As duas últimas semanas de temporada serão de avaliação para o New Orleans Hornets. O treinador Monty Williams e a direção da franquia vão analisar quais atletas devem seguir no projeto de reestruturação do elenco e aqueles que são “dispensáveis”. No entanto, um nome está acima de qualquer suspeita para a organização: o ala-armador Eric Gordon.

Adquirido na troca que levou Chris Paul para o Los Angeles Clippers, o jogador de 23 anos passou a maior parte do ano no departamento médico e só participou de cinco partidas na temporada. Para Williams, porém, não existem dúvidas sobre seu talento. “Eric é tão explosivo quanto qualquer um na NBA. Ele e James Harden [do Oklahoma City Thunder] são os caras que estão ao lado de Kobe [Bryant] como os melhores alas-armadores do Oeste – talvez, de toda a liga”, disse o técnico.

Ao falar de Gordon, o gerente geral Del Demps deixou uma forte pista de que pretende cobrir as propostas que o atleta, agente livre restrito da franquia em julho, deverá receber. “Ele tem caráter e vem jogar todos os dias. Você junta isso com seu talento e este é o tipo de jogador que queremos ter aqui”, afirmou.

Gordon disputa sua quarta temporada na NBA e, nos cinco jogos que realizou, ele acumula médias de 19.6 pontos e 3.8 rebotes. Com o ala-armador, o Hornets venceu três confrontos. Nas outras 52 partidas, o time triunfou em apenas 12 oportunidades.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.