Gregg Popovich aceitará ser elegível para o Hall da Fama a partir de 2020

O Hall da Fama celebrou a introdução de uma nova classe de eleitos nessa sexta-feira. Agora, a atenção do Naismith Memorial volta-se para uma provável histórica lista no ano que vem: Kobe Bryant, Kevin Garnett e Tim Duncan vão passar a ser elegíveis para o templo máximo do basquete. E, depois de anos de resistência, outro nome que deverá entrar em consideração será o de Gregg Popovich.

O técnico do San Antonio Spurs já é elegível para entrar no Hall há alguns anos – e seria uma escolha automática do comitê de honra –, mas recusou ter o seu nome avaliado seguidas vezes. De acordo com Gary Washburn, do jornal Boston Globe, o veterano informou o Naismith Memorial que só aceitaria ser considerado quando Duncan também fosse elegível – ou seja, poderia ser possível em 2020.

Popovich está no comando do Spurs desde dezembro de 1996 e é o quatro técnico mais vitorioso da história da NBA, com 1.245 triunfos em temporadas regulares a frente da equipe texana. O treinador de 70 anos, que também comanda a seleção dos EUA, conquistou três prêmios de melhor técnico do ano e conquistou cinco títulos da liga – todos, contando com Duncan como referência do elenco.