PF): irrestrito
– Kemba Walker (PG): irrestrito
– DeAndre Jordan (C): irrestrito
– Julius Randle (PF/C): irrestrito

Principais moedas de troca
– Dennis Smith Jr., Frank Ntilikina, Kevin Knox e Mitchell Robinson
– O contrato não garantido de Lance Thomas
– A escolha número 3 do Draft deste ano

Potencial alvo de troca
– Bradley Beal (SG, Washington Wizards): US$55.8 milhões nas próximas duas temporadas

Escolhas no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (3)
– Uma de segunda rodada (55)

Potencial alvo na primeira rodada do Draft
– RJ Barrett (SG/SF, Duke, freshman, 18 anos)


Philadelphia 76ers (por Ricardo Romanelli)

Dono da franquia: Joshua Harris
Front office: Elton Brand (gerente-geral)
Técnico: Brett Brown (contrato garantido até 2022)

Contratos garantidos para 2019/20: US$40.3 milhões
– Joel Embiid (C): US$27.5 milhões
– Ben Simmons (PG/PF): US$8.1 milhões
– Zhaire Smith (SG): US$3 milhões
– Jonah Bolden (PF): US$1.7 milhão

Contrato não garantido para 2019/20: US$5.7 milhões
– Jonathon Simmons (SG/SF): US$5.7 milhões (US$1 milhão parcialmente garantido)

Exceções salariais
Trade exception de US$957 mil (expira em 10/11/2019)
Trade exception de US$2.3 milhões (expira em 07/02/2020)

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$37 milhões

Agentes livres
– Jimmy Butler (SG/SF): irrestrito (Sixers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$19.8 milhões
– Tobias Harris (SF/PF): irrestrito (Sixers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$22.2 milhões
– Boban Marjanovic (C): irrestrito (Sixers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$13.3 milhões
– T.J. McConnell (PG): irrestrito (Sixers tem os Bird rights) – Cap Hold de US$1.6 milhão
– J.J. Redick (SG): irrestrito (Sixers tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$15.9 milhões
– Furkan Korkmaz (SG/SF): irrestrito (Sixers tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Amir Johnson (C): irrestrito (Sixers tem os Early Bird rights) – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Mike Scott (PF): irrestrito – Cap Hold de US$5.1 milhões
– James Ennis (SG/SF): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Greg Monroe (C): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Shake Milton (SG): restrito – Cap Hold de US$1.6 milhão

Objetivos na offseason
– Renovar com Jimmy Butler e Tobias Harris, adquiridos durante a temporada. Butler tem uma player option no valor aproximado de US$19 milhões para a próxima temporada, que ele deve renunciar para se tornar agente livre irrestrito e buscar um contrato máximo, acima de US$30 milhões anuais. Harris foi mal nos playoffs, mas atrai o interesse de diversas outras franquias, e sua renovação pode sair cara para o Sixers.
– Tentar encaixar a renovação de atletas do elenco de apoio que foram bem na temporada, como Mike Scott, James Ennis e J.J. Redick. Esse objetivo pode se complicar com o custo das renovações de Butler e Harris, caso ocorram.
– Buscar um pivô reserva confiável para Joel Embiid, que perde parte importante das partidas que o time disputa. No elenco da última temporada foram três pivôs de ofício vindo do banco e nenhum confiável.
– Adicionar arremessadores do perímetro para diminuir a dependência do veteraníssimo Redick, que tem permanência incerta, e espaçar a quadra para otimizar o jogo de Ben Simmons.

Potenciais alvos na agência livre
– Jimmy Butler (SG/SF): irrestrito
– Tobias Harris (SF/PF): irrestrito
– J.J. Redick (SG): irrestrito
– Mike Scott (PF): irrestrito
– Kevin Durant (SF): irrestrito
– Bojan Bogdanovic (SF): irrestrito
– Nikola Mirotic (PF): irrestrito
– Dewayne Dedmon (C): irrestrito
– JaVale McGee (C): irrestrito
– Kyle O’Quinn (C): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito
– Reggie Bullock (SG/SF): irrestrito
– Seth Curry (PG/SG): irrestrito

Principais moedas de troca
– O contrato não garantido de Jonathon Simmons
– Pelo menos duas escolhas do Draft deste ano

Escolhas no Draft 2019
– Uma de primeira rodada (24)
– Quatro de segunda rodada (33, 34, 42 e 54)

Potenciais alvos na primeira rodada do Draft
– Tyler Herro (SG, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Ty Jerome (PG/SG, Virginia, junior, 21 anos)
– Keldon Johnson (SG/SF, Kentucky, freshman, 19 anos)
– Matisse Thybulle (SG/SF, Washington, senior, 21 anos)
– Cameron Johnson (SF, North Carolina, senior, 23 anos)
– Luka Samanic (PF, Croácia, 19 anos)
– Grant Williams (PF, Tennessee, 20 anos)
– Mfiondu Kabengele (C, Florida State, sophomore, 21 anos)
– Chuma Okeke (PF, Auburn, sophomore, 20 anos)
– Nicolas Claxton (C, Georgia, sophomore, 20 anos)


Toronto Raptors

Dono da franquia: Maple Leaf Sports & Entertainment
Front office: Masai Ujiri (presidente de operações), Bobby Webster (gerente-geral)
Técnico: Nick Nurse (contrato garantido até 2021)

Contratos garantidos para 2019/20: US$84 milhões
– Kyle Lowry (PG): US$33.3 milhões – expirante
– Serge Ibaka (PF/C): US$23.3 milhões – expirante
– Norman Powell (SG/SF): US$10.1 milhões
– Fred VanVleet (PG): US$9.45 milhões – expirante
– Pascal Siakam (PF): US$2.35 milhões – expirante
– OG Anunoby (SF/PF): US$2.3 milhões
– Chris Boucher (PF/C): US$1.6 milhão – expirante
– Malcolm Miller (SF): US$1.6 milhão – expirante

Player option (opção de estender o contrato por mais uma temporada): US$25.6 milhões
– Marc Gasol (C): US$25.6 milhões

Exceções salariais
Trade exception de US$2.95 milhões (expira em 18/07/2019)
Trade exception de US$1.6 milhão (expira em 06/02/2020)
Trade exception de US$1.5 milhão (expira em 07/02/2020)
Trade exception de US$2.5 milhões (expira em 07/02/2020)

Jogador dispensado, cujo salário ainda aparece no cap
– Justin Hamilton (C): US$1 milhão

Provável espaço na folha salarial
– Cerca de US$26 milhões acima do teto salarial e pagando pouco mais de US$2 milhões de Luxury Tax

Agentes livres
– Kawhi Leonard (SF): irrestrito (Raptors tem os Bird rights) – Cap Hold de US$21.3 milhões
– Danny Green (SG/SF): irrestrito (Raptors tem os Bird rights) – Cap Hold de US$15 milhões
– Jeremy Lin (PG/SG): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Patrick McCaw (SG): restrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Jodie Meeks (SG): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão
– Eric Moreland (C): irrestrito – Cap Hold de US$1.6 milhão

Objetivos na offseason
– Renovar com Kawhi Leonard
– Manter a base do time campeão e seguir como contender

Potenciais alvos na agência livre
– Kawhi Leonard (SF): irrestrito
– Danny Green (SG/SF): irrestrito
– Wayne Ellington (SG/SF): irrestrito

Principais moedas de troca
– Os contratos expirantes de Kyle Lowry e Serge Ibaka

Escolha no Draft 2019
– Uma de segunda rodada (59)


Observações

Salary Cap: na próxima temporada, o teto salarial deverá ser de US$109 milhões.

Luxury Tax: na próxima temporada, as multas deverão começar a ser cobradas de quem gastar pelo menos US$132 milhões, ou seja, quase US$23 milhões acima do teto salarial.

Multas: o time que chega ao nível de luxury tax começa a pagar multas – e as punições são mais pesadas para aqueles que são reincidentes.

Tamanho do estouro – Multa por dólar excedente – Multa por dólar excedente em caso de reincidência
– Menos de US$5 milhões – US$1,50 – US$2,50
– Entre US$5 milhões e US$10 milhões – US$1,75 – US$2,75
– Entre US$10 milhões e US$15 milhões – US$2,50 – US$3,50
– Entre US$15 milhões e US$20 milhões – US$3,25 – US$4,25
– US$20 milhões ou mais – US$3,75 + US$0,50 a cada US$5 milhões – US$4,75 + US$0,50 a cada US$5 milhões

Cap Hold: representa, basicamente, o espaço no Cap que uma equipe visa utilizar, ou seja, jogadores com os quais planeja firmar contrato, mas que ainda não o tenha feito. Por exemplo: um jogador escolhido no draft que ainda não tenha assinado contrato com a equipe, irá fazê-lo, e como tal, a equipa precisa de criar um Cap Hold – ou, por outras palavras, uma reserva. Um jogador que é agente livre conta no teto salarial do time mesmo que esteja sem contrato – pelo menos até assinar com outro time. Isso impede que uma equipe assine com agentes livres de outros times e depois assine com os seus próprios utilizando as exceções para estourar o teto salarial.

Exceções que permitem o estouro do teto salarial

Mid-Level Exception: a exceção de nível médio serve para que os times possam contratar anualmente jogadores com contratos medianos, mesmo que estejam acima do teto salarial.

– MLE (para os times que não entrarem na luxury tax): US$9.246 milhões no primeiro ano para quatro anos de contrato
– Mini MLE (para os times que entrarem na luxury tax): US$5.711 milhões no primeiro ano para três anos de contrato
Room Exception (para os times que estiverem abaixo do Cap): US$ 4.76 milhões no primeiro ano para dois anos de contrato

Bi-Annual Exception (US$3.619 milhões no primeiro ano de contrato): permite aos times assinarem com jogadores contratos de até dois anos, com um primeiro ano relativamente baixo e acréscimo de no máximo 8% para o segundo ano. Desde 2011, essa exceção NÃO é liberada para times que pagam luxury tax.

Rookie Exception: a exceção de novatos permite que os times assinem com as suas escolhas de primeira rodada pelos valores tabelados, mesmo que para isso seja necessário ultrapassar o limite do teto salarial.

Larry Bird Exception: tem esse nome porque foi aplicada pela primeira vez durante uma renovação de Larry Bird com o Boston Celtics, nos anos 80. Com ela, os times podem estourar o teto salarial para renovar com jogadores que estão no elenco há pelo menos três anos. O jogador também mantém os seus “Bird rights” se for trocado ou se tiver o contrato puxado dos waivers assim que for cortado. Jogadores que têm os “Bird rights” ainda podem assinar contratos de cinco anos, enquanto outros jogadores não podem assinar vínculos maiores do que quatro temporadas.

Early Bird Exception: serve para jogadores que estão no mesmo time há dois anos. Devem assinar contratos entre dois e quatro anos, com um valor máximo de 175% do salário anterior ou a média do salário da liga (o que for maior).

Non-Bird Exception: serve para jogadores que estão no mesmo time há um ano. São contratos de até quatro anos, com um valor máximo de 120% do salário anterior ou 120% a mais que o piso salarial da NBA (o que for maior).

Minimum Salary Exception: salário mínimo” da liga. Não há limite no número de jogadores contratados sob essa exceção – para a temporada 2019/2020, o salário é de US$2.561 milhões. Aplicada a veteranos que têm dez ou mais anos de trajetória na NBA.

Trade Exception: exceção salarial aberta quando há uma troca de jogadores com contratos discrepantes ou de jogadores por escolhas de draft. O time que troca o jogador de salário maior ganha uma exceção de troca. No prazo de até um ano, esse time poderá fazer uma outra troca em que receba um jogador com o salário maior.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Toronto com capital bem estourado…são 84 milhas sem contar a option do Gasol de 25 milhas e um contrato maximo do KL de 40…se KL não renovar Toronto já estaria estourado, isso sem contar que na Siakan e Van flet super valorizados são expirantes…ainda bem que conquistaram o titulo agora.

    • Celso Cachali Jr

      toronto ta na merda. ehehehehehhe

      • Hugo Noronha

        E o Celtics?

        • Alexandre Silva

          Celtics, nem na merda, pode dizer que estão, bem abaixo disso ehehehe

          • Joel

            Vai perder o Irving, sem ele chegou em final de conferência. Menos, bem menos.

          • Hugo Noronha

            o raio não cai duas vezes no mesmo lugar.

          • Hugo Noronha

            o nível técnico do Leste elevou demais desde que isso aconteceu.

    • Diego Costa

      Se o Kawhi não ficar será difícil pro Raptors se virar no mercado, em compensação se ele ficar a base será a mesma e a equipe virá muito forte pro próximo ano mais uma vez, já que ninguém deve sair. Talvez só o Danny Green.

      • Cavs&KingJamesaondeestiver

        só isso salva, mas acho que KL vai vazar para sua cidade LA..(Clippers ou Lakers)

    • Edson Matheus

      Vamos ver o q o mito Ujiri

      • Cavs&KingJamesaondeestiver

        malandramente vai aceitar as 40 milhas do Wizzads e não arriscar perder a credibilidade que conseguiu neste campeonato deixando a bomba para o secessor

  • Diego Costa

    O Nets é o único que está numa situação boa nessa conferência, vai poder escolher entre uma estrela ou um PG jovem. Enquanto isso o resto das equipes estão rodeadas de duvidas. Toronto com Kawhi, Sixers com Butler e Harris,e se renova com os 2 vai ter que se virar pra arrumar reservas melhores.

    Já o Knicks sem Durant tá com muita cara de que vai cometer uma loucura por alguém como Middleton,Harris ou até mesmo o Randle. Talvez até o Russell entre na parada. A lesão do KD arruinou os planos do Warriors e do Knicks ao mesmo tempo.

    – Celtics ao meu ver ainda pode ser muito competitivo sem Kyrie. Não mais um contender, mas alguém que vai prós offs com tranquilidade ainda.

  • Maicon Gomes

    Matéria bem detalhada e explicativa. Parabéns pelo trabalho.

    Knicks ainda pode sair com uma equipe forte, principalmente se o Leonard chegar por lá. Com isso teria o KL, bastante espaço no CAP ainda é boas moedas pra fazer trade. É só trabalhar direitinho que dar bom e, esse é o grande problema.

    Raptors se o KL não ficar se complica pra próxima temporada. Pelo menos tem bastante contrato expirante de jogador experiente. Com isso daria pra conseguir boas ofertas e reformular a equipe bem, coisa que eu faria, pois sem o KL continua sendo uma equipe boa, mas nada além disso.

    Celtics tá meio perdido se o Irving realmente não aceitar a renovação. Não vem falar de Rozier, pelo amor de Deus. O cara é fraco, muito fraco. Não sabe arremessar, não sabe armar bem a equipe e nem é um grande defensor, ou seja, o Smart é bem melhor que essa naba que se acha craque. Eu deixaria ir embora, pois a renovação vai sair por uns 12 milhões de bobear e ele não vale a metade disso.
    Ainge vai morrer com 999 picks mesmo. O cara só quer fazer trade se puder dar manta nos outros, aí complica. O jeito é rezar pro Horford aceitar reformular esse contrato, torcer pro Tatum realmente evoluir agora e virar aquele jogador que foi no primeiro offs dele, torcer pro Brown evoluir também e, principalmente, torcer e rezar pro Hayward voltar a ser o jogador que era no Jazz. Aí o time de Boston conseguirá ver uma luz no fim do túnel, pois até agora as coisas não estão ocorrendo como o esperado.

    Sixers tem que manter o time, entregou bastante coisa pra fazer esse elenco e não pode desistir depois da 1° temporada que jogaram juntos. A equipe é muito forte e foi a que chegou mais perto de derrotar o atual campeão da liga. Devem chegar mais entrosados nessa próxima temporada.
    O necessário é melhorar o banco, mandar o Embiid se cuidar melhor pra poder jogar inteiro o máximo de jogos possíveis e mandar o Simmons focar a melhora pro arremesso de média é longa distância, pois é essencial ele matar pelo menos uns 33% de longa distância, elevaria bastante o nível da equipe e principalmente seu próprio nível.

    Nets tem tudo pra dar um salto de qualidade e formar uma equipe que possa chegar às finais. Espero que consigam fazer isso, pois é um time bem simpático e depois daquele estupro que tomou do Celtics está fazendo tudo certo.

    • Ronald Vagner

      Rozier não é grande coisa mesmo, mais no esquema coletivo do Brad Stevens, ele rende bem, o time ano passado foi a final da conferência com ele, e obrigou o LeBron a ter que jogar o seu melhor para vencer novamente o leste. O quinteto titular que foi a final do leste, continuará lá (caso o Rozier renove, se sair só perde ele, o Horford não faz sentido testar mercado, com a idade dele ngm oferecerá um contrato grande, para ele o melhor é ou usar a PO, ou reestruturar com o próprio Celtics). O problema do Celtics ano passado foi clara briga de egos, e o Kyrie não se encaixou, somou a isso uma pressão grande. Ás chances do Celtics voltar ao nível da temporada passada, é boa.

      • Maicon Gomes

        Jogador ruim que se destacou em partidas dos offs tem alguns, esse é o caso do Rozier. Ele não vale uns 10-12 milhões por temporada, é fraco demais.

        É melhor chegar no Collison e oferecer 30/3 pra ele, com certeza irá agregar bem mais que o peladeiro ruim do Rozier.

        Biyombo por exemplo, se destacou naquela série do Raptors x Cavs em 15/16, aí foi o Magic e apostou no jovem pivô pro garrafão. Leonard (Portland) se destacou contra o GSW também e o cara é fraco demais.

        Às vezes jogador ruim vai fazer uma graça, mas 97% do tempo só vai fazer besteira.

        • Ronald Vagner

          Tem opções no mercado para o Celtics conseguir melhores do que o Rozier por um salário compatível ao dele, o problema que depende do Horford reestruturar contrato (o que é bom para ambos, mais vai que o Horford se garanta e ache que ano que vem consegue ganhar uma grana boa ainda, isso complica o Celtics). Pq apesar dos pesares, tem a bird do Rozier.

          • Maicon Gomes

            Dar pra pegar o Collison com o espaço no CAP disponível. Aí depois tenta convencer o Horford reestruturar o contrato, algo como 51/3. Com isso abriria algo em torno de 13 milhões no CAP, assim daria pra pegar talvez 2 bons role.

            Collison – Brown – Gordon – Tatum – Horford
            Smart – Matthews (12-15/2) – Justin Holiday (10/2) – RW – Baynes

            Isso sem falar das escolhas de picks e possíveis veteranos pelo mínimo.

          • Ronald Vagner

            A decisão do Horford vai impactar seriamente a temporada do Celtics, se ele sair do contrato ou reestruturando ou virando FA, para o Celtics não fará o menor sentido renovar com o Rozier, no entanto se ele ficar no contrato o cap ficará ferrado, a não ser que alguém pegue o contrato do Hayward.

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Knics esta prontinho para fazer uma besteira noa moldes que fez com Carmelo e depois com Noah e Rose, podem apostar..rs..vai estourar este capital com Randle, Tobias Harris, thadeus Young, Cousins entre outros

    • victor

      Estamos todos esperando isso. Pior de tudo é essa ilusão, se KD tivesse não havia garantias que iria pro NYK.

  • Allan Lopes Soledade

    Bela matéria, parabéns mais uma vez ao Jumper, aprendo muito aqui.

    Difícil deixar de pensar como seria pro Knicks se Durant não tivesse machucado.Poderia formar um timaço.As coisas mudam caso Kawhi apareça.

  • Dannilo Roberto

    Gostaria que o T. Harris ficasse no Sixers, pela quantidade de assets gastos nele, mas se ele realmente for atrás do Max. é melhor deixar passar, renova com Redick, Scott e Ennis, busca Mirotic/Morris/Randle de PF, pega um bom shooter reserva Ellington/Ross e seleciona Ty Jerome, um pivó sólido e o Okeke ou Windler( acho que eles não sobram no 2° round)

    • GoMavss

      sei que butler é muito melhor q harris, mas o segundo tem um encaixe melhor na equipe e é mais novo. sera que n é melhor fazer isso com butler?

      • Dannilo Roberto

        O Harris realmente oferece mais espaçamento, mas o Butler eleva o nível.

  • Marcelo Desoxi

    Poucas pessoas falando, mas o Marcus Morris é um dos jogadores mais interessantes que estão livres na FA.

    • Claudio R.

      ta todo mundo querendo ele, Lakers, Rockets, Mavs, Clippers e Nets foram os que eu li que estão interressados…. ele vai pegar uma grana nessa FA

  • Guilherme Petros

    Jogador dispensado, cujo salário ainda aparece no cap
    – Deron Williams (PG): US$5.5 milhões

    CARACA, nem lembrava dessa porra! hahahahaha

    • Ronald Vagner

      Williams no Nets, Noah no Knicks e Deng no Lakers, até hopje ferram essas franquias, cada um deles vai pesar uns milhões bem safados no cap deles. Kkkkk.

      • Guilherme Petros

        é um salario mínimo pra veterano ai… rs

    • Mavscelo

      A NBA é uma mãe, como diria o Zé Boquinha

      • Guilherme Petros

        cinquinho por ano mesmo depois de aposentado. ta bom pra vc? rs

  • Claudio R.

    Todas são situações interessantes no minimo, seja pela criatividade que terão que fazer pra melhorar o elenco (Toronto), seja pelo vasto dinhiero disponivel pra gastar (Knicks e Nets) , seja decisões vitais pra tomar (Sixers e Celtics). Vamos lá (Eu como GM) :
    1 . Knicks > mirar em um FA grande, pra trazer visibilidade pra proxima FA, ja que mesmo com Leonard (o maior FA disponivel agora) não brigará pelo titulo, mas ir aos playoffs e começar a formar um time competitivo é de vital importancia. Eu iria de : Irving (primeira opção) ou Kemba; depois irai no Cousins, Morris e Terrence Ross.

    2. Toronto > Se Kawhi ficar, é manter o time, e trazer pro lugar do Green(que provavelmente sairá) ou JJ Reddick, Aminu. Se Kawhi for, eu manteria a base Siakam, Anunouby, e trocaria o Lowry, Ibaka e Gasol por jogadores jovens e picks.

    3. Celtics > Na iminencia de perder o Irving, miraria numa troca pra conseguir ou Chris Paul, ou Mike Conley, após reestruturaria o Contrato do Horford, e iria atras de DeAndre Jordan pela MLE (tentaria)

    4. Sixers > manter obrigatoriamente Butler e Reddick, tentar uma sign and trade pelo Harris(no melhor cenario), ou fechar com o Harris MENOS do Maximo se possivel, e focar no banco, Marcus Morris, Terrence Ross ou Taj Gibson.

    5. Nets > melhor situação, fechar ou com Irving, ou com Butler ou com Harris pelo Maximo, Se tiver a possibilidade de pegar KD vai na fé e pega, se não conseguir ninguem de peso, renova com Russell e vai atras do Kris Middleton ou Kemba Walker, depois vai atras de Trevor Ariza ou Thadeus Young.

    • João Víctor Matos

      Não tem como ter Marcus Morris, Ross ou Gibson (talvez esse ainda aceite o minimo) no cenario de assinar ou sign and trade com o Harris.

      • Claudio R.

        pelo minimo tem, mas nesse cenario é ou um ou outro.. não os 3

  • Dudu Ferrero

    Potenciais do Boston kkk o Boston com certeza não vai ter cap porque dificilmente o horford vai desistir desse contrato então esquece

    • Ronald Vagner

      Se o Ainge oferecer 45/3 por ele pode ser que ele aceite sim. O Horford pela idade, não vai conseguir nada melhor no mercado, ele sabe que exercer a PO, poderá fazer ele ano que vem um jogador de salário MLE na melhor das hipóteses, e no outro ano vira de mínimo inevitavelmente. Uma reestruturação do Horford, poderá ser o suficiente para trazer um Rubio, que se encaixaria bem no esquema do Stevens.

  • Ronald Vagner

    A situação do Raptors é a seguinte: ou o Kawhi fica, ou esquece qualquer chance de brigar pelo título novamente, o cap está comprometido demais (a começar que o Gasol vai exercer PO com ctz). Sem o Kawhi na melhor das hipóteses briga por um 8° lugar no Leste, se muito.

    • Dudu Ferrero

      Gasol deixou claro que a decisão do kawhi vai influenciar a decisão dele ….. falou esse fds

      • Ronald Vagner

        Mais se ele sair junto, ele vai perder uma grana boa (dificilmente alguém vai pagar mais de 10 mi por ele, já não é o mesmo, e a idade está chegando), e agora que tem anel de campeão não faz muito sentido, perder grana. Talvez ele tenha falado na emoção do momento, vamos ver né.
        P.S: se o Kawhi sair, para o Raptors seria ótimo o Gasol ir junto.

        • Alex Alves

          Ele pode assinar por 30/2 por exemplo para ter um time mais competitivo.

          • Ronald Vagner

            O problema é algum time com espaço de cap e ao mesmo tempo time competitivo para título, oferecer 30/2 no Gasol né.

        • Dudu Ferrero

          esses caras ganham um absurdo de publicidade as vezes ele acha q vale a pena lutar por mais um anel do que a grana em si

        • Daniel Tavares

          A questão tbm é que caso Gasol aceite a player option, quando ele for criar um novo vinculo com alguma franquia provavelmente os valores vão ser beem baixos se ele continuar nessa queda de rendimento. Mas se ele optar por não exercer essa clausula, como ele acabou de ganhar status de campeão, ele pode tentar ganhar um contrato de 44/4. Pode ser um movimento que acabe lhe rendendo mais dinheiro futuramente.

          • Ronald Vagner

            Se ele não fizer questão de time para título, conseguir um 44/4 (ainda mais se o 4° ano for TO), não é tão difícil.

    • Marcos Oliveira

      Será que o Kawhi sairá de Toronto? Acho muito pouco provável, acredito que o time do Canadá oferece tudo que ele precisa…

  • djwhites

    Raptors tem uma situação salarial bem zoada….. vão gastar mais de 80m com 3 jogadores que hj em dia não valem nem a metade disso…..

  • Elinho

    Só tem uma certeza na nba. Qm contratar Patrick McCaw tem grandes chances de título. O cara sortudo

    • Fora Abel PRAGA

      Max nele e não se fala mais nisso.

  • Tiago

    O cenário do Celtics não é terra arrasada. Obviamente o projeto principal não funcionou, mas mesmo assim o time ainda possui 2 jovens promissores e mais escolhas de draft. O planejamento do pós Big 3 foi bem feito, em nenhum momento a franquia ficou completamente destruída. Tentamos formar um time com estrelas. Não deu certo? Temos jovens com potencial e picks.

    • Ronald Vagner

      Celtics não tem terra arrasada nenhuma mesmo, o time é o mesmo que foi finalista ano passado do Leste. Muitas das vezes ás superestrelas são supervalorizadas, se falavam há com Kyrie o time vencerá facilmente o Leste, e não viram encaixe, briga de egos etc. O Celtics precisa de um armador que jogue de forma coletiva e um pivô que pegue mais rebotes, e tem time sim pra brigar no leste de igual com ás maiores forças.

      • Tiago

        De igual pra igual eu acho pouco provável, mas acredito que vamos ter boas condições ainda.

        • Ronald Vagner

          Um pouco de sorte ajudará o Celtics. Se o Leonard ir por ex: para o Clippers, o Raptors fica para trás. O 76ers perdendo o Harris (falam nele no Nets), ao renovar com o Butler, pode ficar mais ou menos no nível do Celtics. O Bucks cheio de FA pode perder alguns… o Nets deve vim mais forte, mais isso na teoria (se esperava o mesmo no Celtics com Irving). Se Kawhi ficar no Raptors, o Bucks renovar com quase todo mundo, Kyrie se acertar no Nets… ai vai complicar, pq esse ano (a não ser via trade), Celtics está bem restrito na FA.

      • Elinho

        O celtics teve um grande azar na lesão do Hayward. Acredito q sem essa lesão teria levado o leste esse ano e talvez ano passado tbm.

  • Marcos Oliveira

    Boston deve esquecer Irving e tentar trocas ou pelo Conley ou John Wall, ou até tentar o Kemba…

    • João Víctor Matos

      É provavel que wall nem jogue na proxima temporada. Aonda vai ganhar quase 50M daqui a alguns anos.

    • Ronald Vagner

      Pro Celtics abri cap pra contra max como o do Kemba, precisa que alguém absolva o contrato do Hayward (ou o Horford largar o contrato e virar FA, ele tem a PO para isso). Em caso de trade pelo Conley, ou CP3, a mesma coisa. Pro Celtics um Rubio poderia ser uma boa, pode vim ai por uns 10 mi de repente. basta o Horford reestruturar o contrato dele que é bom para ambos.
      P.S: se for para o Celtics abrir cap, o Russell seria melhor opção, o máx dele no Nets será 27 mi, no mercado cai até um pouco. Além de ser jovem, teria um armador para mts anos.

  • Fabio Scheffer

    Sem Durant ou Kahwi não esperem loucuras do Knicks não.
    O front-office parece ter uma postura bem diferente de anos anteriores e deve apostar em desenvolver seus jovens (principalmente o trio Barrett/Knox/Robinson) e só buscar contratos de curta duração com jogadores mais experientes (talvez a exceção seja um Randle da vida consiga algo na casa dos 18/20 milhões por conta de sua idade e potencial).
    Vai tentar buscar uma 8ª vaga nos playoffs, se não vai pro draft de novo, e ir fazendo um crescimento sustentável já que sem pegar um dos “alpha dog” disponíveis não tem porque gastar e repetir movimentos passados que o levaram a lugar nenhum.

  • Leandro_IllNetic

    Eu do Nets em renovações, daria prioridade pro D’Lo, Ed Davis e Jefferson (se não vier o Tobias). Esse Carroll parece furada. Dudley ganha 14 trumps é isso mesmo ??? (Tchau).

    Knicks se conseguisse Kyrie seria uma boa pra ambos times de NY.

    Sixers renovando com Butler, mirar o Morris ao invés do Tobias seria uma opção mais em conta ou to falando bobagem?

    • Ronald Vagner

      Seria mais em conta sim, o Morris vem ai pros 14, 15 mi se mto, já o Tobias, vem pra casa dos 30 mi. Pode ser que o max ngm pague ao Tobias pensando bem, pq tem mts bons jogadores nessa FA, mais mesmo assim na casa dos 30 mi ou próximo disso, ele consegue.

      • Leandro_IllNetic

        Reddick e Morris tendem a não chegar nesses 30mi do Harris então. Eu deixava ele ir sem nem correr atrás rs

        • Ronald Vagner

          Com certeza o Morris e o Reddick juntos, vão ficar abaixo dos 30mi, ou na pior das hipóteses para o 76ers, vai gastar uns 30 mi neles.

          • Rubem Figueira.

            Tobias foi pessimo no Sixers…melhor Morris e JJ e tentar um bom banco…precisamos de um PG e C reserva urgente.

    • John Long Dong

      76ers podem tentar Julius Randle também

  • victor

    76ers tem tudo pra dominar o Leste, Embiid, Simmons e Butler, big3 de respeito. Adicione Tobias e JJ e faz um elenco forte, espaço no cap tem, as birds pras renovações tbm, só tem que tirar o escorpião do bolso. E um pouco de saúde pro Embiid não faria mal.

    • Rubem Figueira.

      O que sao as Birds tenho duvidas..sabe explicar?

      • Tiago

        Então, bird rights é uma exceção que existe dentro do teto salarial da NBA. Ou seja, é uma exceção que permite ao time ultrapassar o teto salarial. Um time adquire as bird rights pelo tempo que tem um atleta. Para ter as bird rights completa, por exemplo, um time precisa ter tido o atleta por pelo menos 3 temporadas (sem que ele tenha saído na FA e depois voltado). Quando um jogador é trocado, esse direito de renovação acima do teto passa para a equipe que recebeu o jogador. Essa regra incentiva a permanência dos jogadores nas franquias de origem. Não sei se ficou meio confuso, qualquer coisa dá uma lida nesses links:

        https://hoopshype.com/2018/10/10/nba-bird-rights/

        https://www.liveabout.com/bird-rights-definition-325754

  • JASPION DA MASSA

    Celtics deveria pegar uma escolha desse ano e desovar o hayward , pra um atlanta da vida , ai com isso ou reforçar com jogadores pontuais ou buscar uma estrela .I .thomaz poderia voltar , seria legal .outra opção seria pic(s) e o hayward pelo conley já daria um up no time
    ___
    Nets seria o melhor lugar pra estrelas chegar e fazer panela, ja tem uma base com jogadores que ganham pouco, algumas peças pra troca, e espaço pra dois máximos. Nao sei se daria para renovar com o russell e ja trocar, mesmo axima do cap depois de duas estrelas assinando.
    ____
    Knicks meio que se fudeu, eu daria o máximo pro durant e dava tempo pra mlkada , especialmente o barrett e aceitaria expirantes por picks.
    ___
    76s é renovar com o buttler e ver um pf ou renova com o Harris ACHO mto caro ou pega um randle sei la, precisa reforçar o elenco.
    ____
    Toronto é tentar segurar o kahwi e ver o que consegue na FA

    • Clutch Durant

      Análise perfeita dos Nets, tive a msm impressão , lugar ideal pra 2 all-stars formarem uma nova panela hehe Nets tá bem na fita

      • JASPION DA MASSA

        Pois é , mas essa lesão do durant e klay deu uma quebrada na FA

  • Bruno Macedo

    Se o horford aceitar parcelar seu salário astronômico o Celtics vai conseguir fazer uma graça, Morris e Irving acho que não ficam, rozier eu deixaria ir embora, não é jogador pra ser titular de um time que quer ganhar o titulo, o Celtics vai ir aos offs facilmente, mas será que só isso já basta?.
    Se o Russel sair vai ser porque o nets não quer pagar o máximo pra ele, se for pra ficar com o Irving eu não pensaria duas vezes em ficar com o Irving, buscava o Tobias ou morris fechar com ele, ficaria um time versátil e melhor do que já foi nessa temporada.
    Knicks tem que tentar trazer um all-star, time não tem chutadores, situação ruim deles nessa offseason e mesmo se vim um all-star nem offs acho que vão.
    Sinceramente eu se fosse o sixers eu escolheria um só pra renovar, tem que pegar chutadores pro elenco, time tá quase todo sem contrato, Harris parece um melhor encaixe, mas Butler parece que se deu bem e é um melhor jogador, de qualquer forma 3 contratos máximos na equipe só é bom quando ela ganha títulos, e não é o caso, fora o Simmons que daqui a pouco é FA, eles tem que se reunir e abrir mão de dinheiro se quiserem ficar junto, o time é muito bom pra mim era o favorito pra ganhar o leste se o emblid não tivesse meia boca, agora vamo ver como vai se sair o GM e também trocar o técnico esse aí do sixers é péssimo em rotação e toma péssimas decisões no fim dos jogos.
    Raptors tá nas nuvens acabou de ganhar um titulo, não sei porque estão cogitando o Leonard sair, hoje não vejo um time melhor pra ele ir, acabou de ganhar um título é dono do time, é poupado de jogos, vai aos offs mesmo jogando com freio de mão puxado igual temporada passada, tem um excelente plantel, não vejo o porquê de ele querer sair.

  • Dudu Ferrero

    O Horford saiu do contrato entao deve negociar por um valor mais baixo
    mas mesmo assim o Celtics nao vai ter cap pra um all star e sim pra jogador mediano

    • José Dos Santos De Oliveira Ju

      Horford iria ganhar 30,123,015 dolares. Se assinar um contrato 60 milhões por mais 3+1 sobra 15 milhões . O Kyrie Irving saindo sobra + 20 milhões. Portanto vai ter Cap sim.

      • Dudu Ferrero

        o Boston sem o Irving e o Horford tem 70 milhoes gastos, se o Horford fizer contrato de 15 milhoes vai pra 85 e teria 24 mihoes livres mas tem jogadoress ali pra renovar como Rozier, Morris etc

        • Rogério Rodrigues

          O Celtics pode renovar com o Horford depois, estourando o cap. Portanto são 71 garantidos, contrata/renova com quem precisar e depois estoura o cap pra renovar com Al. Não seria isso?

          • Tiago

            É que tem quer ver aquela parada do cap hold, aí dá pra saber quanto sobra.

          • Rogério Rodrigues

            Verdade, nesse caso do Horford não sei como é.
            Quando é um contrato mais baixo e vai aumentar sei que o cap hold era o contrato antigo ne?

  • Tiago