Nenê brilha e Wizards “rouba” mando do Bulls; Wade e LeBron comandam vitória do Heat

Charlotte Bobcats 88 x 99 Miami Heat

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=oF8FeJlZC6Y]

O Miami Heat largou na frente após derrotar o Charlotte Bobcats no domingo. LeBron James, com 27 pontos e nove rebotes e Dwyane Wade, com 23 pontos e cinco assistências, foram os destaques dos anfitriões. Pelo Bobcats, Al Jefferson ficou com 18 pontos e dez rebotes, enquanto Kemba Walker somou 20 pontos, seis passes decisivos e cinco rebotes.

Melhor no início, o Bobcats dominava o garrafão com Jefferson. No segundo período, a equipe seguia na frente até que o pivô lesionou o pé e as coisas mudaram para o Heat. Os donos da casa anotaram 11 pontos seguidos, mas os visitantes acertaram duas cestas de longa distância no final do primeiro tempo e os times foram para os vestiários com o placar em 49 a 42 para a equipe de Miami.

Na volta do intervalo, o Bobcats anotou os dez primeiros pontos para virar o jogo em 52 a 49. Walker comandava o time de fora, mas Wade fez seis consecutivos e os times estavam empatados em 59. Depois, James Jones e LeBron fizeram outros 14 para o Heat, que foi para o último quarto na frente por 72 a 65. A diferença foi aumentando no último período, chegando aos 20 pontos após cesta de três de James, restando pouco mais de quatro minutos. Então, o Bobcats anotou sete seguidos e o técnico Erik Spoelstra pediu tempo. James e Wade fizeram pelo Heat, abrindo 13 de diferença, o que garantiu o triunfo.

Heat e Bobcats voltam à quadra na próxima terça-feira às 20h (horário de Brasília).

Destaques

Charlotte

Kemba Walker: 20 pontos, seis assistências, cinco rebotes
Al Jefferson: 18 pontos, dez rebotes
Josh McRoberts: 15 pontos, sete rebotes, quatro assistências
Gary Neal: 17 pontos

Miami

LeBron James: 27 pontos, nove rebotes
Dwyane Wade: 23 pontos, cinco assistências
Chris Bosh: 13 pontos, quatro rebotes
James Jones: 12 pontos
Chris Andersen: oito pontos, dez rebotes

 

Dallas Mavericks 85 x 90 San Antonio Spurs

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=nnM8vU1rklM]

O veterano Tim Duncan comandou a vitória sobre o Dallas Mavericks na abertura da série. Duncan obteve 27 pontos e sete rebotes, enquanto Tony Parker somou 21 pontos e seis assistências. Pelo Mavs, Devin Harris saiu do banco para anotar 19 pontos. Dirk Nowtizki e Monta Ellis, cestinhas da equipe, fizeram 11 pontos cada.

O Spurs começou muito melhor, abrindo 21 a 9 no primeiro período, mas a diferença desapareceu no início do segundo quarto após três cestas seguidas de Harris. Ao fim do primeiro tempo, o Mavs vencia por 44 a 43. Na volta do intervalo, nenhum dos times conseguia abrir mais do que quatro pontos de vantagem até que a defesa dos anfitriões parou o Mavericks de uma tal forma, que o time de Dallas simplesmente não conseguia pontuar. Nos últimos sete minutos, o campeão de 2011 não acertou uma cesta sequer, convertendo somente dois lances livres.

Os times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, às 21h (horário de Brasília).

Destaques

Dallas

Devin Harris: 19 pontos, cinco assistências
Dirk Nowtizki: 11 pontos, oito rebotes, 4-14 em arremessos
Monta Ellis: 11 pontos, 4-14 em arremessos
Brandan Wright: 11 pontos
Vince Carter: dez pontos

San Antonio

Tim Duncan: 27 pontos, sete rebotes
Tony Parker: 21 pontos, seis assistências, quatro rebotes
Manu Ginobili: 17 pontos, seis rebotes
Kawhi Leonard: 11 pontos, dez rebotes
Tiago Splitter: oito pontos, 11 rebotes

 

Washington Wizards 102 x 93 Chicago Bulls

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=Ab0g0PkFxEg]

Fora de casa, o Washington Wizards derrotou o Chicago Bulls em grande partida de Nenê. O ala-pivô obteve 24 pontos e oito rebotes, enquanto Trevor Ariza ficou com 18 pontos e sete rebotes. Pelo Bulls, Kirk Hinrich e D.J. Augustin fizeram 16 pontos cada.

Nenê começou muito bem, com oito dos 12 primeiros pontos do Wizards no embate e sua equipe terminou o quarto inicial liderando por 24 a 22. O brasileiro adicionou seis pontos no segundo período, deixando o time visitante na frente por 37 a 33. Augustin acertou cinco lances livres consecutivos, e após cesta de três de Hinrich, o Bulls virou para 45 a 42. A dupla ainda anotou mais cinco pontos para deixar o placar em 54 a 48 antes do intervalo.

No retorno dos vestiários, o Bulls abriu 13 pontos. Entretanto, o Wizards voltou ao seu melhor nível e, minutos depois, a diferença caiu para um. Já no quarto derradeiro, a defesa de Washington funcionou, e Ariza virou o jogo para o Wizards em 88 a 87 após lances livres, restando quatro minutos para o fim. A partir daquele momento, o Bulls anotou apenas cinco pontos, convertendo dois dos oito arremessos e a situação foi definida nos lances livres.

Liderando por 1 a 0 na série, o Wizards enfrentará o Bulls mais uma vez em Chicago na próxima terça-feira.

Destaques

Washington

Nenê: 24 pontos, oito rebotes
Trevor Ariza: 18 pontos, sete rebotes
Marcin Gortat: 15 pontos, 13 rebotes
John Wall: 16 pontos, seis rebotes, seis assistências
Andre Miller: dez pontos

Chicago

Kirk Hinrich: 16 pontos
D.J. Augustin: 16 pontos
Jimmy Butler: 15 pontos, sete rebotes, três roubadas
Joakim Noah: dez pontos, dez rebotes, quatro assistências
Carlos Boozer: 11 pontos, nove rebotes
Taj Gibson: 12 pontos, seis rebotes, três bloqueios
Mike Dunleavy: 11 pontos

 

Portland Trail Blazers 122 x 120 Houston Rockets

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=C9Ro-2QjDb4]

Após prorrogação, em meio de uma arbitragem confusa, o Portland Trail Blazers bateu o Houston Rockets em noite de LaMarcus Aldridge. O ala-pivô, que acabou excluído com seis faltas, obteve a melhor marca da franquia em playoffs com 46 pontos. Além disso, ele pegou 18 rebotes. Damian Lillard ficou com 31 pontos e nove rebotes. Os dois conseguiram um feito que não acontecia desde 1992 ao marcarem pelo menos 45 e 30 pontos pelo mesmo time nesta fase. Os outros foram Michael Jordan e Scottie Pippen. Pelo Rockets, James Harden e Dwight Howard anotaram 27 pontos cada.

O Rockets não cobrou nenhum lance livre no primeiro tempo, mas ainda assim saiu na frente em 49 a 48 após cesta de três de Harden. Com outra de longa distância do ala-armador, os anfitriões lideravam por 64 a 51 no início do terceiro quarto. Wesley Matthews fez cinco pontos seguidos e a diferença caiu para quatro. Já no quarto período, a vantagem de Houston chegou a ser de 13 pontos. Restando quatro minutos, o Blazers passou a fazer faltas em Howard e aos poucos começou a encostar. Faltando 30 segundos, Lillard fez de três, Harden converteu dois lances livres e, no fim, Aldridge empatou com um tapinha, levando o jogo para a prorrogação. 

Nos cinco minutos finais, o Rockets abriu seis pontos logo de cara, mas o Blazers empatou com duas cestas de três seguidas em 112. O time visitante acertou seis dos últimos sete lances livres, enquanto Harden falhou nos dois arremessos que teve nos últimos 11 segundos, marcado sempre por Nicolas Batum. 

A arbitragem foi um dos grandes problemas para os dois times, mas especialmente para o Blazers após o quarto período. Foram dois lances capitais. No primeiro, Robin Lopez saiu com a sexta falta após sequer encostar em Howard. No lance, Lillard chocou o seu pé no pivô. Os juízes revisaram e mantiveram a marcação. Em outro, Aldridge estava parado quando Patrick Beverley teve uma colisão e o jogador do Portland foi eliminado.

Destaques

Portland

LaMarcus Aldridge: 46 pontos, 18 rebotes
Damian Lillard: 31 pontos, nove rebotes, cinco assistências
Nicolas Batum: 14 pontos, nove rebotes
Wesley Matthews: 18 pontos, três roubadas

Houston

Dwight Howard: 27 pontos, 15 rebotes, quatro bloqueios
James Harden: 27 pontos, seis assistências, cinco rebotes
Chandler Parsons: 24 pontos, seis rebotes
Terrence Jones: 12 pontos, 13 rebotes
Jeremy Lin: 14 pontos, seis rebotes, quatro assistências

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Luan

    Dallas mereceu ganhar o jogo

  • Caseh

    Derrota doída pros Mavs

  • Ramon

    Joga muito esse Kawhi Leonard.

  • rodrigo

    miami jogou pro gasto

  • Tá errado o placar do jogo do San Antonio, Gustavo. Foi 90 x 85 Pro Spurs.

  • Sou torcedor do Heat, todo mundo sabe disso aqui. Mas meu Deus, juro que não ficaria triste se o Bobcats passasse. Que time mais lindo de se ver. Incrivelmente bem organizado, defensivamente muito bom. Hoje perderam porque o Miami tava afiado do perímetro, se não ganhavam. Esse time em breve vai dar MUITO trabalho, minha aposta pro futuro. Falta apenas melhorar o banco e um jogador 3 legítimo. Nem knicks nem heat nem lakers nem nada. Queria ver o Carmelo no Bobcats. SIM, seria algo fantástico ao meu ver, e com a adição de mais uns 3 bons reservas, seria time pra quem sabe disputar final de conferência. AL joga facil e Kemba meu Deus, impressionado. MKG marca muito bem, e o McRoberts o jogador que joga bonito. Estilo meio samongo mas joga muito bem e uma habilidade incrivel no passe.

    Sobre o Miami:
    Quem diabos diria que o James Jones poderia jogar uma série de playoffs com minutos reais? não na turma do terrão? E JOGAR BEM?!?! Esse pra mim é o diferencial do Miami. Qualquer técnico que os enfrente pode encontrar inúmeras formações e jeitos de jogar diferente. Nunca que o Bobcats hoje esperava ver o James Jones jogando. Garanto que ninguém. E mesmo para o Spurs, é no mínimo dois quartos para acertar o jeito de jogar caso o Heat invente moda. Ta bom, o spurs um, mas os outros times dois. E isso ja é suficiente. Miami jogando pro gasto e o Wade veio voando. Indiana que caia logo pra não tomar coro na final. Só o bulls para o Heat no leste.

    ps: sempre gostei muito do Bobcats por um motivo. Na época do Hornets meu tio me trouxe toda o material escolar e um boné deles. E o dono é o MJ, qualé né cara?? Achava lindo e adorava, mas o time número um sempre foi o Miami. Nunca comentei nada porque a galera não entende o que é torcer pra um time mas gostar muito de outro.

    • The King James

      Pô man,o chato é que Beasley não joga e o nosso garrafão continua fraco,aí fica dificil dizer se seremos campeões.

      Nossa armação é bem meia boca mas o Cole é bom jogador,espero que melhorem.

      James Jones é uma grata surpresa,me perguntava por que ele vivia no banco,quando ele jogava ele correspondia e correspondia bem.

      Minhas dúvidas quanto ao título residem mais no garrafão,poderíamos ter mais certeza do título caso houvessem contratado não uma incógnita e sim um jogador estável na liga.
      Mas mesmo assim espero a volta por cima do Oden.
      Ele chegou para sanar o problema mas duvido que jogue nos Offs,falta ritmo de jogo e ele comete muitas faltas.

      O que acha do Justin Hamilton,pode dar uma boa contribuída?

      Flw mano.

    • M Dias

      Vejo as coisas de uma maneira diferente, um jogo nos playoffs não apaga o histórico fraco de Chalmers, jogou razoavelmente mas muito fraco na defesa ainda, Kemba fez a festa…
      Também não achei Miami afiado não, jogou pro gasto apenas… se jogar assim com qualquer time daqui para frente toma um coro fácil… 1º tempo muito apático do time e James apagado, mas o Wade fez e faz uma diferença tremenda no time…
      Bom sobre o garrafão do Heat, sem muitas delongas, fraquíssimo!
      Agora falar que só o Bulls que segura o HEAT no leste? forçou um pouco não?

      • pois olhe King James, desde a primeira passagem do Hamilton no Heat eu ja queria ver ele em quadra. É um cara que jogou bem na D-league, pelo menos nos numeros, e que tem tamanho pra bater de frente com David West pelo menos. Sobre a armação, realmente é uma draga, Chalmers ta foda, o problema dele é que no dia que ta acertando de 3 é um jogador indispensavel, mas quando não está ele erra tudo. Já Cole é um bom marcador e quando ta insipirado vai bem também. Mas só inspirados, ambos são irregulares. Sobre Beasley, acho que o Spo ta mais guardando ele pra uma surpresa do que qualquer coisa. Ele correspondeu bem os jogos que teve minutos pra jogar, e espero bastante coisa dele. Sobre Oden, não acho que va salvar nossos problemas contra o Pacers ou Bulls, mas vai ajudar, nem que seja pra se explodir com faltas. Mas também é uma incognita.

        M Dias, tambem acho que o Miami só jogou pro gasto, como mais um jogo de temporada regular, e que provavelmente vai ser assim na série, com quem sbae alguns quartos de um time realmente nos playoffs. James jogou sussegado, sem forçar nada, e o Wade é o cara desse time, vide a diferença do time com e sem ele. E sobre o Bulls, realmente acho eles mais perigosos que o Pacers, e o Nets ponho as mãos no fogo que eles caem ainda pro Raptors, e se não cairem dai sim veremos como o Miami vai jogar pra ser campeão, mas ainda tenho mais medo do Bulls do que deles, mesmo depois da derrota do Bulls pro Wizards, eles viram outro time contra o Heat. O Pacers vai estar sem pernas caso encontre o Heat numa final de conferência, isso pra não falar que ja estão. Mas é a minha opinião. Abraço

  • Daniel Nogueira

    Spurs jogou bem não. O banco foi mal, Danny Green sofrível. Se não fosse a lenda Duncan, Spurs teria perdido. Mas valeu pela vitória.

  • Vitórias como a de hoje é que credenciam os Spurs como candidatos ao título. Que time!

    • BMCS

      É verdade. O Dallas perdeu uma grande chance, pois o Lenard não entrou em quadra, o Grren foi mal e o banco quase não ajudou. A verdade é que o SAS é um time muito difícil de ser batido, como pudemos ver ontem.

  • Caseh

    Eita, Nenê assumiu a responsa hoje, grande jogo! Essa série tem tudo para ir longe, prevejo outras vitórias de visitantes nela.

  • AlexT-Wolves

    O Nenê jogou muito. O Noah vai ter bastante dificuldade nessa série.

  • fabio bittencourt

    tenho pena do bulls, sempre faz uma temporada regular exemplar e quando chega nos playoffs fazem fiasco. assim não dá pra acreditar nesse time. traz o carmelo é a unica chance de mudar esse panorama.

  • Leo

    É por isso que todo mundo aqui ama a NBA.

    Esses dois primeiros dias dos playoffs foram fantásticos, com grandes partidas e sempre equilibradas. Vale a pena ficar vendo todos os jogos.

    Fiquei muito feliz com o Nenê que acabou com o jogo. Disse no post dessa série que o Nenê ia ser o diferencial pro Wizards passar e ele correspondeu e engoliu o Noah. Se mantiver o ritmo o Wizards passa, mas não tem nada decidido.

    É nessas horas que o Bulls sente falta do Rose. Depender de Hinrich e Augustin pra pontuar é complicado. Um scorer de perímetro ia deixar o time perfeito.

    Jogão Rockets x Blazers, as duas equipes jogando no seu máximo foi muito bom de ver. Que o ritmo e o equilibrio se mantenham. Vai ser uma série épica eu espero.

    Heat e Spurs mesmo abaixo do que podem venceram Bobcats e Dallas que são ótimos times. Nunca fui dos maiores fãs do Duncan, mas tenho que me render ao cara, joga muito.

    E que continuem assim os playoffs

  • Guiherme

    Essa lesão do Al Jefferson é grave? Ou ele já estará inteiro pro próximo jogo?

    • pedrokadf

      tem a lesão Patrick Beverley tb

  • JPcortes

    LAMARCÃO É FODA!

  • Guilherme Martins

    Galera confesso que não assisti Spurs x Mavs, e tão todos comentando sobre o Dallas ter merecido mais, oque aconteceu que o Dirk teve 4-14 ??

    • pedrokadf

      Tbm não assisti o jogo Guilherme, assim não posso dizer com propriedade, mas jogando mal dirk e Monta Ellis 4-14 em arremessos tbm, não vejo merecimento para ganhar um jogo, há não ser q tenha erro de arbitragem ou algo do gênero, ngm de dallas pontuou bem.

      • Elber

        Eu assisti e foi um ótimo jogo. Depois de uma surra no começo o Dallas conseguiu equilibrar as coisas e em certos momentos foi superior, principalmente com Devin Harris entrando muito bem com bolas de 3pts e jogadas com o Wright, já que o Spurs sufocou o Mavs meio que “isolando” o Calderon que só amassava o aro. Tiago marcou demais o Dirk que não conseguiu pontuar direito, assim como o Monta. Spurs como um todo foi abaixo do esperado, mas não o Tim Duncan, esse engoliu o jogo.

    • Raphael Mascarenhas

      O Splitter, foi um monstro na defesa. Assisti o primeiro período, e o Dirk tava 1/5. O Splitter não deixava ele livre, não deixava solto, de jeito nenhum. Deve ter sido isso o jogo inteiro.

      • Caseh

        Não digo que os Mavs mereciam vencer, mas eles conseguiram manter o plano de jogo por um bom tempo, chegando a ter 10 pontos de vantagem com 8 minutos para o fim, Mas após isso tudo desmoronou, então não dá pra dizer que os Spurs não mecereram. Aliás, na própria temporada isso aconteceu bastante com os Mavs (perder jogos nos últimos minutos).

    • BMCS

      Na verdade, esse comentário é mais da galera que gosta de “secar” o San Antonio. O mais correto é dizer que o Dallas perdeu uma grande chance de vencer, pois em um dia em que Lenard não jogou nada, Green esteve apático e o banco do time quase não ajudou, esse dia é a sua chance de vitória! Mas o fato que é o SAS é um time muito difícil de ser batido. Parker & Duncan ainda dominam, e, no banco, temos uma lenda vida da NBA, que é o Popovich. Acredito em 2 x 0 no próximo encontro.

  • Guilherme Martins

    E olho no Wizards em.. Nenê e John Wall jogando oque sabem fica difícil pros Bulls passarem. Bobcats joga direitinho cara, que pena que não pegaram os Pacers, passariam tranquilo

  • Certeza que esse recorde de pontos em playoffs é do Aldridge? Duvidas a parte, jogou muito esse cara é um PF FODA! Estilo Ducan, sabe atacar e defender.

    • Sim. Antes o recorde era do Bonzi Wells.

      • Falando no Bonzi Wells, que fim levou? Lembro que ele foi jogar no Shanxi Zhongyu (acho que é assim que escreve) dps nunca mais ouvi falar.

  • Jogador Estrela!

    Bulls, Clippers times amarelões nos playoffs. Até para o ano Bulls.

    Dallas sentiu a pressão, Dirk ontem desaprendeu de jogar e quando o time mais precisava dele ele não conseguia jogar à sua maneira. Não podem baixar os bracos porque deram trabalho ao Spurs!

    • pedrokadf

      Concordo

    • Michel Moral

      Cara, foi apenas o primeiro jogo. Acho que as coisas ainda podem mudar.

      O Bulls não tem elenco, na minha opinião. Não dá pra viver só de guerreiros sanguinários como prega a sua torcida. Tem que ter técnica também.

      Com relação ao Mavs, apesar da reação espetacular na fase de classificação, acredito que seria normal uma varrida por 4 a 0 por se tratar de um adversário como San Antonio. Por isso, foi bem sim no primeiro jogo. Não se esqueça que é o melhor time da NBA. Por que vc acha que Memphis é Dallas quase se mataram na última rodada da temporada?

    • Olavo

      Nessa parte do Dirk , acho que agente tem que dar credito pro garrafão do Spurs ( Duncan e Splitter ) . Dirk foi bem marcado nesse jogo.

    • Não se preocupa não Lakerzinho, o Bulls vai ganhar essa série.

  • Nene orgulhando o torcedor sao carlense!

    • Daniel Boizão

      Estudei em São Carlos e também tenho orgulho do Nenê. Convivi um pouquinho com ele. O cara é muito show de bola. Gente de primeira linha.

      • E ainda tem gente que vaia o cara aqui no Brasil…

  • Renato Lgb

    Nenê deu a tranqüilidade necessária para molecada estreitar bem nos offs!
    Parabéns só brasileiro

  • Olavo

    Nene deu uma aula ofensivamente contra os Bulls. Nem mesmo Noah conseguiu para-lo . Chicago não conseguiu fazer aquilo que mais sabe: defender.
    Assim como outros estreantes , Wall e Beal sentiram a estreia nos offs.

    Aldridge , meu filho! Q jogo foi esse??? Imparável. Ate de 3 o cara tava acertando. E pra quem duvidava do Lillard , ontem o cara mostrou que vai ser uma das futuras estrelas da liga.

    Vendo esses primeiros jogos , achei que a arbitragem em geral vem sendo muito rigorosa…
    Só nesses jogos foram excluidos Blake Griffin , Iguodala , Nene ( faltando 1 minuto pro fim ) Aldridge…..

  • Michel Moral

    Primeiro ponto que acho importante: o que acontece na primeira partida de uma longa série nem sempre mostra o que será daqui pra frente. Não quero desmerecer o que os visitantes fizeram, mas é preciso ter calma para não achar que está tudo resolvido, isto é, pensar que um é decepção e o outro é incrível. Até porque a motivação de quem não tem nada a perder é muito maior.

    Outra coisa: Nene foi sensacional. Apostei no Wizards e acho que pode eliminar o Bulls. Tem mais time para isso, se não tiver problemas de lesão.

  • Elber

    Gosto do Bulls e já elogiei o time, mas verdade seja dita:

    Esse time de Chicago apesar de em 5 anos com maior média de publico e com uma garra não vista em outros times da NBA não passa disso, garra. Pior ataque da liga em todos os quesitos, sabem marcar (mas não marcaram ou não conseguiram) se não pontuam bem não merecem passar mesmo. Torcedores não se iludam com esse time, infelizmente é medíocre demais e nem com a volta do Rose melhora ao ponto de almejar nada. Talvez passem do Wizards para chorarem lá na frente, mas to torcendo pro Nenê sinceramente nessa série.

    Nenê > Noah.

    Parabéns ao Tim Duncan, Nenê e Aldridge (vou ver o jogo do Houston pra conferir os 46pts).

    • Quem foi All-Star nos últimos dois anos e candidato a DPOY, MVP e Firs Team esse ano???

    • Michel Moral

      Não concordo que Nene seja melhor que Noah. Não quero discutir a técnica de um ou outro. Mas Nene nem jogar joga. Sempre no departamento médico.

      Noah tem números e conquistas individuais que hoje o consagram.

      O Bulls é empurrado pela sua torcida. Há tempos escrevo aqui nesse sentido. É difícil ganhar dos caras porque tem um técnico que arma a sua defesa como nenhum outro hoje, mas é um time limitado.

      • Sim Michel, com esse time nós vamos na base da raça e seja o que Deus quisér, mais temporada que vem tem Melo e Mirotic no Bulls, rapaz do céu vai ficar um timaço.

  • Julio Zago

    Acompanhei Wizards x Bulls e o jogo foi muito bom, extremamente disputado, essa série promete. Penso que a chave para o bom jogo dos Wizards tenha sido a boa partida realizada por Gortat e em especial Nenê que dificultaram muito as coisas para Noah. Outro ponto que achei relevante foi o fato de que, após Ariza virar o jogo, os Bulls sentiram a pressão e a equipe claramente se desorganizou, a partir daquele momento não tive mais dúvidas de que os Wizards venceriam.
    Pode ser que eu esteja enganado, mas com a classificação aos offs os Wizards cumpriram sua obrigação na temporada, portanto estão jogando muito tranquilos e isso pode ser um fator decisivo na série.

  • leonardornbd

    Nenê joga muito, pena que o cara é de vidro.

  • O pouco que assisti ontem do jogo dos Wizards, vi um Nenê dominante no garrafão e fora dele. O cara jogou com muita raça e determinação, liderando o time contra o Bulls. Este cara sabe jogar e vem desenvolvendo o seu basquete na NBA. Ele podia se transferir para um time que brigasse por título, talvez um time jovem com jogadores de potencial que precisem de um líder em quadra.

    • Acho que o Wizards corresponde com tudo isso que você diz…

    • Michel Moral

      Imagina ele num Thunder…

      • Paulo OKC

        Nos temos IBLOCKA

      • Michel Moral

        Nene joga de center fácil.

  • Mike Woodson acaba de ser demitido do Knicks, juntamente com TODO a sua comissão técnica, é pro Knicks glorificar de pé, se eles não tentassem reabilitar Odom…

    • Ainda acredito no Odom, assim como acreditava no Amare, e ele deu uma pequena resposta né? O Odom é uma escolha estritamente particular do P-Jax, vindo dele, eu não duvidaria, mas sim, a dispensa da comissão tecnica é um passo e tanto.

  • rhafaheat

    o Nenê ENGOLIU o Noah, como algum colega disse acima, ” a se ele não fosse de vidro”… Vitórias merecidas ontem, o Mavs poderia ter ganhado, mas no momento da reação dos Spurs, ninguém acertou nada, e nem dá pra colocar tudo na conta da defesa de San Antonio, nesses momentos Dirk teve dois arremessos completamente livres e deu aro, em um deles ele estava a menos de 2 metros da cesta, mas faz parte do show. To surpreso com a vitória dos Blazers, achava que os Rockets venceriam com alguma facilidade, e que bom que eles me contrariaram, ganhamos mais uma serie espetacular.

  • Fiquem tranquilos, o Bulls vai ganhar éssa série, ano passado perdemos o primeiro jogo contra o Nets e classificamos, vocês que estão cornetando ainda vão ouvir falar muito do Bulls.

  • caio_l

    Wizards tem jogadores melhores no ataque, se igualar ao bulls no quesito raça, a chance aumenta. Nenê jogando de ala-pivô rende mais, por isso que foi válido ter trazido o gortat para ser o Pivô da equipe.

    Lamarcus saudável é outro time o Blazers, O que ele tá jogando nessa temporada é uma enormidade.

    Duncan sempre decidindo quando é preciso. Esse merece mais um anel para aposentar com chave de ouro a carreira monstruosa que ele teve.

  • FORÇA_ROSE

    Que personalidade do Damian Lillard carregou o time nas costas na prorrogação após Aldridge e Lopez serem ejetados, percebe-se que apesar de ser apenas a segunda temporada, ele ja é um dos líderes dos Blazzers e não sentiu a pressão dos playoffs.

    E pro meu Bulls que FALTA faz nosso MVP Derick Rose nesses momentos…
    Cornetar é facil, quero ver fazer uma campanha como a nossa sem seu Franchise Player…

  • Fernando

    Dirk como sempre amarelando.
    Lebron mvp. Heat imbatível. Esse time do bobcats tem muita audácia de entrar em quadra. Apanhou de pouco…

  • Olavo

    “Dirk como sempre amarelando.”

    WHAAAAAAATTTT?????????????

  • caio_l

    Dirk amarelar?, sério mesmo, você não pode gosta do jogador, mas falar isso de um cara que ganhou uma NBA sozinho contra um big three, é de uma falta de conhecimento absurda. Ele foi mal nesse jogo, tanto pq não estava inspirado como a marcação nele foi bem executada. Top 10 maiores pontuadores, isso pesa mais que ele não é americano. Jogadores que não são americanos fazer sucesso na NBA são poucos.

  • Nene joga demais,pqp.
    Os times de fora de casa surpreendendo muito.

    Heat fazendo seu dever de casa,agora [e vencer o jogo 2

  • Inadmissivel a derrota do bulls ontem. ja vejo isto ha muito tempo e ontem e daqueles jogos em que se perde por falta de ambiçao! parecia que os jogadores estavam com pavor da cesta, a forçar passes e mais passes ate esgotarem o tempo de ataque e arremessarem no desespero! ontem evidenciou-se bem o grande problema dos bulls.. falta um shooter em termos, que arremesse e tenha um aproveitamento aceitavel, e esse o grande problema dos bulls, defendemos muito bem mas atacamos muito mal! e numa serie de playoffs bem sei que a velha maxima e que ataques ganham jogos e defesas ganham campeonatos, mas os bulls da ate do de os ver atacar por vezes. fiquei muito desiludido, muito mesmo. mas nao vamos atirar a toalha ao chao. podemos muito bem recuperar o mando em washington! mas o ataque tem que funcionar de outra forma! E ja agora o noah vai dar resposta pro nene pessoal, aguardem…