Fultz explica decisão repentina e volta às quadras: “Acordei e senti que era o dia”

Markelle Fultz surpreendeu os fãs da NBA nessa segunda-feira. O Philadelphia 76ers informou que o primeiro selecionado do último draft retornaria às quadras após 68 jogos afastado por uma lesão no ombro poucas horas antes da vitória sobre o Denver Nuggets. O armador confirmou que a decisão foi anunciada de forma repentina porque, basicamente, foi tomada sem um planejamento prévio.

“Eu simplesmente acordei e senti que era o dia de voltar. Foi simples assim. Entrei em quadra meio nervoso, empolgado e pressionando a mim mesmo para ajudar o time, mas tudo passou assim que pisei lá. Apenas me senti bem por estar de volta com meus irmãos. Foi uma longa jornada até aqui, mas, hoje, tudo valeu a pena”, celebrou o calouro, que anotou dez pontos e oito assistências na reestreia.

Fultz teve uma recepção muito calorosa no Wells Fargo Center, com os torcedores gritando seu nome quando preparava-se para entrar em quadra. “Pensei que eles cantavam ‘Nick Foles’ [quarterback do Philadelphia Eagles], mas, então, eu caí na real que era para mim. Foi totalmente louco. Esses torcedores são os melhores e amo cada um deles”, agradeceu o novato.

O técnico do Sixers, Brett Brown, ficou feliz com o resultado da trajetória que vem acompanhando, nos bastidores, há meses. “Tudo o que Markelle passou é irrisório. Ele entende isso. Eu entendo também. A primeira escolha do draft vem com muita pressão e responsabilidade. Conhecendo o garoto especial que ele é e sabendo o que passou, hoje foi um dia muito bom”, concluiu o treinador.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.