Ginobili não define aposentadoria, mas garante: “Serei feliz, não importa o que decida”

O fim da temporada do San Antonio Spurs teve um tom especial de despedida, nesta segunda-feira. A última partida das finais do Oeste, diante do Golden State Warriors, pode ter marcado a aposentadoria do ídolo Manu Ginobili e a noite foi cheia de homenagens informais. O “eterno” sexto jogador foi escalado como titular, teve o nome constantemente cantado pela torcida e deixou a quadra sob aplausos de pé de fãs e atletas.

“É difícil definir o sentimento. Foi emocionante e avassalador. Senti-me muito bem, pois ganhar esse tipo de carinho e respeito é tudo o que podemos querer. Você não espera algo assim. Quando você recebe todo esse amor sem esperar, isso abala um pouco seu mundo”, contou o ala-armador de 39 anos, em entrevista coletiva depois da derrota por 129 a 115. Ele anotou 15 pontos e sete assistências em sua possível despedida das quadras.

No entanto, Ginobili ainda não está oficialmente aposentado. O veterano havia dado a entender que essa seria sua temporada final na NBA, em junho do ano passado, mas já deixou a porta aberta para estender a carreira em declarações ao longo da campanha. Ele revelou que planeja tirar um tempo de férias e tomar uma decisão sobre a continuidade no basquete profissional em três a quatro semanas.

“Eu ainda sinto que posso jogar, mas isso não vai ser definitivo em minha decisão de continuar ou parar. O que pesará nisso é se quero encarar toda essa maratona novamente. Sinto que todos querem a minha aposentadoria e até me deram essa noite de celebração. Não é segredo que fica mais difícil para mim a cada ano, mas ainda vou conversar com minha esposa dentro de um tempo”, disse o argentino, que, caso resolva alongar a carreira, deve renovar com o Spurs.

Se a aposentadoria ainda não é certa, uma coisa é: em quadra ou não, o craque vai estar contente na próxima temporada. “Serei feliz, não importa o que decida e aconteça a partir de agora, pois tenho duas ótimas opções. Uma é seguir jogando e aproveitar cada dia com o esporte que amo. A outra é ficar em casa, ser pai e marido, viver com minha família. São alternativas inacreditáveis, então não há como estar triste. Vai ser ótimo, de qualquer jeito”, concluiu.

Ginobili possui uma das carreiras mais condecoradas do basquete internacional. O futuro integrante do Hall da Fama é só um dos dois únicos jogadores da história a terem conquistado os títulos da Euroliga (2001), da NBA (2003, ’05, ’07 e ’14) e uma medalha de ouro olímpica (Atenas-2004). O astro argentino disputou 992 jogos com a camisa do Spurs, acumulando médias de 13.6 pontos, 3.6 rebotes, 3.9 assistências e 1.4 roubos de bola.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • owww

    deveria ficar mais uma temporada
    tenho certeza q spurs vira com sangue nos olhos na FA pra bate de frente com os favoritos

  • Eduardo Muniz

    Monstro!!!! Não há palavras para descrever a carreira do Manu!!! Se parar, fica aqui o singelo agradecimento pelo basquete de alto nível apresentado durante esses anos!!!

    Obrigado Ginobili!!!

  • Bruno Da Silva Francisco

    Sai da NBA , joga 1 temporada ou meia temporada, pelo time de coração na argentina. e vai descansar !! Já ofereceu muito aos amantes do basquete…

    • Thiago Tecachuk

      Se for ainda faz 30 ppj HUEHEUHEUEH

  • Erick

    Vem ser mentor no Sixers, por favor!

    • João Víctor Matos

      Esse mito no sixers seria um sonho. Monk beberia da melhor fonte possivel.

  • Filipi Oliveira

    Vem ser campeão do NBB, pelo Minas !!!

  • AlexS.F.

    Gênio, se tem um jogador que as estatísticas não representam, esse cara é o Ginobili. Maior jogador latino americano da historia.

  • MarcoLakers

    O maior latino americano da história. Gênio!
    Manu não precisa mais fazer nda, seu legado é imensurável. Ainda tem lenha para queimar, como se viu nesses offs, mas se quiser descansar terá cumprido seu legado e só nos restará agradecer por cada mágica realizada pelo argentino.

    • Albert Cavs

      Fato.

  • trsaz

    Nao estou preocupado se está feliz ou nao, que continue jogando mesmo triste