Grizzlies vence a primeira contra o Thunder

O Memphis Grizzlies segue surpreendendo nos playoffs desta temporada. Mesmo jogando fora de casa, o time de Memphis venceu o Oklahoma City Thunder por 114 a 101, na primeira partida válida por uma das semifinais da Conferência Oeste. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, dia 3, às 22h30 (horário de Brasília), novamente em Oklahoma.

Desde o início, o Grizzlies tomou as rédeas da partida. A equipe visitante fechou o primeiro tempo vencendo por 57 a 47. No terceiro quarto, o panorama não mudou. O Grizzlies terminou o período com uma vantagem de 13 pontos: 84 a 71. No início do último quarto, a vantagem chegou a ser de 17 pontos, mas o Thunder reagiu e diminuiu a diferença para sete pontos, a três minutos do final. Porém, o time de Memphis não permitiu que os mandantes encostassem no placar.

Assim como foi na série contra o San Antonio Spurs, a boa atuação da dupla de garrafão – Zach Randolph e Marc Gasol – foi o diferencial para o Grizzlies. Randolph marcou 34 pontos (20 deles no segundo tempo) e pegou dez rebotes, enquanto o espanhol anotou 20 pontos e pegou 13 rebotes. A defesa do time de Memphis também merece destaque, já que forçou o Thunder a cometer 18 erros na partida. O Grizzlies cometeu apenas sete erros.

Pelo Thunder, que não apresentou uma defesa consistente, destaque para três jogadores. O ala Kevin Durant marcou 33 pontos (23 deles no segundo tempo) e pegou 11 rebotes, alcançando, assim o duplo-dígito. O armador Russell Westbrook anotou 29 pontos, pegou oito rebotes, deu seis assistências, mas cometeu sete erros. Já o ala-pivô Serge Ibaka conseguiu o double-double: 16 pontos e 11 rebotes. Ele ainda deu cinco tocos.

Confira, no vídeo abaixo, os melhores momentos da partida.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=U-d5Ef0_aHg&feature=feedu]

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.