Ex-Nuggets, Arturas Karnisovas é o novo vice-presidente de operações do Bulls

O novo homem forte do basquete do Chicago Bulls está definido. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, a equipe de Illinois está finalizando a contratação do atual gerente-geral do Denver Nuggets, Arturas Karnisovas, para assumir o cargo de vice-presidente de operações. O executivo de 48 anos desembarca no novo time para substituir o ex-jogador John Paxson na função.

O dirigente, natural da Lituânia, impressionou a alta cúpula da franquia no último fim de semana e realizou uma segunda entrevista nessa quarta-feira, quando já abriu negociações para ficar com o posto. Anteriormente, o Bulls também havia entrevistado profissionais como Danny Ferry (ex-Hawks), Bryan Colangelo (ex-Raptors), Wes Wilcox (atual GM do Hawks) e Justin Zanik (GM do Jazz).

Karnisovas deverá ser a peça fundamental de uma aguardada reformulação nas operações da equipe, “virando a página” de uma gestão anterior que se estendeu por quase duas décadas. É esperado que a sua primeira decisão no cargo seja a contratação de um novo gerente-geral, para substituir o criticado Gar Forman. Forman e Paxson, porém, deverão seguir na organização em outras funções.

O novo vice-presidente inicia o novo desafio credenciado pelo apoio ao excelente trabalho que tem sido feito no Nuggets, um dos melhores times da conferência Oeste nas últimas duas temporadas. Ele foi efetivado a gerente-geral em 2017, como reconhecimento dos esforços para montar o talentoso elenco jovem de Denver junto com o presidente de operações, Tim Connelly.

Ex-jogador de destaque no basquete europeu e medalhista olímpico, Karnisovas tem um currículo diverso fora das quadras: trabalhou nos escritórios da NBA e como olheiro do Houston Rockets antes de tornar-se dirigente da equipe do Colorado. O executivo é apontado como um dos principais responsáveis pelas escolhas de Nikola Jokic e Jusuf Nurkic pelo Nuggets em drafts recentes.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.