GM do Rockets confirma “tensão” entre astros, mas nega pedido de troca de Chris Paul

Chris Paul pediu para ser negociado para o Houston Rockets, em 2017, atraído pela oportunidade de atuar com James Harden. A relação entre os astros, porém, parece estar se deteriorando rapidamente após dois anos da reunião. Segundo Tim MacMahon, da ESPN, os armadores vivem clima de crescente fricção nos bastidores e as tensões ficaram ainda mais intensas durante os playoffs.

O auge dos problemas teria acontecido no jogo da eliminação dos texanos da pós-temporada, contra o Golden State Warriors, quando ambos teriam discutido de forma áspera durante e depois do decisivo revés. O veterano queria ter tido mais chances de armar jogadas e controlar o ritmo da partida, criticando diretamente como o atual MVP da liga monopoliza a posse de bola em Houston.

Uma fonte próxima da situação confidenciou a MacMahon que Paul “quer treinar” Harden e frustra-se com a falta de movimentação de bola do ataque da equipe, enquanto Harden não admite a forma autoritária como Paul quer modelar o seu jogo. O gerente-geral do Rockets, Daryl Morey, reconheceu existir uma relativa tensão entre os dois astros em entrevista à ESPN nessa segunda-feira.

“Chris e James são competidores do mais alto nível, com o único objetivo de serem campeões a essa altura da carreira. Já ganharam tudo o que poderiam, estarão no Hall da Fama. Só lhes falta o título da NBA. E, quando competidores extremamente focados em uma meta não a alcançam, haverá frustração. Acho que é uma tensão boa, pois mostra que nos importamos em vencer”, opinou o executivo.

De acordo com MacMahon, a direção do Rockets ainda não estaria preocupada com a situação por vê-la como algo comum nas dinâmicas entre atletas importantes na NBA e possível de ser administrada por um bom comando técnico. Essa capacidade de gerenciamento será cada vez mais necessária em Houston, pois Morey prevê que a pressão interna só tende a aumentar na próxima temporada.

“Nós sentimos que somos um dos favoritos no Oeste e vamos fazer movimentos no mercado com tal. Teremos um dos elencos mais caros da NBA mais uma vez. Isso, obviamente, vai criar um pouco mais de tensão interna. Na pior das hipóteses, nós teremos nosso quinteto titular de volta e gastaremos nossa exceção salarial média (mid-level exception) com mais um reforço significativo”, explicou.

A informação dos atritos entre os jogadores fez surgir boatos de que Paul gostaria de sair do Rockets, assim como a franquia já estava buscando possíveis trocas envolvendo o armador. “Isso é um rumor infundado. Chris não quer ser negociado e não queremos trocá-lo também. Nosso objetivo aqui é somar, não subtrair. Só pretendemos contratar mais um astro ou jogador de alto nível”, garantiu Morey.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.