Frank Vogel não é mais técnico do Pacers

Frank Vogel

O presidente de Operações de Basquete do Indiana Pacers, Larry Bird, anunciou na manhã desta quinta-feira (5), durante uma coletiva de imprensa, que Frank Vogel não é mais o treinador da equipe. A franquia decidiu não renovar o contrato do técnico, que se encerra ao final desta temporada.

“É hora de uma nova voz por aqui. Quero agradecer Frank por seu tempo em Indiana. Sabemos que ele vai ser bem sucedido e que vai acabar conseguindo um novo emprego, mas para nós sinto que é hora de movermos em uma direção diferente”, disse Bird.

Após a eliminação do time na primeira rodada dos playoffs, em uma série de sete jogos contra o Toronto Raptors, o dirigente reclamou publicamente do desempenho ofensivo do Pacers. A ideia dele é ter um time mais leve e ágil em quadra. Já o agora ex-treinador da equipe gosta da formação mais tradicional, com dois pivôs.

Bird revelou ainda que, hoje pela manhã, conversou com Vogel ao telefone por cerca de meia hora e que o técnico lhe pediu que adiasse a coletiva de imprensa e reconsiderasse a decisão. O presidente do Pacers também afirmou que já tem uma lista de opções para o cargo, e que o nome de seu velho amigo Kevin McHale não está nela. “Não seria justo Kevin trabalhar para mim”.

Contratado oficialmente para a temporada 2010/11, Vogel, de 42 anos, levou o Pacers a duas finais de conferência consecutivas e garantiu o melhor aproveitamento do Leste na campanha de 2013/14. O bom desempenho da equipe rendeu ao técnico uma extensão contratual válida até julho deste ano. Vogel deixa o Pacers como o segundo técnico em aproveitamento na história da franquia (250 vitórias e 181 derrotas), atrás apenas do próprio Bird.

O treinador já atrai interesse de New York Knicks e Sacramento Kings, segundo informações do jornalista Adrian Wojnarowski, do Yahoo! Sports. Outra equipe que deve procurar Vogel é o Houston Rockets, de acordo com Marc Stein, da ESPN.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.