Grizzlies e Kings fecham negociação envolvendo três jogadores

Memphis Grizzlies e Sacramento Kings finalizaram uma troca envolvendo três jogadores nesta terça-feira. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, a franquia da Califórnia enviará o ala-armador Garrett Temple para o Tennessee recebendo, em contrapartida, o também ala-armador Ben McLemore, o pivô Deyonta Davis, uma escolha de segunda rodada no draft de 2021 e quantia não revelada em dinheiro.

Temple é mais uma aposta da equipe de Memphis no processo de reconstrução de seu elenco visando voltar aos playoffs em 2019. Ele é o terceiro reforço acertado pelo time nesta offseason para as alas, ao lado de Omri Casspi e Kyle Anderson. O jogador de 32 anos estava fora dos planos de Sacramento, após exercer opção de extensão no valor de US$8 milhões para a próxima temporada.

“Eu sentirei falta dos melhores fãs para os quais tive o privilégio de jogar e do meu time, mas sei que esses garotos vão dar grandes alegrias para Sacramento muito em breve! Para toda essa cidade e a franquia Kings, eu deixo um sincero obrigado. E vamos lá, Memphis!”, agradeceu o experiente ala-armador, que teve médias de 8.4 pontos e 2.3 rebotes ao longo da campanha passada.

A negociação, além dos dois atletas e os outros benefícios, também reduzirá a folha salarial do Kings e amplia a flexibilidade para investimentos da equipe para quase US$21 milhões. O time já tentou adquirir o ala-armador Zach LaVine e, especula-se, deverá tentar aplicar essa verba disponível em outro agente livre restrito no mercado: o armador Marcus Smart, do Boston Celtics.

McLemore é o caso mais “curioso” entre os jogadores envolvidos na troca: apenas um ano após ter sido liberado, o ala-armador volta à franquia que selecionou-o na loteria do draft de 2013 e onde disputou suas primeiras quatro temporadas na NBA depois da pior campanha da carreira. Davis, por sua vez, terá a tarefa ingrata de disputar espaço em um elenco que já tem outros sete jogadores de garrafão.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Joabe#VamoSpurs

    Mas um pivô em Sacramento 🤔

  • Dudu Ferrero

    O ala McLemore? sério? kk ele é guard

    mas troca q n muda muita coisa, mexe cm reservas q n entram tanto

  • Cavs&KingJamesaondeestiver

    Troca estranha de jogadores esquisitos…kings sendo kings

  • Gui

    7 jogadores de garrafão…
    Depois do “smallball”, vem ai a tática com 5 pivôs na quadra – “highball”!

  • Lucas Antunes

    Deyonta Davis, que foi selecionado em 2016 na trigésima primeira escolha por Boston e rendeu uma escolha de primeira rodada de 2019, que tem tudo para ser alta… O típico do caso “nem conheço, mas ja considero pakas”..

  • elvis

    Uma pena o mclemore não ter vingado, era um dos meus preferidos daquele draft

  • Bruno Macedo

    Kings abrindo espaço pro smart kkkk, vem merda por aí.

  • KyrieMVP

    Que troca hein!!!! Difícil saber quem eh pior

  • Meio time + escolha de draft + dinheiro pelo Garrett Temple? Nada faz sentido

  • Leonardo Augusto N. Dos Santos

    McLemore foi draftado em 2013, e não 2003 como descrito na matéria.

  • !!ThiagO (–/. Fuck Off NBA

    Vai gostar de Center na pqp.

  • Julio Zago

    Eu simplesmente não consigo entender muitos dos movimentos dos Kings.
    Na minha opinião, se tivesse um trabalho de gerenciamento mais eficaz o time já poderia estar brigando por offs.
    Posso ser surpreendido, mas minha opinião é que o elenco é pouco coeso, por possuir um gerenciamento confuso o time está aquém de suas possibilidades e deve permanecer no limbo mais uma temporada ao menos.

    • Vitor Martins

      Cara, não é só vc, ninguém consegue entender os movimentos do Kings! rs