Executivos se reúnem para discutir novo Acordo de Negociações Coletivas

O comissário da NBA, David Stern (foto), e o diretor-executivo do Sindicato dos Jogadores, Billy Hunter, têm se reunido pessoalmente para discutir o novo Acordo de Negociações Coletivas (CBA), já que o atual expira no dia 30 de junho.

Segundo fontes ligadas à NBA, os dois se encontraram na última semana em Chicago. Uma nova reunião está marcada para esta semana em Nova York. As partes envolvidas têm até o dia 1o de julho para chegar a um acordo e evitar a greve (lockout). Do contrário, a temporada 2011/2012 está ameaçada.

O vice-presidente da NBA, Adam Silver, disse que o objetivo da Liga é adotar um sistema em que as 30 equipes possam competir em pé de igualdade e, se bem administradas, gerar lucros. Os donos das equipes, insatisfeitos com as perdas acumuladas nos últimos anos, querem cortar gastos.

A NBA entregou, na semana passada, uma nova oferta ao Sindicato dos Jogadores, que não gostou nada dessa proposta. Billy Hunter disse que a nova oferta não é muito diferente da última proposta apresentada há um ano. Os proprietários buscam uma redução de quase 800 milhões de dólares em salários para a próxima temporada, o que é inaceitável pelos atletas.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • a

    ops ferro!