Ídolo do Knicks, Patrick Ewing é hospitalizado com quadro do coronavírus

Um dos maiores jogadores da história do New York Knicks confirmou estar infectado pela COVID-19. O ex-pivô Patrick Ewing anunciou, por meio de suas redes sociais, ter testado positivo para o coronavírus nessa sexta-feira. O integrante do Hall da Fama e atual treinador da Universidade de Georgetown está hospitalizado, em isolamento, na cidade de Washington e até agora passa bem. 

“Eu quero compartilhar com vocês que meus testes deram positivo para a COVID-19. Esse vírus é uma questão séria e não deve ser tratado de forma leviana. Gostaria de aconselhar todos a ficarem seguros e cuidarem das pessoas que amam”, postou o ex-atleta de 57 anos. Integrantes da comissão técnica e elenco de Georgetown já foram avaliados e nenhum outro caso foi diagnosticado. 

Ewing tornou-se ídolo do Knicks após defender a equipe por 15 temporadas (1985-2000) e mais de 1.000 partidas. Nesse período, ele foi eleito para o Jogo das Estrelas em 11 oportunidades e a equipe nova-iorquina foi duas vezes campeã da conferência Leste. Escolhido um dos 50 maiores jogadores da história da NBA, o lendário pivô registrou médias de 21.0 pontos, 9.8 rebotes e 2.4 tocos na carreira. 

Você sabia que o Jumper Brasil está realizando Lives em sua conta no Instagram todas as terças e quintas-feiras, a partir das 20h04? Você está convidado para participar!

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.