Agente livre, Patrick Beverley garante: “Eu posso salvar o Chicago Bulls”

O armador Patrick Beverley sempre se identificou como um “garoto de Chicago”. E, agora, ele parece definitivamente interessado em vestir o uniforme do Bulls na próxima temporada. O agente livre do Los Angeles Clippers não escondeu a sua simpatia com a possibilidade de assinar contrato com a equipe de sua terra natal, em entrevista ao repórter K.C. Johnson, do jornal Chicago Tribune.

“Eu sou e sangro Chicago. Realmente acredito que possa ajudar o time. Acho que posso salvar essa franquia. Amo essas montagens que vejo nas redes sociais em que apareço com camisas do Bulls. Seria uma grande inspiração só de andar pela cidade, pois todos sabem que eu sou um garoto local e sou a prova de que você pode sair de Chicago para ganhar o mundo”, afirmou o especialista defensivo.

A equipe de Illinois ficou de fora dos playoffs pela segunda temporada seguida e teve uma das piores campanhas de sua história na última temporada, vencendo somente 22 de 82 jogos. Os executivos do time entrarão na offseason que está para começar priorizando a contratação de um novo armador, já que o único atleta da posição com contrato para a próxima temporada é Kris Dunn.

“Chicago possui um bom núcleo jovem e jovens astros em formação. Zach LaVine será muito bom. Lauri Markkanen e Wendell Carter Jr. também serão. Esse time só precisa tomar a decisão certa sobre um armador”, concluiu o veterano, selecionado para um dos quintetos ideais de defesa da liga por duas vezes na carreira, que teve médias de 7.6 pontos, 5.0 rebotes e 3.8 assistências na última temporada.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.