Gregg Popovich nega “distanciamento” entre Spurs e Kawhi Leonard

O San Antonio Spurs viu-se em meio a um inesperado drama nesta semana, com os rumores de que o contundido astro Kawhi Leonard estaria “distanciando-se” da franquia. Ou melhor, a imprensa acreditar existir um drama dentro da organização. O treinador Gregg Popovich nem pretendia comentar as especulações, mas, ao ser perguntado, negou o suposto descontentamento do jogador veementemente.

“Algumas pessoas escreveram um artigo com essas suposições, mas nunca falamos sobre isso aqui porque não há nada acontecendo. A recuperação de Kawhi tem sido mais lenta do que gostaríamos e, se vamos cometer erros, vamos fazê-lo com uma precaução excessiva. Sempre trabalhamos assim e isso não afeta o meu time, bem como nenhum atleta do elenco”, assegurou o experiente técnico.

De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, o ala e seus empresários teriam se frustrado com executivos da equipe texana por conta de meses de discordâncias sobre diversos elementos do tratamento e recuperação de uma tendinopatia no quadríceps direito. O problema afastou Leonard das 27 primeiras partidas da campanha e, após só nove partidas disputadas, forçou um novo afastamento.

“Vários jogadores buscam segundas opiniões médicas e isso é bom. Não é indício de nenhum tipo de distanciamento, mas sim de comprometimento na reabilitação. Ninguém quer voltar a atuar no Spurs mais do que Kawhi. Ele é um competidor que está frustrado com tudo, não quer perder mais jogos. Mas daí a concluir tudo o que foi escrito é uma tolice”, finalizou Popovich.

O anúncio do segundo afastamento de Leonard foi acompanhado de uma explicação do técnico: o atleta tentou retornar às quadras, mas ainda sentia dores e uma reunião coletiva interna decidiu retirá-lo de ação. A situação lembra outra, ocorrida em 2000, quando o Spurs (incluindo Popovich) não permitiu que o ídolo Tim Duncan disputasse os playoffs – mesmo estando em condições razoáveis de jogo – para preservar sua condição física.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Vinícius Maia

    “o Spurs (incluindo Popovich) não permitiu que o ídolo Tim Duncan disputasse os playoffs – mesmo estando em condições razoáveis de jogo – para preservar sua condição física.”

    Celtics devia aprender com o Spurs. Quase comprometeram o futuro do Thomas colocando o cara debilitado em quadra.

    • Sandor

      Sixers tambem, seria ótimo para os calouros, Fultz que o diga.

  • Thiago / The Legend of NFL

    Daqui há 10, 15 anos ainda irão falar dessa troca.

  • Bruno Lirio

    Existe algum rumor do LeBron desembarcar no Texas?

    • Jembous

      Não é muito o estilo nem do Spurs nem do LeBron. Lebron é super midiático, enquanto as coisas em San Antonio são mais no estilo mineirinho come quieto.
      Mas LeBron durante sua carreira (na NBA, sem contar a seleção) sempre mandou e desmandou em treinadores, até no Heat o Spo ficava a sombra do jogador, seria ótimo pra sua carreira encerrar nos Spurs… imagina o nível de atuação que o titio Pop poderia tirar dele .

      • vsr.snake

        Spoelstra nunca ficou na sombra do Lebron, no sentido de ser pau mandado dele. Tanto é que no primeiro ano dele lá teve até uma treta entre os dois, mas depois o Lebron ficou de boa, até pq o Pat Riley deu total apoio ao seu coach.

      • Daniel Nogueira

        No primeiro turnover Pop dá um esporro nele e mete ele no banco. Imaginou? Surreal..rsrs

  • Faz uma falta tremenda na liga.

  • Jorge F. Simão Jorge

    Concordo plenamente com o Diogo Santos.
    Alem disso é o ídolo do time, é o que faz a diferença.